Olá mulherada!

Quem adora treinar ouvindo música, está sempre com um fone de ouvido por perto, né? Eu já tive muitos, e confesso que alguns eu acabei quebrando ou estragando porque não sabia como cuidar. 🙁 Daí depois de alguns indo pro lixo, aprendi a conservar. Hoje trago algumas dicas para você manter tanto o fone de ouvido auricular, quanto os headphones conservados, para não estragá-los e também não prejudicar o áudio. Bora treinar com muita música?

fone-de-ouvido

Alguns cuidados começam ao usar os fones de ouvido. Algumas precauções são básicas como evitar temperaturas muito altas ou baixas. Você também deve cuidar ao retirar os fones de ouvido do celular ou tocador, nunca puxe o fio pelo meio, solte o fone de ouvido segurando o plug (aquela parte que plugamos no celular ou no tocador). Essas coisas já farão o seu fone de ouvido durar muito mais. 😉

Também devemos evitar umidade e líquidos em geral no fone, mas se você usa pra treinar, principalmente alguma atividade que o suor seja grande, talvez seja impossível evitar a umidade. Daí vale comprar um fone de ouvido próprio para atividades físicas que tem uma proteção, e evitar que estrague a fiação, prejudicando o som.

Mas se você tem um fone de ouvido básico, há como fazê-lo durar mais com apenas um cuidado: limpando-o após o uso. Um dos cuidados mais importantes é limpar o fone de ouvido após usá-lo, esse foi o meu maior erro, eu usava e jogava na bolsa e pronto! Daí o fone de ouvido mesmo sendo pra esporte estragava, imagina os que não eram… não duravam nadinha.

Sempre após o uso, pegue um papel ou uma toalhinha seca e seque o fone de ouvido inteiro, se ele for auricular, remova todas as sujeiras, inclusive a cera que costuma grudar. Só depois de limpar você pode guardá-lo sabendo que ele estará igual quando precisar novamente.

Se você quiser fazer uma limpeza mais caprichada, pode umedecer levemente um pano com água morna (só umedecer hein! Não vai encharcar o pano, lembre-se que eletrônicos costumam não gostam de água) e sabão neutro e passar por todo o fone, e depois deixar secar bem. Se houver algum cantinho com sujeiras, você pode usar um cotonete. E nessa limpeza, se o fone é auricular, vale olhar se as borrachinhas estão boas e limpas, normalmente vem um par sobressalente para você fazer a troca. 😉

Se você usa um headphone, não pode esquecer nenhuma vez de secá-lo, pois um dia úmido pode danificá-lo ou fazer com que a almofadinha comece a se desfazer.

Fones de ouvido limpos, agora é saber direitinho como enrolar o fio e como guardá-los para durar mais. 🙂 Sempre armazene num local limpo e seco, tem alguns fones que vem com estojo, use esse estojo para guardar ou compre um, são bem baratinhos. Se você não quer um estojinho, você pode enrolar o fone e pronto. 😉 Há diversas formas de enrolar o cabo. Achei um vídeo bem legal (em inglês) do site LifeHacker com diversas formas diferentes de enrolá-los:

Agora é só cuidar e manter os fones de ouvido prontos para o próximo treino! 😉

Oi, meninas, tudo bom?

Aqui é a Marilia Mitie, do @correinterior. Estou de volta para contar para vocês como foram as corridas Track& Field Etapa Shopping Dom Pedro (Agosto/2016) e Run the Night (Setembro/2016). Em ambas corri 21 km – sim, foi picada pelo bichinho da meia maratona! 😀

Track & Field Run Series – Shopping Dom Pedro (Campinas, SP)

A Track & Field Shopping Dom Pedro aconteceu em Campinas, no interior de São Paulo, no dia 28 de agosto. Retirei o kit da corrida um dia antes e, como é “tradição” da T&F, a loja estava com 15% de desconto. No kit vinha camiseta (amei a cor vermelha), meia de compressão e amostra da Granado.

Na semana anterior da corrida, fiquei gripada e tive receio de encarar os 21 km. Mas, como todo corredor, fui doente mesmo. 😛 O dia da prova estava lindo, céu azul e sol, perfeito para correr.

tfrs-campinas21k-altimetria

Altimetria da prova

O trajeto se revelou um grande desafio, com muitas subidas que apareceram logo no km 3. Durante a corrida encontrei uma amiga e uma deu força para a outra terminar.

Os pontos de hidratação estavam distribuídos a cada 2 kms mais ou menos. Pela primeira vez eu vi uma meia maratona ter ponto de alimentação que contava com banana, maçã, biscoito e refrigerante.

Depois foi só chegar e dar parabéns aos amigos que correram e se superaram.

tfrs-campinas21k

Aquecimento e a supermerecida medalha!

Run The Night 21k (São Paulo, SP)

Um mês depois, no dia 27 de setembro, participei de outra meia maratona, a Run The Night em São Paulo (SP). Foi uma das melhores provas que participei, super recomendo! Primeiro porque amei a cor da camiseta (menta, verde-água), depois ser noturna (o que ajuda no calor) e por ser dentro da USP (fácil para estacionar).

O kit da prova

O kit da prova

O percurso dos 21 km eram duas voltas de 10,5 km, que contava com duas subidas, mas nada impossível. Um dos aspectos positivos da prova foram os pontos de hidratação e de isotônico, que eram bem distribuídos. Amei tanto o percurso que consegui fechar a corrida sub 6 min/km (uhuuu!), me senti a última água do deserto. 😛

Altimetria da prova

Altimetria da prova

A única coisa ruim foi no final que havia muitas placas e acabei me confundindo e parei antes da hora! Ainda bem que as pessoas que estavam assistindo falaram: “vai, vai” e “continua”.

Depois da corrida, teve show, massagem e rolo para relaxar as pernocas (que eu usei, deu caimbra no final – bem feito, esqueci da cápsula de sal). Além disso, tinha arte circense, que amo de paixão, e ainda podíamos tirar foto com a mascote da Iguana.

rtn2016-marilia

Pós-corrida: superfeliz curtindo música e arte circense (amo!)

Corrida da Leitora é um espaço para compartilhar histórias, conquistas, superações, dicas e muito mais! Quer participar? Preencha o formulário e entraremos em contato.