Você já completou os 5k e agora tem como meta fazer os 10k ainda este ano? Pois saiba que cada vez mais temos opções de provas com distâncias intermediárias, para que você possa ir aumentando os kms aos poucos e aproveitar ao máximo a energia e o ambiente descontraído das provas curtas! 

Fiz uma seleção de corridas que vão rolar no primeiro semestre deste ano em São Paulo (algumas com etapas similares no Rio) para você se inspirar e ir cada vez mais longe! 😀

Corredoras na Wrun 2016 (Divulgação/Iguana Sports)

SP Run – 8k

Essa é uma prova bem legal, porque você tem a oportunidade de correr dentro do Shopping SP Market (sim, nos corredores entre as lojas) em percursos de 4k ou 8k. A prova é uma das favoritas da Mari e você pode ler aqui no blog nosso posts sobre as edições 7 (2016), 6 (2015)5 (2014), 4 (2014) e 3 (2013)! 😉 A próxima acontece no dia 12 de fevereiro, mas infelizmente está com as inscrições esgotadas… Agora só no segundo semestre!

Fantasy Run – 6k

Essa é uma prova noturna inédita em São Paulo, com temática de Carnaval. Promete ser uma grande festa com atrações musicais de frevo, axé… e uma bateria de escola de samba na arena, claro! Os corredores são incentivados a usar fantasias e terá open bar de cerveja. A prova acontece no dia 4 de março e, além da corrida de 6k, é possível se inscrever para a caminhada de 3k.

Wrun – 8k

A Wrun foi a primeira prova de muitas corredoras (meu caso!), mas além dos 4k, tem a opção de 8k para quem está aumentando as distâncias. A grande vantagem do percurso maior é que ele é menos “muvucado”, mas sem perder o clima gostoso de confraternização que tanto amamos em corridas femininas. A prova acontece no dia 5 de março em São Paulo e no dia 30 de abril no Rio. Aqui no blog tem post sobre as provas de SP em 2014, 2015 e 2016! 😀

Princesa Magical Run – 7k

O universo encantado das princesas da Disney é o tema dessa corrida, pensada especialmente para a família. Tanto na caminhada de 3k, como na corrida de 7k, muitos personagens animam o percurso. Este ano, a prova acontece no dia 12 de março e tem como tema o filme A Bela e a Fera — a medalha da corrida para as mulheres, será uma rosa; para os homens, o rosto da Fera. Já estamos pensando nosso look “princesa corredora”, hahahaha, logo mais mostramos para vocês. 😉 Enquanto isso, veja como foi a prova em 2016 e 2015.

Nossa leitora Débora ganhou o concurso de fantasia de grupo na Princess Magical Run 2015 (Arquivo Pessoal)

Circuito Athenas – 6k (Etapa 1) e 8k (Etapa 2)

O circuito Athenas é famoso por permitir que você vá aumentando as distâncias ao longo do ano, já que cada uma de suas três etapas traz percursos diferentes. Na primeira, 6k e 12k. Na segunda, 8k e 16k. Na terceira, 5k, 10k e 21k. É um bom jeito de você se organizar para terminar o ano correndo os 10k, converse com seu treinador. 😉 A primeira prova de 2017 acontece em 19 de março no Rio e 2 de abril em São Paulo. Aqui no blog tem vááários relatos sobre essa prova, nossos e de leitoras!

Maratona Internacional de São Paulo – 8k (5 milhas)

Este ano, a prova será realizada no dia 9 de abril e, além da maratona, tem outras três opções de percurso: 2,5 milhas (4 km), 5 milhas (8 km) e 15 milhas (24 km). É uma prova clássica da cidade, em que você tem a chance de ver grandes atletas competindo e passar por pontos turísticos. Veja como foi a prova do ano passado.

Seven Run – 7k

Essa prova noturna inédita terá três opções de percursos – 7k, 14k e 21k – para você multiplicar as suas metas. A única parte que não gostei é que os percursos maiores terão voltas repetidas. Mas, para quem quer fazer 7k, é uma excelente opção, especialmente se você quer ter essa vivência de uma corrida noturna. A prova acontece em 27 de maio, na USP.

Corrida Mulher Maravilha – 8k

Pense uma prova que deixou a mulherada maluca este ano, hahahahaha… A corrida é inspirada na heroína da DC e, apesar de acontecer só no dia 28 de maio, já está esgotada em São Paulo! Uau! Ainda é possível se inscrever para a etapa do Rio em 27 de agosto — mas é bom não perder tempo e garantir logo sua vaga se você quiser participar. Além da corrida de 8k, terá um percurso menor, de 4k.

Run The Night – 6k

Este ano, a Run The Night chega a sua terceira edição e estará com novos percursos de 6k e 12k. A prova acontece no dia 12 de agosto em São Paulo e no dia 25 de novembro no Rio. Como toda prova noturna, a arena terá várias atrações como DJ, tintas coloridas, malabaristas e painéis para tirar fotos, uma verdadeira balada de corredor!

No Circuito Athenas, dá para começar o ano correndo 6k e terminar com 10k (Divulgação)

No segundo semestre, acontecem mais provas com esse perfil também, como a Prova do Centro Histórico (9k), a Disney Magic Run, o Circuito Rios e Ruas (6k), a Pink Run (8k), entre muitas outras… As inscrições ainda não estão abertas (algumas sequer tiveram suas datas confirmadas), mas fiquem atentas aqui no blog e também no nosso Instagram e Facebook que logo trazemos mais informações. Ah, e de vez em quando roal um cupom de desconto também, hahahaha… 😉

E você, vai fazer alguma prova desse estilo esse ano? Conta pra gente qual!

Este final de semana aconteceram muitas provas e participamos de duas no Estado de São Paulo. Hoje contamos para vocês o que achamos!

— — —

A Rainha da Montanha
Por Mari Frioli

rainha-da-montanha

No centro a mulherada que foi correr: Farida, eu, Andressa, Adriele, Patri e Lucia. Turma que também estava na Disney. O que a Disney uniu ninguém separa, rsrs. <3

No último domingo, dia 28 de fevereiro, eu participei da corrida A Rainha da Montanha na cidade de Mogi das Cruzes/SP. Confesso que estava super animada pra minha primeira prova na montanha. <3

O kit da corrida poderia ser retirado em São Paulo na quinta-feira que antecedeu a prova, numa loja perto da Consolação. E quem mora na região da prova, poderia retirar o kit em Mogi das Cruzes no sábado. Retirei em São Paulo e foi bem tranquilo. No kit veio camiseta, número de peito, chip de cronometragem, gel de carboidrato e suco.

Eu e minhas amigas optamos por não dormir na cidade, e sim madrugar e ir direto de São Paulo. Nos dividimos em dois carros e foi super divertido. Saímos de São Paulo às 5 da manhã, e às 7h já estávamos estacionando no local da prova.

As instruções da organização é que não deveríamos seguir o GPS, então fomos em parte olhando as instruções do site e vendo se o Waze não mandava pro lugar errado, mas mandou pro lugar certo. Não colocamos o endereço da prova (o endereço realmente nos enviava pra um lugar no centro de Mogi), colocamos o local da prova (Espaço Vale Azul – 240 Rodovia Quatinga-Barroso, SP) e funcionou. Mas dá um medinho ir pra um lugar que você ainda não conhece, tendo horário pra chegar, rs.

Bem, chegamos cedo, tomamos café, todo mundo vestiu a regatinha nova do CM e fomos pra área da prova. A primeira coisa que notei é que na prova de montanha a estrutura é muito menor. Há menos participantes e portanto, não é necessário uma estrutura imensa para atender a todos. Tudo ficava pertinho, uma coisa do lado da outra.

Quando foi 8h começaram as largadas, primeiro dos 21km, 10 minutos depois a dos 14km, 10 minutos depois a dos 7km e depois a caminhada de 3km.

Quando eu pensei em ir nessa prova, eu que gosto de ir experimentando pra sentir se curto e se posso arriscar, pensei em me inscrever nos 7km, mas a Adriele (amiga que correu comigo a meia na Disney) falou que seria fácil demais e que eu ia terminar querendo mais, daí me inscrevi nos 14km. Ela estava certíssima! Ainda bem que fui nos 14km.

A corrida não foi fácil, mas também não foi difícil, deu pra sofrer, mas também deu pra curtir, rs. Senti uma super diferença de correr no asfalto e correr na montanha. Na montanha é uma caixinha de surpresas, principalmente se você nunca passou pelo local. E eu curti muito isso, porque quando terminou, eu não senti a hora passar. Foi tudo muito empolgante, coisas novas sempre me deixam mega animada e querendo me inscrever em todas as provas de montanha do mundo, rsrs.

A Adri foi comigo durante o percurso todo, fizemos a mesma coisa da corrida da Disney, mas ao invés de eu incentivar ela, ela foi me incentivando, dando dicas de como correr na montanha e contando como são as provas. Dri, obrigada! <3 Se eu comecei com o pé direito é porque você me ajudou. 😀

A prova também não poderia ser melhor pra estrear, a Rainha da Montanha é super bem sinalizada, organizada e eu curti muito o percurso. Tem muita subida, muita descida, vários tipos de piso (terra, lama, paralelepípedo, asfalto, mato) e muita gente fotografando. Enquanto me surpreendi com a quantidade de participantes que era bem menos que uma prova de rua, me surpreendi com a quantidade de fotógrafos, mais do que muita corrida no asfalto. Claro, que eu adorei isso! Adoro uma foto, rs.

No percurso de 14km havia três postos de hidratação. Não fui com mochila, nem cinto de hidratação, e os três postos serviram super bem pra matar a sede. 😀 Nessa prova tomei apenas um gel de carboidrato e mais nada.

Eu curti muito correr na montanha, percebi que preciso treinar mais, principalmente subidas e já quero ir em mais! 😀 E ae você quer estrear nas corridas de montanha, indico estrear na A Rainha da Montanha, porque a prova é perfeita pra isso. 😀

Avaliação: regua_avaliacao_5

— — —

7ª SP RUN
Por Priscila Magalhães

7a-sprun-corrida

Neste domingo, 28 de fevereiro, aconteceu a 7ª SP Run, a corrida realizada dentro do Shopping SP Market, localizado na zona sul de São Paulo.

Retirei o meu kit no sábado, mas era possível retirar o kit no dia da prova. A retirada nos dois dias estava tranquila e sem demora. E como sempre, o kit estava recheado e a sacola pesada. No kit desta 7ª edição tinha multivitamínico para homens e mulheres, toalhinha, creme dental, enxaguante bucal, patê de atum, gelatina, granola, snacks de arroz, pipoca e outras guloseimas. O modelo da camiseta era exatamente igual ao da 6ª SP Run.

As largadas das duas distâncias foram separadas. Primeiro largaram os corredores que fariam os 4km e 10 minutos depois foram os dos 8km. A largada foi tranquila, sem problemas de paredões ou empurrões. O tempo estava nublado e a temperatura agradável, com o tempo assim o meu rendimento não caiu durante a prova e consegui manter muito bem o ritmo. Para os 4km havia somente um ponto de hidratação, mas isso foi o suficiente para aguentar até o final. 🙂

Infelizmente, nesta edição os personagens da Turma da Mônica não estavam presentes no trecho que passa pelo Parque da Mônica, mas mesmo assim foi divertido correr dentro de um parque de diversões ao som de “Happy” do Pharrell Williams.

O kit pós-prova tinha torrone, barrinha de cereal, banana, maçã e bebida de guaraná com açaí. E para finalizar, a organização da prova ofereceu aos participantes: massagem, baropodometria, multivitamínicos, mudas para plantio e esmaltação para a mulherada.

Gosto muito de participar da SP Run por conta do percurso, estrutura, horário (não é muito cedo) e por ser pertinho da minha casa. Recomendo aos que quiserem sair um pouco do asfalto e correr dentro de um shopping.

Obrigada pelo convite, meninas do Corre Mulherada!

*Nós que agradecemos por sua participação, Pri!*

Avaliação: regua_avaliacao_5

 

E você correu no último fim de semana? Conta pra gente nos comentários!