Olá, mulherada!

Verão chegou e com ele esperamos que algumas escapadinhas para a praia ou pra piscina para aproveitar o sol, e quem sabe, até tirar aquele bronze marcado pela camiseta ou bermuda, típicos de corredores, rs.

E sempre quando a gente curte uma praia e uma piscina, bate aquela fominha à tarde, né? Para você não apelar pra algo gorduroso ou doce, que tal um lanchinho leve?

Já demos algumas dicas de lanchinhos legais aqui, e hoje trago algumas receitas da nutricionista da Bio Ritmo.

Dadinhos de Tapioca

dadinhos-de-tapioca-assados

Que tal uma versão mais leve desse sucesso do happy hour?

Ingredientes:
250 g de tapioca granulada
500 ml de leite desnatado
200 g de queijo coalho ralado

Modo de preparo:
Aqueça o leite até ferver e misture a farinha de tapioca aos poucos. Em seguida acrescente o queijo coalho e mexa sem parar. Tempere com um pouquinho de pimenta, desligue e espalhe a massa em um refratário. Deixe esfriar e guarde na geladeira por cerca de duas horas. Corte os dadinhos em cubos pequenos e leve ao forno pré-aquecido por aproximadamente 10 minutos (ou até dourar). Dica: sirva com geleia de pimenta! Bom apetite!

Panqueca de Aveia

panqueca-de-aveia-fit-pre-treino

Ingredientes:
200 ml de leite desnatado;
1/2 xícara de chá de farinha de aveia;
1/2 xícara de chá de farinha de quinoa em flocos;
1 ovo.

Modo de preparo:
Misture todos os ingredientes até conseguir uma massa quase líquida e homogênea. Com o auxílio de uma concha, coloque a massa em uma frigideira antiaderente já aquecida, espere dourar e vire a massa. Repita o processo para formar os discos até que a massa chegue ao fim. Recheie as panquecas e sirva-se!

Sugestão de recheios: ricota com espinafre, claras de ovos mexidas, bananas com canela, frango grelhado.

Palitinhos de Beringela

palistinhos-de-beringela

Fuja das tentações dos petiscos. Adapte algumas receitas e tenha resultados saborosos e leves, como snacks de berinjela!

Ingredientes:
1 berinjela média
½ xícara (chá) de germen de trigo tostado
½ xícara (chá) de queijo parmesão light ralado
¾ colher (chá) de sal
1 ovo
1 xícara (chá) de molho de tomate

Modo de preparo:
Corte a berinjela no sentido do comprimento em palitos e, em um prato raso, misture o germen de trigo, o queijo e o sal. Em um compartimento, bata o ovo, passe os palitos de berinjela e, em seguida, na mistura seca. Unte uma assadeira e coloque os palitinhos para assar em fogo alto. Asse por cerca de cinco minutos, virando na metade do tempo e sirva com o molho de sua preferência.

Snack de Couve-Flor

snack-de-couve-flor

Se você acha que couve flor não tem graça, anote a receita para um delicioso snack leve e saboroso!

Ingredientes:
1 couve flor
1 colher (sopa) de azeite
Suco e raspas de meio limão
3 dentes de alho ralados
1 colher (chá) de páprica doce
1 colher (café) de pimenta caiena
Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:
Em uma tigela grande, coloque a couve flor e tempere com o azeite, suco e raspas de limão. Junte o alho e o restante dos temperos. Misture bem e coloque em uma forma antiaderente. Leve ao forno até dourar e bom apetite!

Wrap de Frango

wrap-de-frango

Para acabar de uma vez com aquela fome que costuma bater sem aviso no meio da tarde, a Bio Ritmo selecionou uma receita rápida, fácil e, o melhor de tudo, light.

Ingredientes:
1 filé médio de frango grelhado
2 colheres (sopa) de creme de ricota light
2 colheres (sopa) de cenoura crua ralada
2 unidades de wrap 10 light
2 folhas médias de alface americana crua

Modo de preparo:
Pique o frango em pequenos cubos. Em seguida, misture o creme de ricota com o frango e a cenoura ralada. Coloque o recheio sobre o wrap e por último acrescente as folhas de alface. Dobre as laterais e enrole. Leve ao forno até dourar. Corte ao meio e sirva em seguida. Esse lanche pode ser acompanhado por uma deliciosa salada de folhas.

Bom apetite!

Testou alguma dessas receitas? Não deixe de compartilhar conosco com a hashtag #comemulherada! 🙂

post_parceiros_BR_2015

comida-japonesa-mitos-verdades

Não sei vocês, mas eu AMO comida japonesa. Sou completamente apaixonada e, se deixar, toda semana como nem que seja só um temaki, hahaha… Por outro lado, sempre fico em dúvida sobre o que escolher – e também é difícil se controlar nos rodízios, né? 😛

Para esclarecer quais são as opções mais saudáveis, a nutricionista Fúlvia Gomes Hazarabedian, da Bio Ritmo, listou alguns mitos e verdades sobre essas delícias (hummmm…) e ainda conta pra gente quais alimentos típicos da culinária oriental podem ser nossos aliados para perder aqueles quilinhos extras.

Comida japonesa não engorda
Mito. Não é porque a comida é natural e contém grande quantidade de peixes que ela não vai ter calorias em excesso. Alguns pratos têm até menos calorias que outros, mas se consumidos em grandes quantidades contribuem para o aumento de peso.

Sushi e temaki são ricos em cálcio
Verdade. Acontece que a alga que envolve os sushis e os temakis é rica em cálcio, e algumas ainda contam com uma dose de proteína e ferro.

Uma dieta baseada em sushi e sashimi faz bem à saúde
Mito. Ingerir sushi e sashimi no lugar de outros alimentos diariamente representa um risco à saúde, uma vez que eles são pobres em teor de ferro e outros minerais, além de possuírem poucas quantidades de fibras e vitaminas. Além disso, deve-se sempre manter a proporção correta entre os alimentos, dentro de uma alimentação equilibrada e uma dieta balanceada, recomendada por um nutricionista.

Evitando frituras, como o hot roll, a refeição fica equilibrada
Verdade. É sempre bom evitar frituras, no entanto, existe também uma tendência nas refeições japonesas, principalmente nos rodízios, de se ingerir poucas fibras, vitaminas e minerais. “A base da alimentação japonesa é arroz e peixes, sendo assim, a quantidade de vegetais consumidos, principalmente em rodízios, é bem inferior ao que seria saudável e equilibrado para uma refeição completa. Vegetais são fontes de fibras, vitaminas e minerais, e não podem ser esquecidos”, explica Fúlvia.

Posso consumir shoyo e outros molhos à vontade
Mito. É preciso atenção ao modo como esses molhos foram preparados; algumas opções, especialmente as industrializadas, possuem grande quantidade de sódio, adição de açúcar e glutamato monossódico. Tenha em mente que o shoyo tradicional, por exemplo, é mais aguado que as versões industrializadas, tem pouco sódio e não tem glutamato monossódico. Em dúvida, consuma com moderação.

Missoshiro é só uma sopinha, então posso tomar sem me preocupar
Mito. A base do Missoshiro é calórica e possui muito sódio, o que pode causar desequilíbrios e inchaço.

Comida japonesa previne o envelhecimento
Verdade. Graças ao ômega 3 – gordura “do bem” encontrada nos peixes que são utilizados no preparo dessas refeições, como o salmão e o atum –, quem consome a comida japonesa de maneira equilibrada consegue prevenir o envelhecimento precoce e ainda estimula a saúde do cérebro.

comida-japonesa-temaki

Existem pratos equilibrados na culinária oriental, mas é preciso moderação e escolher com sabedoria. Se é difícil controlar o hashi no rodízio, que tal optar por um dos pratos do menu? Boas opções são os teppans, que possuem vegetais no vapor ou na chapa e são fonte de fibras, vitaminas e minerais. Eles também podem vir acompanhados por carne ou peixe, que são proteicos, e de arroz, o carboidrato, deixando o prato completo. Outra opção muito conhecida e também indicada pela Fúlvia é o temaki, que contém todos os grupos alimentares (carboidrato, proteína e fibras, além de vitaminas e minerais). Para evitar a gordura (e calorias!) em excesso, peça seu temaki sem cream cheese ou maionese.

Além dessas opções, anote alguns alimentos orientais que são grandes aliados na dieta:

  • Tofu: fonte proteica e de minerais, sem gordura e de boa digestão.
  • Edamame: baixo valor calórico, fonte de vitaminas e fibras.
  • Gengibre: termogênico natural e anti-inflamatório.
  • Shimeji e shitake: fonte de proteínas, fibras e minerais, sem gordura e de boa digestão.
  • Raiz forte: rica em fibras e antioxidantes, com baixas calorias e ainda melhora o sistema imunológico.

Ai, que delícia! Adoro todos, hahahaha… Alguém mais ficou com vontade de almoçar no “japa” hoje?! 😉

post_parceiros_BR_2015

1