Blog escrito por amigas que correm. Pouco, muito, devagar, rápido. Não importa como, quando e onde, o importante é correr.

21/10

2014

M5K 2014 – São Paulo

Por Ana Carô Amaral

caro-m5k2014

No último domingo aconteceu a M5K, a corrida para mulheres realizada pelo Mc Donald’s. A prova já é tradicional no nosso calendário de corridas e acontece no mesmo dia em várias cidades. Fomos convidadas pelo Mc Donald’s e adoramos, essa é a prova mais queridinha pela equipe, já que foi a primeira de todas nós, em 2012.

O percurso é todo pelo centro velho de São Paulo e, com certeza, meu favorito. Tem um pouquinho de subida, muita parte plana e, o melhor de tudo: toda a beleza que aquela região tão abandonada de São Paulo tem.

Por ser uma corrida só de mulheres e com um preço amigo para a inscrição (R$50!), a corrida é super concorrida e tem sempre muita gente que está se aventurando pelo mundo das corridas de rua pela primeira vez. Você vê muito grupo de amigas, familiares, colegas de trabalho… a mulherada toda se junta e vai. A energia é ótima, animação pura!

A largada é uma das mais demoradas: fiquei uns bons 20 minutos para conseguir realmente largar. É muita gente, todo mundo batendo palma, cantando, gritando… bem divertido.

O lado ruim de ter muita gente que não está acostumada às corridas de rua é o velho (e nada bom) paredão. Quem vai para correr tem que desviar de muita gente, ficar pedindo licença, cortando caminho por fora da proteção do percurso… isso irrita muita gente, acaba sendo comum você ouvir um grito de “OLHA O PAREDÃO”. Estou rindo agora, mas na hora confesso que fiquei um pouco cansada de tanta gente sem noção andando ao lado da amiga, conversando e nem prestando atenção de que estava fechando o caminho de todo mundo. Pra quem tá começando nas corridas de rua, vale ler esse post com algumas dicas. ;)

Fora isso, estava MUITO calor. Às 8h da manhã o termômetro já estava quase em trinta graus e o fato de só ter um ponto de hidratação durante todo o percurso pesou. Parte da água já tinha acabado quando passei pelo ponto, estava uma muvuca só… Para essa época do ano seria ótimo que as organizadoras colocassem mais pontos de hidratação, né?

No geral, gostei muito, apesar da muvuca toda. A animação da mulherada em pleno domingo de manhã, primeiro dia de horário de verão, compensa tudo. <3

Avaliaçãoregua_avaliacao_4

 

Maratona de São Paulo

Por Mari Frioli

foto-maratona-sp-mari

No último domingo, 20 de outubro, foi realizada a XX Maratona Internacional de São Paulo. Ano passado estava nos treinos para a minha primeira meia maratona e fui nesta corrida, gostei tanto do clima que este ano quis repetir a dose. :)
O legal da Maratona de SP é que são dois dias para retirar o kit e há uma feira onde você pode conhecer os lançamentos do mundo da corrida e ainda fazer algumas comprinhas, rs. Fui com meu filho pegar meu kit e foi bem rapidinho, estava bem organizado.
No domingo acordei cedo, morrendo de medo de perder o horário, já que era o primeiro dia do horário de verão <3. Consegui estacionar tranquilamente nas redondezas e até estranhei não ter os conhecidos flanelinhas. Procurei por alguns amigos, mas não encontrei ninguém no meio da multidão e o sinal do 3G tava horrível para se comunicar, então fui logo pegar um lugarzinho na largada.
Às 8h em ponto foi dada a largada para o pelotão geral, já com um sol forte. Fazia tanto tempo que eu não corria que me empolguei e esqueci de ligar o Garmin, hahahaha. Fui lembrar depois do primeiro quilômetro. :P Até o km 6 foi bem tranquilo, depois a quantidade de subidas e o sol forte fizeram meu ritmo cair, mas terminei em 1h00m48s. Engraçado que foi meu pior tempo nos 10km, mas fiquei mais feliz do que das outras duas vezes que corri a distância. :) Fiquei feliz por retornar a correr, por ter feito a maior distância em uma corrida este ano,já que com a gravidez corria no máximo 4km e no retorno aos treinos só tinha corrido 7km até agora. Mas o principal motivo é que voltou aquela empolgação com a corrida. :D Voltou aquela vontade de colocar o tênis e ir correr em qualquer lugar, em qualquer horário, com qualquer clima.Tava com saudades. :D
Obrigada a Fila pela cortesia na corrida. E parabéns a todos as guerreiras que completaram os 25km e a maratona, domingo não tava fácil correr. ;D

Avaliaçãoregua_avaliacao_5

Equipe Corre Mulherada

Beijos,

Equipe Corre Mulherada

20/10

2014

Olá mulherada, tudo bom?

Este mês a Ana Carolina foi ao lançamento dos novos relógios da TomTom para corrida e recebemos um dos relógios para testar. :) Durante duas semanas eu corri com o TomTom Runner Cardio.

De cara já gostei do design: bonito, moderno, leve e com um bom tamanho de visor (para quem não curte correr usando óculos, como eu, é excelente). Antes de ler o manual, tentei mexer no relógio e ele é muito intuitivo, fácil de usar, só li o manual para ter certeza de estar explorando todas as funções do modelo.

tomtom-runner-cardio-resenha1

Para usar o relógio o manual pede que você o carregue por completo, ele vem com um carregador USB que já conecta o relógio ao computador para enviar os dados. Eu senti falta de um adaptador para tomada, pois na correria do dia-a-dia é mais fácil encontrar uma tomada do que uma porta USB para carregar, mas nada que um adaptador não resolva. E se você está sempre na correria é só comprar um adaptador para o carro e problema resolvido! ;) A bateria dura em torno de 8 horas com gps e monitor cardíaco ligados e em torno de 10 horas sem as duas funções ligadas.

Para atualizar o relógio, baixar os treinos para análise e fazer um backup das informações é necessário a aplicação TomTom MySports Connect. O software é bem simples, você conecta o relógio ao computador e ele sincroniza suas atividades, o bacana mesmo é a integração entre a aplicação e os apps MapMyRun e MapMyFitness (disponíveis para IPhone, Android, Windows Mobile e Blackberry). E quem usa os aplicativos RunKeeper, Endomondo, Strava e TrainingPeaks também pode sincronizar os dados do relógio com o site dos apps. :) Além disso ele também exporta o arquivo da corrida para .kml, .csv, .gpx, .fit e .tcx. Para exportar eu sofri para configurar, já tinha feito algumas corridas e não consegui exportar as anteriores de forma alguma, somente as que corri depois de configurar para exportar para .tcx, então fica a dica… antes de correr escolha quais apps você irá querer exportar a atividade (isso também funcionou pro RunKeeper, só pegou as corridas após a configuração) e quais arquivos.

O principal diferencial deste para outros modelos de relógios de corrida disponíveis no mercado é que ele vem com um sensor que monitora os batimentos cardíacos sem a necessidade de uma cinta. E o monitor é super preciso. A medição funciona de acordo com as mudanças do fluxo sanguíneo no pulso e isto é feito através de uma luz que atravessa a pele e detecta a mudança dos reflexos de luz. O manual pede que você faça um aquecimento antes de correr para que os resultados sejam mais precisos, mas fiz o teste com e sem aquecimento e funcionou das duas formas.

tomtom-runner-cardio-resenha2

Relógio na caixa. Carregando o relógio. E eu toda acabada (o sorriso forçado, hahaha) depois de um treino.

Apesar de já haver alguns relógios no mercado que funcionam na esteira sem nenhum acessório, eu ainda não tinha testado nenhum modelo e amei essa função neste relógio. Tem dias que não rola o treino no parque e eu vou pra esteira, quando faço estes treinos fico sem informações do treino (somente as que a esteira dá: tempo, distância, ritmo e calorias), porque não tenho o acessório para o meu relógio. Gostei muito de saber com mais detalhes como foi meu treino na esteira. E o TomTom Runner Cardio mediu muito bem a distância e a velocidade. Apenas na primeira corrida tive que ajustar a distância, uma forma de calibrar o relógio para as corridas futuras.

Nas corridas na rua, o relógio encontrou bem rápido o sinal de GPS e marcou certinho a distância, fiz o teste num parque que já estou acostumada.

Configurar uma atividade ou um treino nele é bem simples, você seleciona e pronto, não precisa salvar, é automático. O relógio vem com cinco zonas de intensidade que você pode configurar para atingir o proposto no seu treino e ele avisa se você tem que acelerar ou diminuir: sprint (mais usado como parte do treino intervalado), speed (ritmo elevado para melhorar sua velocidade), endure (ritmo moderado para melhorar seu pulmão e a capacidade pulmonar), fat burn (para quem quer emagrecer) e easy (ritmo leve, mais usado para aquecer ou desaquecer). Fiz alguns treinos intervalados e só não curti uma coisa, na hora que temos que aumentar a intensidade ele bipa/vibra e já começa a contar o tempo/distância, poderia fazer como outros relógios e bipar 5 segundos para você ir aumentando a velocidade e para dar aquela respirada antes de um tiro, rs. :P

Você também pode configurar um treino de distância ou tempo e enquanto você corre ele mostra a porcentagem concluída. :)

tomtom-runner-cardio-resenha3

Tela onde você escolhe se irá correr na rua, na esteira ou usará o cronômetro. Tela do treino intervalado (eu tinha acabado de terminar um :P). Tela de como são exibidos os dados de uma corrida.

Enquanto você corre, você consegue ver fixo na tela a distância e o tempo decorrido, e com um clique você consegue ver a hora, a distância, o pace, a velocidade, as calorias queimadas e os batimentos cardíacos, cada informação, um clique no relógio e ele vibra. Os dados são fixos, não há como configurar uma forma personalizada de exibição da tela.

No geral eu gostei muito do relógio: bonito, leve, fácil de usar, fácil de configurar. Atende perfeitamente ao proposto que é marcar a corrida na rua e na esteira, há todos os dados necessários para conferirmos nossa evolução e os dados são precisos. Ao utilizar o relógio não encontrei nenhum problema. Somente o software para exportar dados que poderia ser um pouco melhor, mas se você utilizar um app terá todos os dados completos nele.

Aqui no Brasil este modelo custa R$1.799, acho um valor alto, mas ele é um bom relógio e não ter que comprar (e carregar) acessórios, somente o relógio é excelente! Eu sou mega esquecida e fiquei desejando um TomTom Runner Cardio pra chamar de meu. <3

Mari Frioli

Beijos,

Mari

Querendo muito um relógio desse pra chamar de meu! :P

17/10

2014

Olá mulherada linda! :)

Imagina a música ai… “Vem chegando o verão, o calor no coração, essa magia colorida, queremos queimar as gordurinhas…” rsrs. Pois é, o verão se aproxima e a gente quer ficar bem pra usar regata, vestido, saia, biquíni… né não? Muita gente nessa época apela pra uma dieta restrita pra emagrecer rápido, mas posso propor outra coisa? Que tal você começar agora uma reeducação alimentar visando o verão de 2016? Tá longe? Tá. Mas você poderá ir mudando aos poucos sua alimentação e o peso vai baixando de uma forma saudável, e o melhor, sem sofrimento. :) Mas se você quiser perder poucos quilos, pode até chegar no verão 2015 já no peso desejado com a reeducação alimentar. ;)

Já falamos aqui sobre reeducação alimentar, quase todas nós do CM fazemos, e hoje venho com uma dica super legal para ajudar quem ainda fica na dúvida na hora de montar um prato bonito e saudável para emagrecer. :)

Essa dica eu recebi da minha nutricionista, é sempre importante consultar uma nutricionista antes de iniciar uma dieta, pois ela avaliará o que é melhor para você, para seu objetivo e estudará as necessidades nutricionais para a promoção, manutenção e recuperação da sua saúde. ;)

Um prato balanceado é muito importante, pois consumiremos uma maior quantidade de vitaminas e minerais necessárias para o nosso corpo. Ao nos alimentarmos com uma refeição balanceada deixamos nosso corpo em equilíbrio e isso faz muito bem pra nossa saúde. :D

Para montar um prato saudável para seu almoço ou jantar e emagrecer comece dividindo o prato em 4 partes: em uma você colocará salada crua, em outra legumes cozidos, em outra carboidratos e em outra proteína. Mas qual alimento entra em qual parte? Essa é a hora que pode confundir, então listei abaixo o que entra em cada parte para te ajudar. ;)

Em saladas cruas entram todas as folhas (alface, agrião, rúcula, almeirão, couve, repolho, etc), pepino, palmito e o tomate (que é uma fruta) crus.
Na parte dos carboidratos entram os alimentos ricos nele: arroz, arroz integral, macarrão, batata, batata doce, mandioquinha, mandioca, milho, cenoura e farinhas. Também entram aqui as leguminosas, também chamadas de proteínas vegetais: feijão, grão-de-bico, soja, lentilha. Neste 1/4 o ideal é colocar metade de alimentos que são carboidratos e outra metade com leguminosas.
Nas proteínas são todas as proteínas animais, o ovo e as carnes: frango, carne vermelha magra, peixe, camarão, peito de peru, presunto magro.
Em legumes cozidos entram: beterraba, chuchu, brócolis, berinjela, abobrinha (e outros legumes) e as folhas cozidas (escarola, acelga, espinafre,  etc).

prato-saudavel-4partes-reeducacao-alimentar

Se você quer emagrecer, é sempre importante dar preferência aos carboidratos integrais, as carnes com pouca gordura (e sempre tirar a gordura de alguma antes de comer). No preparo você deve privilegiar os alimentos cozidos, grelhados e assados, evite frituras. ;)

Se você já está no seu peso e quer montar um prato saudável, divida seu prato em 5 partes, só que diferente de quem está emagrecendo, a parte de leguminosas não divide espaço com os carboidratos. ;)

Boas refeições! ;)

Mari Frioli

Beijos,

Mari

Sempre aprendendo algo novo na reeducação alimentar. ;)

Página 1 de 12712...102030...Última »