Correr na rua pede cuidado redobrado, principalmente quando falamos em segurança. Em grandes cidades então…é um desafio e chamar atenção é o que menos queremos neste momento. Por isso acho muito legal quando aparecem novos produtos que são relativamente simples e que nos atendem bem nesse quesito. 🙂

Como Carô disse neste post, a equipe toda ganhou ‘Waist Bag’ ou cinto esportivo da Rudel Sports e eu, que já tinha visto algumas amigas usando em treinos, estava doida pra pegar o meu.

caixacorredora-rudel

Waist Bag RUDEL – confeccionado em Suplex ( 88% Poliamida e 12% Elastano ). TAMANHOS: – PP 61cm – 70cm – P 66cm – 73cm – M 74cm – 88cm – G 82cm – 94cm e GG 86cm – 108cm

Waist Bag é um cinto esportivo, que oferece a liberdade de um treino livre durante as atividades físicas, com um sistema de bolsos internos acessíveis por duas aberturas no lado externo do cinto. Os bolsos permitem que você facilmente coloque seu celular, chaves, documentos, cartões, dinheiro ou qualquer objeto que você precise durante seu exercício.

Como podemos ver no vídeo, a idéia do cinto é super simples e basicamente cumpre a função de uma pochete. O grande diferencial é a discrição (dependendo do que você levar, não aparece debaixo da roupa) e conforto durante a atividade, que por ficar justinho na cintura, não fica balançando.

Waist_Bag_Rudel1

Uma pequena demonstração – na foto à esquerda deixei o celular e a garrafinha à mostra para vocês verem como cabe. Na foto da direita já com a camiseta por cima. * Por favor desconsiderar a cara de bolacha devido ao inchaço por causa do glúten (tenho sensibilidade), grata! 😛

 

Pra ser beeeem sincera, não esperei uma corrida para começar a usá-lo. A primeira vez que coloquei o cinto, foi no Réveillon. rs
Passei a virada em Copacabana e terminada a queima de fogos (já voltando para o carro) quase fui assaltada. Teve um fuzuê danado no túnel, com direito a assalto, perseguição e paulada (sério!). Marido me contou que viu um sujeito vindo em minha direção pra me abordar e desistiu porque não tinha nada na mão. Até contei o episódio no meu instagram. Desde então, uso meu cinto praticamente todos os dias, quando pego transporte público, na corrida e academia. O que demonstra também a qualidade do produto, com costuras reforçadas (haja uso!).

Waist_Bag_Rudel2

O que normalmente levo nos treinos de rua: celular (pfvr desconsiderar a tela rachada kkkk), garrafinha, doc, papel e chaves.

 

Meus últimos treinos tem sido nas ruas e avenidas próximas de casa e por isso, além do documento, chaves, uns trocados, papel e celular, levo uma ou duas garrafinhas de 115 ml e “jogo” nas costas. Em dias de prova, além disso tudo, levo 1 paçoca ou sachê de mel (não consigo me adaptar a gel de carboidrato).

Waist_Bag_Rudel3

O cinto vem com uma embalagem plástica para uso interno a fim de evitar umidade causada pela transpiração.

 

Mas como nem tudo é perfeito (e atrapalhada como sou), às vezes sinto dificuldade de pegar algo dentro do cinto (já até deixei cair mel no meio de prova). hahahahha
Mas isso também se deve ao fato do cinto ser justinho ao corpo. Ok, prefiro demorar para pegar algo, do que ter meus pertences balançando no corpo. 🙂

Resumindo…
Gostei bastante do cinto (ótimo custo-benefício), da variedade de cores e já quero comprar outras cores pra compor o “look paquitagem” em corridas. =P

Você pode adquirir o cinto por R$ 43,00 (preço amigo!) na loja do Corre Mulherada! ou na Rudel Sports.

Avaliação: regua_avaliacao_5

post_presente

Oi, meninas! Tudo bem?

Acabei de voltar da minha lua de mel e recebi um presentão da Asics! Muitas de vocês já conhecem a campanha Outubro Rosa, não é mesmo? Essa é uma campanha de conscientização sobre o câncer de mama, em especial entre as mulheres. Pois a Asics uniu forças ao Instituto Oncoguia e desenvolveu a segunda coleção Accelerate Hope, com novas cores para modelos consagrados da marca.

asics-accelerate-hope

São duas novas versões do GT-1000 3 PR (para o combate ao câncer de mama – Outubro Rosa), do Gel Cumulus 16 (para o combate ao câncer de próstata –  Novembro Azul) e do Gel Noosa Tri 9 (em prol do combate ao câncer infantil). Lindos, não?

Eu ganhei um GT-1000 rosa e branco, com direito a fitinha do combate ao câncer estampada no solado e bordadinha no cantinho. Adorei!

asics-outubrorosa-unboxing asics-outubrorosa-treino
Unboxing (veio com canelitos rosa!) e primeiro treino outdoor

Claro que já fui correndo (hehe) testar para poder contar para vocês um pouco mais sobre esse modelo! 😉

Beleza e Design

Perto dos modelos mais famosos da Asics, esse é bem discreto — o que eu gostei! Ele é todo branco com um ou dois tons de rosa, e linha mais clássicas. Vem com duas opções de cadarço:  o clássico, esportivo, e aquele que parece uma fita (fofo!!). Aliás, esse rosa é lindo e combina super bem com o turquesa da camiseta do blog hahaha… 😉

Conforto

O tecido é macio e respira bem, abraçando os pés. Mesmo com uma meia fininha, você corre tranquila. O solado é um pouco mais alto, bom para quem não gosta de sentir muito o “chão” enquanto corre. Também é legal para dias quentes se você corre em asfalto, porque não sente aquele calor na sola dos pés 😉

Peso

Não é dos modelos mais leves. Segundo o site, são 323 gramas. Só para vocês poderem fazer a comparação, o Noosa, da mesma marca, tem 80 gramas  a menos (244g).

Pisada

Pronada. Eu costumo correr com modelos de pisada neutra e senti a diferença, então vale prestar atenção nisso. Se você não sabe qual é o seu tipo de pisada, veja aqui como descobrir.

Amortecimento

O amortecimento é um ponto forte desse modelo. Ele possui um sistema de amortecimento traseiro e dianteiro em GEL que garante melhor absorção de impacto. Durante as passadas, senti que ganhava um impulso “extra” – que a marca chama de “bounce back”.

asics-outubrorosa-tenis

Custo x Benefício

Este modelo só é vendido em lojas específicas, já que parte do valor das vendas é revertida ao Instituto Oncoguia. Como referência, a versão anterior (GT-1000 2) custa cerca de R$ 500. Não é dos mais baratos, mas é um modelo lindo, de qualidade e que ainda ajuda uma causa bacana.

Tecnologia

Na terceira versão, o GT -1000 traz tecnologias voltadas a um melhor desempenho técnico. O modelo foi desenvolvido com Impact Guidance System (I.G.S. – para guiar o movimento natural do pé), entressola em SpEVA (re-projetada para garantir maior proteção e amortecimento), DuoMax Support System e Guidance Trusstic (para trazer estabilidade a quem tem pisada pronada).

Opinião Geral

Como estou acostumada a correr com tênis bem mais leves e baixinhos, estranhei um pouco este modelo no começo por ter o solado mais alto. Para um treino ao ar livre, em que só vou correr, não seria a minha primeira escolha (até porque fico com dó de sujar esse branquinho lindo! rs), mas para um treino na academia, em que vou fazer esteira + musculação, é uma boa pedida, pois é um tênis que oferece mais firmeza do que um modelo levinho na hora de “pegar uns pesos” 😉

 post_presente