Todo ano, a Pantone elege uma cor como destaque, que traduz a energia daquele novo período e serve como base para empresas de todos os segmentos (em especial, de moda!) para a definição de suas coleções. Para 2018, a escolhida foi a Ultra Violet, um tom de roxo “complexo e contemplativo”, que sugere os mistérios do cosmos, do que está por vir e de novas descobertas. Bem místico, né?

Selecionamos algumas peças e acessórios nessa cor que é a queridinha do momento para você já começar 2018 na tendência, treinando cheia de estilo! 😉

  1. Top Nike Victory Compression. R$ 69,99
  2. Tênis Asics Gel Impression 9A. R$ 279,99
  3. Óculos de Sol Mormaii Athlon 2. R$ 359,99
  4. Bolsa Térmica Notecare Neoprene Plus. R$ 189,00
  5. Mala Olympikus Essential. R$109,99
  6. Jaqueta Impermeável com Capuz Nord Outdoor. R$ 184,99
  7. Legging com proteção solar Adidas Gráfica WKT. R$ 114,99
  8. Tênis Oxer Transfer. R$ 54,99
  9. Tênis Everlast Oxygen II. R$ 204,99
  10. Extensor Elástico LiveUp. R$ 139,99
  11. Bola de Pilates Biofit 55 cm. R$ 69,99

  1. Relógio Monitor Cardíaco Garmin Forerunner 230. R$ 1.799,99
  2. Short Under Armour Solid Fly Fast. R$ 114,99
  3. Touca de silicone para natação Arena Classic. R$ 29,90
  4. Regata Nike Breathe Rapid Run. R$ 84,99
  5. Saia Short Rainha Tech Feminina. R$ 39,90
  6. Halteres Oxer 10 Kg. R$ 94,99
  7. Tênis Olympikus Conquest. R$ 229,99
  8. Viseira Mizuno Run Pro. R$ 59,99
  9. Top com bojo Power Fit Minorca. R$ 44,99
  10. Mochila Mizuno Performance. R$ 139,99
  11. Coqueteleira Sport Mixer 500ml Blender Bottle. R$ 99,54

* Preços pesquisados em dezembro de 2017.

Oi, mulherada! Vamos falar sobre um tipo diferente de tênis hoje? 😉 Vocês já devem ter reparado nas minhas fotos de academia uma presença constante nos meus looks… né? Essa belezinha aqui:

.
Esse é o Nike Free Transform Flyknit TR, um tênis feito especialmente para treinos de musculação e funcional – ou seja, não recomendado para correr.

Mas faz diferença? Pois é, faz. E é disso que vamos falar no review de hoje!

Beleza e Design

Quando eu vi a foto desse tênis no release apresentando os novos lançamentos da linha Free da Nike, já fiquei “de olho”. Hahahahaha… O primeiro contato ao vivo foi logo depois, no Nike Women Victory Tour Rio. Recém-lançado, era possível experimentar o calçado na arena. Como eu estava morrendo de curiosidade, claro que não perdi a oportunidade!

nike-free-transform-flyknit-cores

Algumas cores disponíveis para o Nike Free Transform Flyknit TR (Divulgação)

O mais engraçado é que quem apresentou o tênis para mim foi uma das professoras do NTC na Bio Ritmo em São Paulo, a Larissa Artusi. 🙂 Não foi aquele superteste, era como provar um tênis novo em uma loja, mas a Larissa deu a dica de ouro: fazer um afundo. Gente, se já achava o tênis bonito, foi aí que garrei amor mesmo, porque ele me deu uma estabilidade sem igual! Imagina a felicidade que eu fiquei quando recebi o meu tênis para poder testar de verdade.

Como esse modelo é exclusivamente feminino (o equivalente masculino seria o Nike Free Train Force Flyknit), ele tem um desenho bem delicado, que deixa os pés pequenos e “magrinhos”. As cores também trazem combinações inusitadas e com bastante contraste, mas se você prefere algo mais minimalista, pode comemorar porque esse tênis faz parte de uma coleção especial do NikeLab com o estilista italiano Riccardo Tisci, da Givenchy, que é inteira branquinha. 

nike-free-transform-flyknit-riccardo-tisci

A versão “alta costura” (rs) do modelo começou a ser vendida agora em julho e, boa notícia, sai pelo mesmo preço da coleção regular – ponto para a Nike!

Conforto

Conforto com suporte perfeito – é isso que a Nike promete com esse modelo. Em termos de conforto, o Flyknit sempre atende minhas expectativas. O cabedal do tênis é praticamente sem costuras, o que permite seu uso sem meias (na verdade, achei até mais confortável sem meias do que com, uma vez que ele fica bem certinho no pé). Como já temos em outros modelos da linha Free, cabos Flywire permitem um ajuste ainda mais preciso junto com o cadarço, dando muita firmeza no pé.

É tanta firmeza que, para algumas pessoas, pode ficar justo. A marca recomenda que você compre um número maior do que o que você usa normalmente – segui a recomendação e não me arrependi!

nike-free-transform-flyknit-lateral

Se você não está acostumada com tênis para usar sem meia, com esse design mais sequinho, pode ter dificuldades para calçar mesmo comprando um número maior. Para facilitar nessa hora, recomendo usar a alça da parte de trás para “puxar” o tênis para cima, uma vez que ele tem uma estrutura mais firme no calcanhar (a alcinha não está aí apenas como decoração, ela é muito útil nesse modelo).

Amortecimento e Estabilidade

É importante lembrar que, como esse tênis é para treino e não para corrida, o amortecimento não é a principal preocupação, mas sim a estabilidade – por isso, incluí estabilidade no subtítulo. E, nesse quesito, não tem pra ninguém. Pode fazer agachamento, afundo, movimentação lateral… O que precisar, ele dá muita firmeza no chão.

O solado é flexível e têm um desenho que faz com ele se expanda em diferentes direções para que você sinta segurança durante os exercícios, especialmente treinos funcionais que exigem movimentos mais dinâmicos (e alguns tênis de corrida não passam a confiança necessária, sabe? Afinal, eles não foram feitos para esse tipo de atividade).

nike-free-transform-flyknit

Mas não tem amortecimento? Tem sim, com uma espuma ultraleve, o que ajuda a manter o tênis com um peso bem baixo – mas é pouco. Usei na musculação, no funcional, em aulas de ginástica diversas (jump, danças etc.), e achei o amortecimento mais que suficiente para essas atividades. Contudo, para correr, nem me arrisquei! Como disse no começo do review, esse tênis não é a melhor opção para treinos de corrida, mesmo que sejam de curta distância –  correr com ele só se for aquela corridinha de aquecimento.

Tecnologias

O vídeo de apresentação do tênis mostra um pouco mais as tecnologias desse modelo em movimento.

Além do cabedal em Flyknit com ajuste Flywire, o modelo tem solado superflexível que permite movimentos multidirecionais. Para mais firmeza, ele traz uma estrutura interna de suporte que envolve o calcanhar e o mediopé. Bolsas de borracha localizadas na região dos dedos, no calcanhar e no solado lateral ajudam a aumentar a aderência no solo.

Custo x Benefício

O tênis é lindo? É. Cumpre o que promete? Sim. É barato? Não! Hahahaha… Pois é, nem tudo é perfeito nessa vida e, se você quiser um Free Transform Flyknit para chamar de seu, vai ter que desembolsar cerca de 600 reais. Vale a pena se você quer um tênis específico para treino, e não para corrida. Do contrário, tem muitos outros modelos nessa faixa de preço que são mais indicados para correr e que também podem ser usados nos treinos complementares. 

nike-free-transform-flyknit-azul

Opinião Geral

Se você curte muito musculação (mais ainda funcional) e sente falta de um tênis com estabilidade para movimentos dinâmicos e agachamentos, o Nike Free Transform Flyknit é uma excelente opção. Agora, se você faz musculação “obrigada” e quer focar mesmo em corrida, diria para investir em um tênis de corrida que “quebre um galho” no treino de fortalecimento. #sinceridades 

A própria linha Free oferece outras opções mais adequadas para corrida; experimente e veja qual se adapta melhor às suas necessidades. Aliás, comprando no site da Nike, você tem até 30 dias para testar e pode devolver o tênis se não gostar, sabia?

nike-free-transform-flyknit-modelo2

Dica: nessa cor da foto, o Free Transform está com desconto no Nike.com e sai por R$ 479,90 (pesquisado em 14/07/2016)

Preço sugerido: R$ 599,90
Compre online: Nike.com

post_presente

12