Em 2016, a Adidas lançou o Pure Boost X, um tênis pensado especialmente para as mulheres. Foi uma baita quebra de paradigma, aliás, já que ainda hoje a maioria dos produtos disponíveis no mercado na numeração feminina são adaptações das versões masculinas.

O grande diferencial do Pure Boost X era o seu arco flutuante – uma parte do cabedal fica destacada da sola, envolvendo todo o pé na sua região central. Então, fica um vão ali entre o pé e o solado. Era muito diferente!

Pois bem, em março desse ano, a Adidas trouxe essa tecnologia do cabedal do Pure Boost X para mais um dos modelos mais queridinhos da sua linha de corrida –  o Ultra Boost – lançado o Ultra Boost X.

Seria a junção com o melhor desses dois tênis pensada especialmente para a mulherada? Claro que eu fiquei doidinha para testar e descobrir por mim mesma! E agora, depois de ter rodado alguns bons quilômetros com ele, inclusive em algumas provas, venho contar minhas impressões para vocês! 😉

Beleza e Design

Eu sempre gostei do design do Ultra Boost e a versão X do modelo não me decepcionou. Não acho que é um tênis que transita bem no casual – pra mim, ele tem muita cara de corrida e performance – mas uma coisa é certa: ele sempre chama a atenção e desperta a curiosidade das pessoas!

No Brasil, são cinco cores disponíveis no momento: além do salmão com preto, que foi a primeira versão lançada, temos outras opções mais neutras, em preto, branco e cinza, e uma mais vibrante, em coral.

Além disso, o Ultra Boost X já ganhou algumas edições limitadas, produzidas pela Adidas com seus parceiros principais. A estilista Stella McCartney redesenhou o suporte do cadarço em uma versão mais fashionista do modelo, toda off white com pequenos pontos de cor no solado. Chiquérrima, porém uns bons reais mais cara que a versão “normal” do tênis!

Lá fora, outra edição especial que se destaca é a que foi produzida com a Parley Ocean Plastic. O modelo é fabricado com resíduos plásticos retirados do oceano e vem em lindos tons de azul inspirados nas águas mais profundas. Malha, entressola e contraforte são feitos de material PET reciclado, reutilizando, em média, onze garrafas de plástico em cada par. Legal, né?

Conforto e Amortecimento

Utilizando o sistema ARAMIS, tecnologia que captura os movimentos permitindo uma análise detalhada do corpo, o time de inovação da Adidas conseguiu identificar o ponto exato em que o pé das mulheres precisa de mais suporte e onde precisa de espaço para que possa se expandir naturalmente durante a corrida. O arco flutuante do Ultra Boost X foi desenhado para refletir a silhueta natural do pé feminino, adaptando-se ao formato do médio-pé enquanto corremos.

Outra diferença do Ultra Boost X para o Ultra Boost tradicional é o seu contraforte mais estreito, que se adapta melhor ao calcanhar feminino. Logo que você veste o tênis, já percebe como esse suporte é diferente de qualquer outro modelo. É como se você vestisse uma meia mesmo, e pode até parecer um pouco estranho no começo (justo demais, talvez). Eu usei com meia apenas na primeira vez (como na foto ali em cima); depois sempre corri sem, pois acho que fica mais confortável.

Todo o cabedal é feito em Primeknit, um tipo de malha elástica de crochê, o que aumenta a respirabilidade do tênis. A entresssola é toda em tecnologia Boost, o que traz não apenas amortecimento, mas também maior retorno da energia. A princípio, eu achei que tinha amortecimento demais (ele me pareceu um pouco mais alto que a primeira versão do Ultra Boost), mas depois de alguns treinos me adaptei bem. E quanto maior a velocidade que corremos, mais sentimos o efeito do Boost, então é um tênis que de certa forma te incentiva a ir mais rápido, porque ele fica mais “gostoso” quando estamos num ritmo acelerado, hahahaha… 😉

Na minha resenha da primeira versão do Ultra Boost, eu comento que a sola desliza um pouco. Isso foi corrigido já na versão seguinte do Ultra Boost, portanto não é uma preocupação no Ultra Boost X, que uma tração excelente para corridas em ambientes urbanos.

Peso, Pisada e Drop

O Ultra Boost X é indicado para pisada neutra. O peso no tamanho 36 é de 234 gramas (o peso varia conforme a numeração). O drop dele é altinho: 10 mm.

Tecnologias

  • Cabedal de Primeknit – envolve o pé como uma meia para proporcionar maior conforto.
  • Sistema de Contraforte – estrutura diferenciada no calcanhar, que permite o movimento natural do tendão de Aquiles.
  • Torsion System – suporta o movimento natural do pé do calcanhar ao dedo do pé.
  • Sola Continental Rubber 4-way – desenhada para o andar feminino, fornece uma boa tração para as corridas urbanas em qualquer condição.
  • BOOST – conforto ultrarresponsivo e amortecimento que armazena e devolve energia cada vez que o pé toca o chão.

Custo x Benefício

O preço sugerido no lançamento foi de R$ 899,99 (ouch!), mas hoje já é possível encontrar nas lojas virtuais por volta dos R$ 700 reais. É um tênis para quem quer muito um tênis de corrida de alta performance e gosta de amortecimento, em especial, da tecnologia Boost. Se você já estava pensando em comprar o Ultra Boost, acho que vale sim trocar pela versão X, pensada para as mulheres. Quanto à versatilidade do tênis, achei bem tranquilo fazer outros treinos com ele, como musculação e funcional, mas para usar no casual já acho um pouco mais difícil a transição.

Opinião geral

O Ultra Boost era um dos meus tênis favoritos de corrida, e o Ultra Boost X conseguiu me surpreender positivamente. De fato, senti que ele é mais confortável e dá um suporte maior que o Ultra Boost tradicional porque se encaixa bem mais nos nossos pés. O único porém é o preço, mas fique de olho nas promoções porque vale a pena experimentar (dica: nas Runbases da Adidas, você pode pegar o modelo emprestado e sentir por si mesma). Sério candidato a ser um dos meus favoritos de 2017!

Onde comprar: AdidasCentauro

Há pouco tempo, a Carô fez um post só com tênis pretinhos e a gente não podia deixar de postar sobre o pretinho mais comentado dos últimos meses: o Adidas Ultra BOOST!

adidas-ultraboost

Antes mesmo de ser lançado, o Ultra BOOST deu o que falar. A Adidas fez todo um mistério em torno do seu lançamento, prometendo um calçado revolucionário para os corredores. Segundo a marca, é “o melhor tênis de corrida de todos os tempos”. Uau! Lógico que ficamos ansiosas para testar 😉

Para comemorar a chegada do tênis ao Brasil, a Adidas realizou um evento no Centro de Práticas Esportivas da USP. Debaixo de chuva, pudemos testar o modelo na pista de atletismo em um treino de ritmos intervalados. A ideia era ver como o tênis reage em diferentes velocidades.

ultraboost-ig1 ultraboost-ig2
Fomos conhecer o Ultra BOOST em um treino na USP

De lá para cá, já experimentei o tênis no parque, na esteira, no asfalto (em prova!) e até mesmo na academia, para musculação, e em aulas de funcional. Ou seja: usei muuuuuito! 😛

Beleza e Design

Até pouco tempo, o Ultra BOOST só estava disponível na cor preta, com alguns detalhes em um roxo-azulado. Aos poucos, a Adidas está liberando outras opções de cores, tanto femininas como masculinas.

ultraboost-coresNovas cores disponíveis no Brasil

Mas o preto é lindo demais! Na minha opinião, é a cor mais bonita — simples e elegante. Até a minha mãe elogiou, hahahahaha…

Também vão chegar edições limitadas do Ultra BOOST. Aqui no Brasil, já está à venda a versão de Stella McCartney (mais cara que o original, sai por quase mil reais!). O modelo é voltado para corridas noturnas, com elementos que brilham no escuro na biqueira e no calcanhar, e tem um visual bem diferente!

adidas-ultraboost-stella
Adidas aSMC Ultra BOOST Knit, assinado por Stella McCartney

A coleção ainda terá modelos assinados por designers como Kris Van Assche e Junichi Abe (da marca Kolor) e pelos diretores criativos da Adidas, Dirk Schönberger e James Carnes.

Conforto

Com o cabedal produzido em Primeknit Sock (um material tricotado), ele veste como uma meia e é muito confortável. O tricô ventila bem os pés, sem aquecer. O calcanhar tem um suporte plástico (na cor roxo-azulado) que dá mais firmeza aos pés, assim como o cadarço. Ele se encaixa muito bem ao pé. O único porém é que é preciso tomar cuidado com pisos mais escorregadios em dias de chuva, porque o solado desliza um pouco quando está molhado.

ultraboost-lookbook

Amortecimento

Basta dar alguns primeiros passos com o Ultra BOOST para sentir o efeito de “mola” do calçado. Você sente que ele dá um impulso (o “boost”) mesmo trotando. Esse amortecimento acima da média não só ajuda na corrida, como também em outras atividades, inclusive na musculação. Eu, que gosto de tênis mais baixinhos e leves, raramente uso o mesmo calçado para a musculação (nos treinos com peso, sinto falta de um solado mais alto) — o Ultra BOOST foi um dos poucos modelos que testei que gostei tanto para correr como para malhar.

Peso

268 g (varia de acordo com a numeração). A sensação nos pés é de um calçado mais leve, especialmente por causa do amortecimento.

Pisada

Neutra.

ultraboost-detalhesAlguns detalhes do Ultra BOOST

Tecnologias

  • BOOST – entressola leve composta 100% com tecnologia BOOST. Segundo a marca, o modelo oferece o maior retorno de energia do mercado graças às milhares de cápsulas que armazenam e liberam energia em cada passada.
  • Torsion System – suporte no centro da sola do pé para garantir que a parte dianteira e traseira se movam de forma independente. Proporciona estabilidade e melhor adaptação à qualquer superfície.
  • Continental – solado em borracha aderente para trazer firmeza.

Custo x Benefício

Não acho que 700 reais seja um valor acessível. É um belo investimento! Por outro lado, se você pensar que é um tênis que pode ser usado tanto para correr como para fazer musculação, ou em treinos funcionais, o Ultra BOOST passa a ser uma opção interessante.

adidas_ultraboost2

Opinião Geral

Eu fiquei bastante satisfeita com o Ultra BOOST! Além de bonito e confortável, ele tem uma performance excelente na corrida, seja na rua ou na esteira, e responde bem em diferentes velocidades. Também é um tênis “multiuso”, que vai te acompanhar em várias atividades — e até mesmo no dia a dia, para quem gosta de combinar tênis com looks casuais. 😉

Preço: R$ 699,99
Fabricante: Adidas
Peso: 268 g
Pisada: Neutra

post_presente

1