Olá mulherada!

O pessoal da Skechers ama correr e uma das funcionárias, a Gisele Correa, tem uma história linda de superação. Ela compartilhou conosco no texto abaixo um pouco da história dela. Ela é uma inspiração, nós ficamos ainda mais motivadas a correr como nunca! 😉

***

Imagem1

Oiii pessoal!

Meu nome é Gisele tenho 33 anos e sou apaixonada por corrida, mas nem sempre foi assim….

Com 26 anos na correria da faculdade, trabalho e família eu descobri um câncer de mama. Fiz 1 ano de tratamento, mas 2 anos depois ele voltou na outra mama, novamente enfrentei quimioterapia e cirurgias. Eu sempre tive Deus como fortaleza e minha família como minha rocha, tudo isso contribuiu para que eu passasse por essa fase com a alegria que sempre esteve estampada em meu rosto.

Gente, nunca imaginei correr 1 km sequer rsrsrs… Meu médico pediu para que eu começasse a praticar alguma atividade aeróbica, já que ela poderia amenizar os efeitos colaterais do medicamento que precisava tomar por 5 anos (já se foram 2 anos e meio uhuuu). Como trabalho em uma empresa de calçados que patrocina corridas, comecei a correr. Eu mais caminhava do que corria kkkk, mas fui tomando gosto pela coisa e hoje já estou indo para os 15 km. Quando completei os meus primeiros 10 km na primeira etapa do Circuito Athenas desse ano, passou um filme na minha cabeça, eu chorava, ria e pulava… tudo ao mesmo tempo.

Imagem4

A corrida não só melhorou os efeitos colaterais dos medicamentos que preciso tomar, mas me proporcionou uma nova vida. Tenho um grupo de amigos, que assim como eu, são loucos por corrida, minha postura no trabalho e na vida mudou totalmente. Confio mais em mim, sou mais segura da minha capacidade, aprendi que sou mais forte do que imaginava. Sempre fui muiiito ansiosa, hoje isso já não faz mais parte da minha vida!!! Ficaria aqui para sempre escrevendo o que a corrida tem feito na minha vida. Já não corro mais por indicação médica, mas sim por prazer.

Estou completamente apaixonada por corrida de aventura, quero correr no ano que vem o Endurance Challenge Ultra Trail Agulhas Negras, e para esse ano minha meta é correr 21 km até setembro, depois o céu é o limite kkkkk.

Sem querer ser clichê… seja lá qual for o seu problema, não escolha ser vítima, levanta a cabeça e corra, corra como nunca, você vai ver o que um pouco de endorfina pode fazer na sua vida.

Correeee mulherada!!!

***

Alguém tem alguma dúvida que ano que vem ela vai correr a Endurance Challenge Ultra Trail Agulhas Negras? Eu não tenho! Gi, obrigada por compartilhar sua história e que você alcance tudo que deseja, na corrida e na vida. <3

  1. Gabi disse:

    Caraca que força incrível! Parabéns pela garra, luta e superação! Fico muito contente o que o esporte pode fazer pela vida das pessoas e mais ainda quando elas podem descobrir que são capazes de coisas que nunca antes imaginaram! Parabéns Gisele! Que sua história inspire muitas outras mulheres! Um beijo!

Deixe o seu comentário!