A Max Titanium é uma marca nacional de suplementos nutricionais e alimentares, parte do Supley Laboratório. Tem quem diga que os suplementos nacionais, em especial o whey, não é tão bom como os importados, mas desde 2006 a Max Titanium vem ganhando prêmios pela qualidade dos seus produtos.

Um dos suplmentos mais premaidos da Max é o Top Whey 3W, que já foi eleito 3 vezes a melhor proteína nacional pela revista Suplementação, uma das principais publicações desse segmento no Brasil, e também venceu três vezes o Prêmio Corpo Ideal.

Recebemos o produto para testar e hoje contamos para vocês o que achamos dele! 😀

O Top Whey 3W vem em quatro sabores diferentes.

O Top Whey 3W tem esse nome por é feito à base de três tipos diferentes de proteínas: Whey Protein Concentrada (WPC), Whey Protein Hidrolisada (WPH) e Whey Protein Isolada (WPI). Quando praticamos exercícios físicos, as proteínas são responsáveis pela construção dps músculos e reparação de pequenos traumas. Por isso, elas são tão importantes para quem quer ganhar massa muscular e tonificar o corpo. Nem sempre a suplementação é necessária (isso depende do tipo de exercício que você faz, frequência, intensidade, como se alimenta…), mas a falta dela também pode compromoter o resultado dos seus treinos – não deixe de consultar um nutricionista ou médico especialista em nutrição e esporte para avaliar qual é a sua necessidade e qual o melhor momento para consumir a proteína, ok? 😉

O Top Whey 3W, além de fornecer proteínas extras para auxiliar na recuperação muscular pós-treino e na formação de massa musucular, também tem alto teor de vitaminas, minerais e BCAA (saiba o que é BCAA).

São quatro opções de sabor: Baunilha, Chocolate, Morango e Vitamina de Frutas. Apesar das diferenças nos ingredientes entre um e outro, todos têm 31g de proteína e 5,4g de BCAA por porção do produto (40g). A média de calorias é de 167 kcal.

O sabor que eu mais gostei foi o de Morango, por incrível que pareça, hahahahaha… Sou meio chata com sabores doces, mas esse de morango achei na medida, me lembrou aquele sabor de infância, sabe? 😀 

Outra coisa que curti bastante nesse produto é que ele dilui com muita facilidade. Usei tanto com shakeira a pilha como na manual (com aquela molinha) e não precisei chacoalhar muito para ter o whey sem nenhuma pelotinha. Isso, para mim, é um grande diferencial!

Achei essa opção de sachês individuais com a quantidade exata para uma porção (40g) superprática, especialmente para quem treina depois do trabalho e fica o dia todo carregando o suplemento na bolsa, como é o meu caso.

Os sachês são vendidos por unidade (na faixa de 10 reais) ou em caixas com 15 pacotes do mesmo sabor. Além disso, também é possível encontrar o Top Whey 3W em potes de 900 gramas e o pacote refil de 1,8 kg.

Onde comprar: Centauro | Drograria Araújo | Extra | Netshoes

E você, já provou esse produto? O que achou? Divida suas impressões com a gente nos comentários!

Um tempo atrás, contei aqui no blog o que achei do Veg Protein, o suplemento proteico vegano da Sanavita. Hoje vou falar para vocês um pouco mais sobre o Balance Protein, que é um suplemento feito a base do whey protein tradicional (proteína do soro de leite) e que testei nas duas versões: para atletas de ambos os sexos e na fórmula adaptada especialmente para as mulheres.

Esse produto não é novo no mercado, mas como é bastante conhecido entre a mulherada, achei que valia a pena falar um pouco mais sobre ele para vocês!

Nos dois casos, eu provei os suplementos no sabor baunilha, e achei o gosto bem suave. Em termos de sabor, é um dos mais neutros que já provei, por isso se você curte fazer receitas com whey, esse da Sanavita é uma ótima opção para combinar com frutas, por exemplo. Além do de baunilha, a versão para mulheres também tem no sabor chocolate. (Não provei, mas já vi relatos de que ele é mais doce. Se você já tomou, conta pra gente o que achou nos comentários!)

Se no sabor eles são bem parecidos, na fórmula há diferenças entre as duas versões. Afinal, o Balance Protein não é apenas whey protein, mas um blend proteico que combina diversos compostos. Além de dois tipos de whey (isolado e concentrado), a versão para mulheres (embalagem lilás) traz isolado proteico de soja rico que é em proteínas e isoflavonas, substâncias que agem no crescimento muscular e têm ação antioxidante e reguladora da função hormonal, aliviando sintomas da TPM e da menopausa. Também vem com Osteomix, um complexo de cálcio e vitamina D que atende 50% das necessidades diárias das mulheres em apenas uma porção, além de colágeno hidrolisado, que ajuda na firmeza da pele.

Já a versão para “homens” (embalagem azul-marinho – que, na verdade, é unissex) vem com três tipos de whey (isolado, hidrolisado e concentrado) e também creatina, o que favorece a retenção de nitrogênio e auxilia no crescimento muscular, albumina, colágeno e o Mix Antiox, um complexo antioxidante com vitamina C, selênio e zinco.

Outra diferença é o tamanho da dose e a quantidade de proteína disponível: na versão feminina (sabor baunilha), são 24 gramas de proteína e 3,3 gramas de carboidrato por 30 gramas do produto. Na unissex, são 32,6 gramas de proteína e 2,6 gramas de carboidrato por 40 gramas de produto.

Ambas as versões têm baixa caloria (108 kcal a dose na versão para mulheres sabor baunilha; 149 kcal a dose da versão unissex) e não contêm glúten ou lactose. O preço fica em torno dos 80 reais pela lata de 400 gramas. Não é muito barato, mas se você pensar que ele é um suplemento não só de proteína, mas também de outros compostos que auxiliam nessa recuperação pós-treino, acaba compensando.

A sugestão de consumo é uma dose 30 minutos após o exercício físico, mas é importante você conversar com um nutricionista para ver qual o melhor momento para tomar o whey na sua rotina, de acordo com as atividades que você pratica e os seus objetivos. 😉

Você já provou esse produto? O que achou? Divida suas impressões com a gente nos comentários do post!