Já falamos neste post sobre o lançamento dos tênis de performance da Skechers. A Bru fez o review de um deles, o GORun Ride 3 (veja aqui) e hoje falarei do GORun 3, modelo da marca projetado para velocidade que recebi há quase 2 meses, mas devido a fratura que sofri na Indomit, só pude testá-lo de fato há algumas semanas.

2Skechers Go Run 3

Quando recebi o tênis confesso que fiquei muito curiosa, pois estava acostumada a usar somente produtos das marcas mais conhecidas no Brasil. Bobagem minha, confesso! Até porque além do fato do corredor Meb Keflezighi vencer a Maratona de Boston com um Skechers GO Run nos pés, ambos os tênis ganharam destaque no guia de calçado da Runner’s World 2014 como “melhor compra”.

Beleza e Design

Skechers-GORun-3

Para ser bem sincera, quando vi pela primeira vez, achei que tinha um pouco ‘cara de tênis infantil’. Talvez por causa das cores (desde que comecei a correr esse foi meu primeiro tênis coloridão). Confesso que gostei mais do verdinho (mudaria o cadarço) e o preto. Mas é questão de gosto, porque o marido achou “maneiríssimo” logo de cara. Engraçado que hoje já não o vejo assim! 🙂

Gostei do detalhe na dianteira do cabedal (sistema triplo de malha Power-prene formando um desenho triangular) e o fato de ser baixinho, não robusto, como a maioria dos meus tênis.

Conforto

Neste quesito me conquistou de cara, ele é uma delícia no pé. A malha é bem flexível, com suportes laterais, a língua (lingueta) é fininha e não precisei desamarrar o cadarço na hora de calçar. Como na época que recebi ainda não podia correr, caminhei com ele. O solado dele é em borracha termoplástica antiderrapante e a entressola em EVA, que dá a sensação de estar andando sobre isopor.

Já na corrida não tive problemas com bolhas (eu e meus pezinhos ultra sensíveis e problemáticos rs). Ele tem ante pé mais espaçoso que permite apoio enquanto oferece espaço para os dedos. Outra coisa que gostei foi a respirabilidade, todas as vezes que corri com ele não senti calor terrível nos pés.

Peso

Ele é muuuito leve!

Pesa 147g no feminino 36 (meu número de tênis).

Pisada

Neutra. Tenho pisada levemente supinada (pé direito) e muito supinada (pé esquerdo). Virei o pé uma única vez caminhando, mas até agora não tive problema nenhum correndo com ele. Talvez seja por causa da tecnologia M-Strike, que promove a pisada com a parte central do pé. De certa forma senti impulsionar um pouco para frente, me colocando numa posição de corrida mais confortável.

Amortecimento

O GO Run está na categoria de tênis minimalistas. Tem drop de 4mm, que traz uma sensação de correr descalça. Para sentir mais ainda o terreno ou a pisada é só retirar a palmilha. Eu que estou acostumada a correr com tênis robusto que possui alto amortecimento estranhei um pouco no início. Corri com e sem a palmilha e achei melhor fazer a transição com a palmilha, pelo menos por enquanto. É muito diferente correr sentindo mais o solo, confesso que gostei da experiência.

Custo x Benefício

O tênis custa em média R$ 299,00. Ótimo custo benefício!

Tecnologia

Além das tecnologias citadas, o GOrun 3 possui sensores independentes GOimpulse, que oferecem flexibilidade e feedback para uma experiência de corrida responsiva e Entressola Resalyte™, exclusivo composto injetado com retenção de memória que ajuda a absorção do impacto.

1SKECHERS GO RUN 3

Opinião Geral

Skechers GOrun 3 é um tênis minimalista projetado para velocidade. Corri com ele em treinos intervalados e gostei muito. Como ainda não estou fazendo longos, não posso dar minha opinião.

Ele é macio, super confortável e não retém o calor dos pés. Apesar da minha pisada ser bastante supinada no pé esquerdo, não tive problemas no joelho (local onde mais sinto por causa da pisada), como normalmente acontece com alguns tênis de pisada neutra. Apesar do design não ter me conquistado completamente (foi me conquistando aos poucos), no geral (principalmente no quesito performance), me surpreendi positivamente com a marca. É sem dúvida, um ótimo custo benefício. 🙂

 

Preço:R$ 299 na CentauroR$ 269 na Netshoes | R$ 254,90 na Kanui
Fabricante: Skechers
Peso: 147g (tamanho 36 feminino), 198g (tamanho 41 masculino)
Pisada: Neutra

post_presente

Oi, meninas! Tudo bem?

Acabei de voltar da minha lua de mel e recebi um presentão da Asics! Muitas de vocês já conhecem a campanha Outubro Rosa, não é mesmo? Essa é uma campanha de conscientização sobre o câncer de mama, em especial entre as mulheres. Pois a Asics uniu forças ao Instituto Oncoguia e desenvolveu a segunda coleção Accelerate Hope, com novas cores para modelos consagrados da marca.

asics-accelerate-hope

São duas novas versões do GT-1000 3 PR (para o combate ao câncer de mama – Outubro Rosa), do Gel Cumulus 16 (para o combate ao câncer de próstata –  Novembro Azul) e do Gel Noosa Tri 9 (em prol do combate ao câncer infantil). Lindos, não?

Eu ganhei um GT-1000 rosa e branco, com direito a fitinha do combate ao câncer estampada no solado e bordadinha no cantinho. Adorei!

asics-outubrorosa-unboxing asics-outubrorosa-treino
Unboxing (veio com canelitos rosa!) e primeiro treino outdoor

Claro que já fui correndo (hehe) testar para poder contar para vocês um pouco mais sobre esse modelo! 😉

Beleza e Design

Perto dos modelos mais famosos da Asics, esse é bem discreto — o que eu gostei! Ele é todo branco com um ou dois tons de rosa, e linha mais clássicas. Vem com duas opções de cadarço:  o clássico, esportivo, e aquele que parece uma fita (fofo!!). Aliás, esse rosa é lindo e combina super bem com o turquesa da camiseta do blog hahaha… 😉

Conforto

O tecido é macio e respira bem, abraçando os pés. Mesmo com uma meia fininha, você corre tranquila. O solado é um pouco mais alto, bom para quem não gosta de sentir muito o “chão” enquanto corre. Também é legal para dias quentes se você corre em asfalto, porque não sente aquele calor na sola dos pés 😉

Peso

Não é dos modelos mais leves. Segundo o site, são 323 gramas. Só para vocês poderem fazer a comparação, o Noosa, da mesma marca, tem 80 gramas  a menos (244g).

Pisada

Pronada. Eu costumo correr com modelos de pisada neutra e senti a diferença, então vale prestar atenção nisso. Se você não sabe qual é o seu tipo de pisada, veja aqui como descobrir.

Amortecimento

O amortecimento é um ponto forte desse modelo. Ele possui um sistema de amortecimento traseiro e dianteiro em GEL que garante melhor absorção de impacto. Durante as passadas, senti que ganhava um impulso “extra” – que a marca chama de “bounce back”.

asics-outubrorosa-tenis

Custo x Benefício

Este modelo só é vendido em lojas específicas, já que parte do valor das vendas é revertida ao Instituto Oncoguia. Como referência, a versão anterior (GT-1000 2) custa cerca de R$ 500. Não é dos mais baratos, mas é um modelo lindo, de qualidade e que ainda ajuda uma causa bacana.

Tecnologia

Na terceira versão, o GT -1000 traz tecnologias voltadas a um melhor desempenho técnico. O modelo foi desenvolvido com Impact Guidance System (I.G.S. – para guiar o movimento natural do pé), entressola em SpEVA (re-projetada para garantir maior proteção e amortecimento), DuoMax Support System e Guidance Trusstic (para trazer estabilidade a quem tem pisada pronada).

Opinião Geral

Como estou acostumada a correr com tênis bem mais leves e baixinhos, estranhei um pouco este modelo no começo por ter o solado mais alto. Para um treino ao ar livre, em que só vou correr, não seria a minha primeira escolha (até porque fico com dó de sujar esse branquinho lindo! rs), mas para um treino na academia, em que vou fazer esteira + musculação, é uma boa pedida, pois é um tênis que oferece mais firmeza do que um modelo levinho na hora de “pegar uns pesos” 😉

 post_presente