Olá mulherada!

Neste último fim de semana viajei para Florianópolis para ir no casamento de amigos e aproveitei que no domingo haveria a Meia de Floripa e me inscrevi! <3 Sempre quando viajo eu dou uma olhadinha pra ver se tem alguma prova por perto.

A retirada de kits poderia ser feita na sexta e no sábado, como o casamento era às 17h e meu voo chegava às 14h30, uma amiga pegou o kit pra mim (Obrigada Karina! <3). A retirada estava bem tranquila e organizada. No kit veio boné, camiseta, gel, número de peito e chip.

No dia da corrida acordei bem cedinho, 2h antes da largada, me arrumei, tomei café rapidinho no hotel (que apesar de longe da largada, também tinha esquema de café da manhã mais cedo para os poucos corredores que estavam nele – me hospedei em Jurerê no hotel do casamento) e faltando 1h30 pra largada eu sai.

O Waze avisava que demoraria 30 minutos. Ledo engano… quando estávamos a uns 7km do local da largada, pegamos um trânsito que não andava, o carro não saía do lugar e a hora passando e nada. Faltando 20 minutos pra largada, muita gente começou a sair dos carros e no desespero eu fui também. O problema é que tava todo mundo seguindo um rapaz, morador da cidade, mas ele não sabia de nada, e a maioria das pessoas do grupo era de fora da cidade. Pior que o povo via um monte de corredores juntos na rua e ia aumentando o grupo, rs. Imagina o nervosismo e ansiedade!

Pensei nas minhas possibilidades, tinha a localização da Karina no celular (ela estava na largada) e só me restava correr pra dar tempo, então taquei o pau em correr, atravessei uma das pontes (que depois descobri que correria) e encontrei um moço da organização, quando ele falou que faltavam ainda 4km pra largada, deu vontade de chorar. Liguei pro meu marido pra saber onde ele estava e fui atrás do carro. Consegui encontrar ele e ele me levou até mais perto, daí fui trotando até a largada.

Enquanto eu corria pra conseguir chegar na largada, achei que pela primeira vez na vida ia perder uma prova por não chegar a tempo. Só consegui por conta de não ter medo de correr antes da prova (quem corre 42km, faz um aquecimento mais longo antes de 21km, rs) e por conta da ajuda de outras pessoas: Karina que ficou com o meu kit, e pra dar tempo de ela correr e eu tentar, deixou meu kit numa tenda e o pessoal me entregou. E como não daria tempo de deixar minhas coisas no guarda-volumes, fui na tenda do Team Phenomenal Hope Brasil e eles cuidaram das minhas coisas. <3 Agradeci muito a eles, e agradeço novamente.

meia-de-floripa-corredora-meia-maratona

Durante e depois. 🙂

Daí eu já tava ligada no 220v e continuei… Corri pegar meu kit, corri colocar chip (que não era descartável), número de peito e corri pro banheiro. Larguei na maior adrenalina com o locutor anunciando que já iam encerrar a largada.

Quando passei pela largada respirei aliviada. Acho que só consegui correr depois de chegar porque sabia que a prova era um treino, o mais importante não seria o tempo, mas sim completar a distância. E toda a correria serviu como um grande aprendizado… não confiar mais no Waze e sair bem cedo quando não conhecer o lugar.

O que aconteceu depois com toda certeza foi por conta da adrenalina que já estava à toda e também por conta de ter me aquecido (uns 3km, rsrsrs), eu comecei mega animada, pois estava super feliz por ter conseguido largar e conseguiria fazer meu treino. De cara já encaixei um ritmo e fui nele até o final, assim… reloginho. Fui ainda cumprimentando corredoras que eu conhecia, fazendo snap… e foi a minha melhor meia deste ano. 😀

Este ano tem sido tão incomum, muitas meia-maratonas próximas (essa foi a 6ª do ano), muitas viagens e mesmo treinando forte, eu não estava rendendo como no ano passado. Nessa prova tudo deu certo (e ó que no dia anterior tava num casamento), treino foi perfeito e me animou para a minha prova-alvo do ano. <3

O tempo estava bem frio, na largada estava 6º, e pela primeira vez corri com calça comprida e manguito. O percurso era lindo, visual muito incrível, que eu indico para todos! Um visual bonito anima qualquer corrida, isso tornou tudo ainda mais especial, e pra completar o percurso era bem plano.

Com toda certeza uma das meia-maratonas que mais gostei de correr, e gostaria de correr novamente. 🙂 Achei uma prova com percurso e clima perfeitos para quem quer bater seu tempo.

Agora para completar o circuito 21kSudamericano da Ativo falta só correr a Meia de Buenos Aires, pois no ano passado já corri a Meia de Sampa. 😉

 

  1. Camila disse:

    Uau… confusão de final feliz!!! Parabéns Mari!!! Tbm corri, mas 10! Moro em Floripa e sempre corro naquela beira mar, mas este dia foi realmente especial, visual incrível. Bj

  2. Daise disse:

    Oi, Mari
    Eu também estava lá, fiz minha primeira prova da vida. 😀
    Eu sou de Floripa e também fui pega pelo trânsito trancado. A razão era justamente a prova: com o ocupação de parte das pontes e a interrupção da Avenida Beira-Mar, o trânsito afunilou na saída da ilha. Meu marido e eu também ficamos preocupados com o horário, mas felizmente também deu tudo certo pra nós.
    Beijo.

  3. Carina disse:

    Mari, também sou de Floripa, foi minha primeira corrida de rua! Fiz a de 5k, como o namorado mora perto da Beira Mar Continental (onde foi a largada) foi mais tranquilo, moro próximo da Av. Beira Mar Norte, perto do hotel onde retiramos os kits. E toda corrida e até Iron Man dá esses problemas com trânsito.
    Mas a corrida foi legal e apesar do frio eu consegui correr os 5k direto. 🙂

  4. Amanda disse:

    A meia foi incrível mesmo! Tudo deu certo: dia lindo, temperatura e altimetria perfeitas pra fazer tempo bom!!

    Eu fiquei um pouco irritada porque fizeram a maior confusão na retirada do meu kit (eu havia feito inscrição em equipe para mim e mains 4 pessoas), mas eles deram um jeito ali mesmo e daí pra frente foi só alegria!!! Que prova linda! Eu amei!

Deixe o seu comentário!