Blog escrito por amigas que correm. Pouco, muito, devagar, rápido. Não importa como, quando e onde, o importante é correr.

28/07

2015

De tanto a Erica elogiar, eu sempre tive vontade de correr pelo Ipiranga. No final de maio, fui com ela para a Etapa Portugal da Série Delta e me apaixonei. Fiquei super feliz em poder voltar para a Etapa Alemanha, no último domingo, e já estou doida para a Etapa França, em novembro.

Saquinho, camiseta e lata da Etapa Alemanha.

Saquinho, camiseta e lata da Etapa Alemanha.

Como na Etapa anterior, o kit podia ser retirado na sexta e no sábado anteriores à corrida e era simples, mas muuuuuito charmoso: lata e camiseta dobradinha dentro de um saquinho personalizado. Acho as ilustrações lindas demais e, como sou uma apaixonada pela Alemanha, me conquistou rapidinho. Já usava a lata da Etapa Portugal para guardar algumas medalhas mais antigas, agora estou pensando no que guardar na da Alemanha. A camiseta é bem bonita, adoro essa coisa de ser metade em uma cor, metade em outra. Não precisa vir muita coisa no kit se o que vier for legal, né? Eu acho isso. Fiquei muito satisfeita com o que recebi.

serie-delta-alemanha-2015-largada

A largada já é na subida! :O

Com opção para 5k ou 10k (basicamente dar duas voltas no percurso de 5k), a série Delta já pode ser considerada tradicional e, por isso, sempre tem um bom público. No domingo o tempo estava friozinho, mas nada demais. Isso parece ter animado a galera, tinha bem mais gente do que em maio. A largada foi pontual e bem organizada, dividida em pelotões (dos mais rápidos para os mais lentos). Isso facilita muito a vida de quem vai para bater tempo, né? Não é o meu caso e eu geralmente largo bem no final porque a muvuca me irrita um pouco, mas acho muito útil.

A largada e a chegada são no mesmo lugar, em uma ladeira meio pesadinha de 500m, com vista para o Museu do Ipiranga. Na hora de largar é bom porque já te força a começar em um ritmo legal, mas na hora da chegada faz a gente respirar fundo e arrancar forças que nem sabe que tem para terminar. Hahaha. X)

Tentei fazer foto bonita como as da Erica, mas acho que não rolou. X)

Tentei fazer foto bonita como as da Erica, mas acho que não rolou. X)

Em maio sofri um pouco com o percurso, por causa do meu joelho. O percurso tem muita subida e descida, me empolguei e acabei forçando demais o joelho que já não é muito bom. Hahaha. Foi totalmente culpa minha, eu sei disso. Como o percurso seria exatamente o mesmo, dessa vez fui preparada mentalmente para correr bonitinha nas subidas e segurar a velocidade nas descidas. E deu SUPER certo. Fiz a prova toda ao lado de uma amiga e do meu noivo, em um ritmo gostoso e constante, aproveitando o passeio, sem senti dor alguma. E aí me apaixonei ainda mais pelo percurso. Como tem bastante sobe e desce, a gente tem sempre algo novo para curtir. Fora que o bairro é uma graça, cheio de prédio bonitos e/ou antigos. A prova parece que voa!

Teve hidratação em dois pontos, nos km 2 e 4, com a água bem geladinha. Ao final da prova, recebemos a medalha (grandona e super bonita), água, banana e maçã. Estranhei não ter bebida isotônica, mas não senti falta de bebê-la, foi mais por costume mesmo.

serie-delta-alemanha-2015-companhia

Antes da corrida, porque ninguém merece foto no pós, né? Vivian, Henrique e eu. <3

Avaliação: 

Ana Carolina L. do Amaral

Beijos,

Ana Carolina

Viajando na corrida. ;)

28/07

2015

Mês passado falei para vocês do meu caso de amor com o Asics Nimbus, quando contei um pouco do que achei das versões 14 e 16 do modelo. É meu modelo xodó e, por isso, recebi a tarefa de ser a porta-voz do blog quando fôssemos falar sobre a nova versão que chegou às lojas na semana passada.

asics-nimbus-17-01

O Nimbus é um dos modelos mais famosos da Asics, indicado para quem corre longas distâncias e precisa (ou gosta) de bastante amortecimento.

Beleza e design

Para dar maior conforto, foram retirados aqueles detalhes com costuras que o modelo sempre teve. Para não deixar o tênis “peladão” há grafismos impressos. A cartela de cores é mais discreta do que o que normalmente vemos nos tênis Asics, já que a marca optou pelo uso de, no máximo, duas cores por vez. Nem todas as opções estão à venda, a ideia é que cheguem aos poucos às lojas.

asics-nimbus-17-femininos

asics-nimbus-17-masculino

Sinceramente, continuo achando o Nimbus 16 o mais bonito até hoje. :p

Conforto

asics-nimbus-17-02

O fato de ter o cabedal sem costuras e em tecido FluidFit (strecht, que se adapta melhor à forma do pé) faz com que ele seja bem confortável. Isso de não ter costura é ótimo para quem tem os pés sensíveis e se incomoda até com a costura das meias.
Entretanto, senti um certo desconforto após passar dos primeiros 3km com o tênis no pé. Passei a sentir as divisões da sola embaixo do dedão do pé esquerdo. Senti exatamente a divisão da sola, bem no meio do dedo. Esse desconforto sumia e voltava depois dessa distância, em todas as vezes que corri com ele. Conversei com as meninas e a Mari disse que o Nimbus 16 dava essa sensação nela também mas, como nunca tinha sentido isso nas versões anteriores, estranhei.
Sou bem calorenta, então achei essa versão um pouco quente demais para o meu gosto. Testei com diferentes meias e em diferentes quilometragens e sempre acabava a corrida com a sensação de pé fervendo. Acredito que seja porque o tênis é bastante acolchoado internamente. Isso é extremamente confortável ao colocar no pé, mas talvez esquente um pouco mais do que eu gostaria.

Peso

Esta é a versão mais leve até hoje, com 17 gramas a menos que a versão anterior. Isso quer dizer que conseguiram diminuir o peso do modelo, sem alterar a quantidade e qualidade do amortecimento. Para longas distâncias é uma ótima coisa, já que geralmente tênis mais pesados tendem a cansar mais o corredor.

Pisada

O modelo continua sendo indicado para pisada neutra ou supinada.

Amortecimento

Essa é o ponto de maior destaque do modelo. Mesmo mais leve, o Nimbus 17 ainda proporciona bastante amortecimento e continua muito macio. A sensação de estar pisando em uma nuvenzinha particular, que eu amo, continua presente.

Tecnologias

asics-nimbus-17-03

Como disse, o tecido FluidFit no cabedal se ajusta melhor ao pé para maior conforto. Há gel na parte traseira e dianteira do solado, para absorver melhor o impacto. A entressola é de Fluid Ride, com peso menor e mais durável. O Trusstic System, em conjunto com a tecnologia Guidance Line, proporciona passadas mais eficientes e mantém a estrutura da entressola.

Custo x Benefício

Custando R$699,99, o valor pode assustar um pouco à primeira olhada. Se pensarmos na tecnologia do amortecimento e na resistência do modelo, acho que vale sim.

Opinião Geral

Mesmo preferindo as versões anteriores, continuo considerando o Nimbus um ótimo modelo para corridas de quem gosta ou precisa de uma pisada bem macia. Como tenho problemas nos joelhos e sempre procuro ter amortecimento adequado, ainda é um dos meus modelos queridinhos. <3

Avaliação Final: 

Preço sugerido: R$ 699,90
Fabricante: Asics
Peso: 249g
Pisada: Neutra/Supinada
Compre online: Netshoes | Centauro

Ana Carolina L. do Amaral

Beijos,

Ana Carolina

27/07

2015

Caminhada, trote, corrida

Muita gente, quando sente que precisa “sair do sofá” e enfrentar o sedentarismo, começa pela caminhada. Afinal, é uma atividade física que não exige grandes investimentos e que pode ser realizada por quase todo mundo, sem muitas complicações.

Depois de um tempo, porém, é natural sentir vontade de evoluir e “apertar o passo”. Mas, enquanto para alguns a corrida pode vir naturalmente, para outros, os primeiros treinos se mostram uma grande decepção: falta o fôlego necessário e, ao olhar no relógio, vem aquele susto! Não passaram nem cinco minutos e você já precisou voltar para a caminhada. :(

Será que está faltando condicionamento físico? Como saber quando é a hora de mudar da caminhada para a corrida?

“Quem passa pela situação acima tem que ter, antes de tudo, paciência”, explica o educador físico Eduardo Barbosa, da 4any1 Assessoria Esportiva. “Também é preciso passar por avaliação médica e uma avaliação física. Só assim você poderá traçar uma estratégia de treinamento organizada.”

Sim, isso vale para qualquer modalidade esportiva, inclusive para a corrida! Já falamos aqui no blog quais exames você precisa fazer antes de começar a correr, dá uma olhada! 😉

Todo iniciante na corrida parte da caminhada e há diversas formas de sair dessa fase inicial para se alcançar a tão desejada corrida. “Gosto de utilizar com iniciantes o famoso Fartlek, ou simplesmente ‘brincar de correr’, que consiste em intercalar períodos curtos de caminhada em uma intensidade leve com um trote também leve, seguido de breve pausa para hidratação e descanso”, explica Edu. “Essa prática leva o organismo a adaptações fisiológicas que permitem colocar o corpo em condicionamento de resistência para avançar à próxima etapa, que é uma corrida de intensidade leve.”

Cabe aqui um parênteses: o que diferencia a caminhada do trote e da corrida é a fase aérea — ou, em uma explicação mais simples, o contato dos pés com o solo. “Na caminhada, os pés tocam o solo permanentemente. Já no trote, um dos pés perde o contato com o solo, iniciando um salto. A corrida, por sua vez, é uma sucessão de saltos, em que os dois pés, em momentos de velocidade, perdem o contato com o solo”, descreve o treinador.

A pergunta que vem a seguir, claro, é qual o momento de passar da caminhada para o trote e, finalmente, para a corrida. O Edu responde: “Se você não dispõe de equipamentos como marcador de ritmo cardíaco, GPS e outros controles de velocidade, pode usar sua percepção de esforço. Quando estiver sentido a respiração menos ofegante e o tempo de corrida aumentando em contrapartida da caminhada e do trote, é o momento de aumentar as passadas e deixar a caminhada para trás.”

O importante, mesmo nessa fase inicial, é ter paciência, observar e repeitar o que o corpo pede. E ter a certeza de que esta iniciativa levará você a uma melhora não só do condicionamento físico, mas da saúde como um todo.

Ficou mais animada para continuar? Então, vamos em frente! :)

Boa caminhada, bons trotes e ótimas corridas!

post_parceiros_4any1_2015

Ju Vargas

Beijos,

Ju Vargas

Página 1 de 20312...102030...Última »