No último domingo (29) rolou a primeira etapa do Circuito Athenas em São Paulo (SP) e eu e a Mari participamos nas provas de 5k e 10k, respectivamente.

athenas2015-etapa1sp-largada

Não é a primeira vez que eu corro a Athenas e, assim como nos anos anteriores, a prova estava bem organizada. Apesar das inscrições terem se esgotado, a largada foi de certa forma tranquila. Eu, que prefiro largar um pouco mais atrás para evitar a muvuca e respeitar o pace dos colegas mais rapidinhos, rs, atravessei a largada aos 4 minutos e corri com pessoas que estavam em um ritmo parecido com o meu. Claro que sempre tem um atrasadinho que quer ultrapassar todo mundo, correr na “contramão” etc., mas não chegou a me atrapalhar. Nada de paredões, pessoas carregando faixas (!), andando de bike no meio da pista e outras situações chatinhas que encontramos em outras provas… Água em temperatura agradável (nem quente, nem geladíssima), clima ameno (consegui escapar da chuva!) e sinalização correta também ajudaram.

Na chegada, a organização deixou os pipocas atravessarem o portal, mas logo encaminhavam quem estava sem o número de peito para as laterais da grade. Assim, só quem estava inscrito na prova seguia adiante para pegar água, fruta (banana e maçã) e a medalha. Achei bacana! Não tenho nada contra pipocas (a rua é pública, afinal), mas quem está participando da prova merece ter sua fruta e sua suada medalha sem confusão no final, né?

athenas2015-etapa1sp-medalhasMari e eu com nossas medalhas

A arena da Athenas fica a algumas quadras da largada e isso também ajuda a dispersar melhor os corredores na chegada. Quem seguiu para a arena foi recebido com Gatorade e os novos picolés de fruta da Nestlé (deliciosos!). Nos estandes, degustação de queijos Tirolez e smoothies da Queensberry, food trucks, massagem e alongamento com TRX.

A gente já comentou sobre isso em anos anteriores, mas vale sempre repetir que o Circuito Athenas é uma ótima oportunidade para quebrar recordes pessoais e experimentar uma distância mais longa pela primeira vez, já que o percurso é predominantemente plano. Em São Paulo, a prova é realizada na Marginal Pinheiros, com largada e chegada na altura da Ponte Transamérica.

A Mari fez o percurso de 10k, por isso pedi para ela comentar também como foi a primeira etapa para quem optou pela prova mais longa:

Como sempre o evento foi super bem organizado. No dia da entrega dos kits havia uma barraca com fitinhas de pace, peguei a do meu e adorei que só entrava na área quem estivesse com a fitinha, porque normalmente a área da frente é um absurdo de cheia. O ponto negativo é que muita gente não viu a barraca e estava sem a fitinha, na próxima a fitinha poderia vir dentro do kit.
Consegui largar com tranquilidade e manter um ritmo bom, sem muitas ultrapassagens. Havia muitos pontos de hidratação, bem abastecidos e um ponto de isotônico, que eram servidos em copinhos abertos (e são horríveis para tomar). Não tem problema ser copinho no final da prova quando você está andando, no meio da prova é bem melhor os saquinhos #fikadika.
No mais a medalha dos 10k era diferente da dos 5k e achei linda! Fui para a prova para fazer os 10k sub 55′ e completei em 53’30”, primeira meta do ano atingida e muita felicidade por ter conseguido! 😀

Realmente, as medalhas diferentes (“foguinho” para 5k e “fogão” para 10k) foram a novidade de 2015 e deixaram aquela vontadinha de experimentar uma distância mais longa na próxima etapa! Hahahaha… 😀

E como em todas as provas, a melhor parte é poder reencontrar os amigos e correr ao lado de tanta gente querida! <3 Os amigos, esses sim, são as nossas verdadeiras medalhas! 🙂

athenas2015-etapa1sp

E você, participou do Circuito Athenas? Deixe suas impressões nos comentários! 🙂

Deixe o seu comentário!