Nos últimos finais de semana, a equipe do blog se dividiu para participar de provas diferentes pela cidade de São Paulo. A Ju Vargas correu a etapa Aricanduva do Circuito Popular de Corrida de Rua no dia 27/09. No domingo seguinte, 4/10, a Aline participou da M5K no Parque Ibirapuera e a Mari fez a Meia de Sampa. Veja como foi!

Circuito Popular de Corrida de Rua – Etapa Aricanduva
Por Ju Vargas

O Circuito Popular de Corrida de Rua e Caminha da Família é uma iniciativa muito bacana da Prefeitura de São Paulo. Ao longo do ano, são realizadas diversas corridas gratuitas (siiim!!) em todos os cantos da cidade, organizadas pelas Subprefeituras. Você pode ver o calendário completo de provas no site oficial. Quem sabe terá alguma pertinho de você? 😉

No dia 27 de setembro, aconteceu a Etapa Aricanduva no Parque Ceret, que fica localizado no Jardim Anália Franco, na Zona Leste. Como é do lado de casa, não tinha desculpa para não participar, né? Conseguimos pegar o cupom na Subprefeitura e fizemos a inscrição online.

circuito-popular-aricanduva-2015Correndo com nossos vizinhos e amigos! 🙂

O kit era composto por uma camiseta, alfinetes, chip descartável e número de peito. Apesar da fila, a retirada foi bem tranquila, no dia anterior à prova. A estrutura foi simples, com o pórtico de largada e chegada dentro do parque, tenda para distribuição de medalhas e pontos de hidratação na largada/chegada e no quilômetro três. Não tinha frutinha, isotônico, brinde, nada disso, mas considerando que a prova é gratuita, achei bem organizado. Banheiros, só os do próprio parque mesmo, que são ok.

Às vezes eu treino no Ceret, e já sabia o que me esperava nessa prova: subidaaaas! O que eu não esperava é que o percurso (de 5k) seria praticamente subidas e descidas… Sério, o trecho plano não deve ter somado 500 metros — e olha que eu conheço o parque, hein?

circuito-popular-aricanduva-2015-medalhasMedalhinha suada, mas com surpresa boa: opção desafiadora para os treinos em circuito misto

Poderia treinar muito mais no Ceret, o parque é bem sinalizado, limpo, seguro, com muitos bebedouros pelo caminho, mas as subidas desanimam hahahaha… Além disso, sempre rola uma preguicinha de dar voltas e voltas no mesmo lugar — o que agora mudou. Achei o percurso que desenharam para essa prova muito interessante, e o que ele tem difícil não tem de monótono: foram duas voltas diferentes dentro do parque (cerca de 1,5 km cada) e uma volta na avenida do entorno (os outros 2 km). Já quero repetir nos próximos treinos, quando tiver que fazer circuito misto. 😉

Duas voltinhas dessa por semana e vou sair voando nas próximas corridas! Hahahaha… Quem mais encara?! 😛

Avaliação: 

Meia Maratona de Sampa
Por Mari Frioli

No último domingo, 4 de outubro, foi realizada aqui em São Paulo a prova Meia de Sampa. A prova tem as distâncias de 5 km, 10 km e meia maratona. Eu sempre tive vontade de correr essa prova, ano passado a Erica e a Ju Ferrer participaram e fiquei ainda com mais vontade. Então quando surgiu a oportunidade de ir este ano, nem pensei duas vezes! E ó… foi maravilhoso! 🙂

A retirada dos kits poderia ser feita na sexta ou no sábado na Decathlon, fui no sábado e estava super tranquilo. Peguei o kit e aproveitei para dar uma olhada na loja. No kit vinha boné, camiseta, número de peito, alfinetes, gel de carboidrato, isotônico em pó e uma mochila bem bonita da prova.

meia-de-sampa-galera-corrida

Antes da largada, muitas fotos com os amigos (boa parte vai pra Disney em 2016). Correndo. E a última foto: Karina, eu e Nathalia comemorando os RPs! 😀

A largada da prova era às 7h para todas as distâncias, cheguei bem cedo para estacionar com tranquilidade e fui retirar o chip. Essa é a única parte que não curti, acho bem mais prático o chip descartável. Mas foi tranquila a retirada. Logo encontrei os amigos e depois de muitas fotos, fomos pra largada. Eu larguei com duas amigas, ia com a Karina, mas ainda no primeiro quilômetro decidi alcançar a Nathalia. Eu que tinha ido só pra completar a distância, pois tinha passado a semana toda tomando antibiótico por conta de uma laringite, engatei a primeira e só fui parar ao cruzar a linha de chegada. Consegui bater meu melhor tempo em meia-maratonas e terminei em 1h55’14”. \o/

O clima estava do jeito que eu gosto, frio, mas agradável e a estrutura da prova foi perfeita. Havia postos de hidratação durante todo o percurso, com água, em alguns com isotônico e tinha até banana! Além disso, o percurso tem subidas e descidas, mas nenhuma absurdamente forte. Estava bem sinalizado para todas as distâncias. Tudo isso contribuiu e consegui o RP! <3

Avaliação: 

M5K SP
Por Aline

No último domingo, aconteceu mais uma edição da corrida M5k – Mulheres em Movimento, para quem não sabe, foi a primeira corrida para boa parte da equipe, então temos um carinho especial. Já falamos como foram nos anos de 2013 e 2014.

Neste ano, a corrida mudou de lugar, ao invés do Centro de São Paulo, aconteceu nas intermediações do Parque do Ibirapuera, confesso que a princípio achei ruim, adoro correr no centro e faz bastante tempo que não corro por lá, mas acabei entendendo a organização! Tinha muita, mas muita gente mesmo.

m5k-2015-1

Na largada

Diferente dos dois últimos anos, o clima estava bem gostoso, friozinho e perfeito para correr. A largada estava marcada para as 7h, eu demorei um pouco para ir para largada e peguei muito fluxo, consegui largar perto dos 9 minutos já e mesmo assim comecei com um trote bem tranquilo, porque não dava para correr muito. Por ser uma corrida feminina, com distância curta, a mulherada aproveita mesmo para ir.

Para mim, a M5K é uma prova para paquitar e uma grande festa, reunir as amigas, incentivar quem quer correr pela primeira vez, e o meu clima de corrida foi totalmente este… rs. Não fiquei ultrapassando paredões e nem estressando, fui correndo e conforme dava, avançava, quando vi a prova terminou.

O único detalhe, na chegada poderiam orientar melhor a mulherada, muitas chegavam e ao invés de continuar no trote ou andando mesmo e dispersar mais na frente, paravam de uma vez, quase bati em uma menina!

m5k-2015-2

Com a medalha e assistindo a premiação

Pegar o kit pós-prova foi bem tranquilo e rápido, tinha fila, mas tinha vários pontos para retirá-lo.

Gostei de participar novamente da corrida e perceber que evolui bastante desde a primeira. 🙂

Avaliaçãoregua_avaliacao_4_laranja

Deixe o seu comentário!