Olá mulherada!

A gente sabe bem como é ter uma vida corrida, não conseguir achar um horário pra treinar, mas querer treinar tanto que fica sempre tentando achar um espacinho durante o dia pra correr, pra fazer musculação… já dei aqui 7 dicas para agilizar a rotina, mas e quando acontece algo e bagunça toda a rotina?

Pensando nisso juntei nesse post um monte de dicas para te ajudar a conseguir dar aquele “check” no treino quando você não tem muito tempo. 😀 Eu, Aline e Ju vira e mexe temos que adaptar nossa rotina pra incluir um treino num horário que não estava programado, por conta de trabalho, MBA, evento, ou os filhos que ficaram doentes. Não é fácil não, mas é possível!

O grande segredo pra conseguir manter uma rotina de treinos é saber se adaptar, se você tiver um treinador, ficará mais fácil. Do contrário, o segredo é fazer os seus treinos normais quando puder e quando estiver naquele dia mega corrido, optar pelos treinos curtos e de alta intensidade.

Não tem tempo para correr durante uma hora? Que tal uma corrida de 30 minutos pela manhã ou no horário do seu almoço? Só não pule o longão do fim de semana, para este se programe para acordar mais cedo ou se o fim de semana está complicado, faça-o na sexta-feira. Lembrando claro que essa não é uma indicação para você fazer sempre, mas se você está seguindo uma planilha, tem uma prova pela frente, é melhor adaptá-la do que não fazer o treino. 😉 Então durante a semana para aqueles treinos específicos, adapte, se você não tiver um treinador de corrida, mas tiver um instrutor na academia, vale uma conversinha com ele antes, ele pode inclusive te dar algumas dicas que facilitarão seu treino. Se você está por conta própria, sugiro fazer o mesmo treino da planilha que está seguindo, mas terminando antes. Melhor evitar o risco de uma lesão, né? Porque uma lesão pode complicar ainda mais seus treinos.

Agora se o treino é de musculação, os treinos curtos e de alta intensidade ajudam, pois com 30 a 45 minutos você consegue bons resultados. Sem contar que eles são muito eficazes para a perda de gordura, pois aceleram o metabolismo, fazendo com que o corpo continue reduzindo calorias por algumas horas depois dos exercícios, uma vez que as atividades de alta intensidade proporcionam um aumento considerável da taxa metabólica.

O professor Gabriel Doratioto, especialista da SmartFit (uma ótima opção de academia, já que ela tem em diversos lugares – dependendo do plano você pode utilizar a mais próxima – e o preço é bem em conta), sugere três exercícios: o HIT (High Intensity Training, ou treinamento de alta intensidade), o HIIT (High Intensity Interval Training, ou treinamento intervalado de alta intensidade) e o Smart Shape que são treinos rápidos, em média de 45 minutos. O HIT é um treino ondulatório realizado na esteira, sem intervalo, que oferece 15 sugestões diferentes de exercícios, atendendo a pessoas com diversos níveis de condicionamento físico, desde o iniciante até o atleta profissional. O HIIT são exercícios intercalados realizados apenas com o peso corporal, e que também pode ser feito durante a musculação ou em uma área livre, com uma TV instalada, na qual os participantes podem acompanhar as orientações para diferentes treinos. Já o Smart Shape é um circuito funcional que varia grupos musculares utilizando o peso corporal e equipamentos, elaborado de forma que atende a praticantes de diferentes níveis de condicionamento. Durante a aula de 30 minutos, o aluno passa por quatro estações: step deck, halteres e duas de air bike, em seis rounds de 30 segundos de execução e 15 segundos de descanso em cada uma das estações.

Para o treino curto de força dar certoo ideal é que os exercícios sejam multiarticulares, ou seja, passem por todos os grupos musculares, como agachamento, flexão, abdominal, remada, entre outras variações, sempre com o objetivo de fazer com que o organismo sofra uma adaptação após a sessão de treino”, destaca o especialista. As adaptações pós treinos intensos vão fazer com que o indivíduo aumente a sua capacidade e eficiência na utilização da gordura como fonte de energia durante o restante do dia, assim o seu metabolismo melhora e o corpo não utiliza a fonte de energia proveniente do músculo.

Dizem que um treino curto é melhor que nada, não é? Se for bem aproveitado, pode fazer toda a diferença nos seus treinos. Por aqui a gente sempre usa os recursos que temos disponíveis por perto, correr num parque perto do trabalho ou perto do local que estaremos, fazer musculação logo cedo em casa mesmo, usando o peso do corpo ou poucos aparelhos (eu tenho halteres, faixa elástica, bola suiça, kettlebel e um colchonete). Há ainda diversos vídeos no YouTube (mas faça sempre com atenção para não se machucar) e há diversos apps que ajudam nisso, já falamos aqui no blog de vários aplicativos para corrida e treinos de força, vale dar uma olhada. 😉

E é isso! Não dá pra fazer aquele treino longo, bora pro treininho curto, o importante é não parar e furar o treino! 😉 

Já faz um tempo que a Mari postou a resenha do Garmin Forerunner 910XT aqui no blog e o 920XT, a versão seguinte, não é exatamente um lançamento da marca, mas como vocês sempre pedem resenhas de relógios esportivos com GPS e monitor cardíaco, e muita gente está de olho nesse modelo, testamos o 920XT por algumas semanas para poder contar para vocês o que achamos. 😉

Design

garmin-forerunner-920xt-pulso

Eu tenho um pulso bem fino e o relógio ficou meio grande para mim, como vocês podem ver na foto acima. O visor é até um pouco maior que a largura do meu pulso… 😛 Apesar disso, achei o relógio bastante confortável no uso.

A pulseira, feita em plástico flexível, se ajusta bem ao pulso e é a prova de suor. A tela é bem brilhante e, diferente do 910XT, é colorida. Com uma tela grandona assim é fácil enxergar os dados da atividade mesmo em movimento (e sendo míope, rs), e até mesmo ler as notificações do celular de novas mensagens no WhatsApp, Facebook etc. (são as smart notifications, que você ativa sincronizando o celular com o relógio via bluetooth).

O relógio traz seis botões, sendo quatro laterais e dois abaixo. Não sei se precisa de tanto botão assim, rs, mas eles são intuitivos e achei fácil navegar pelos menus e trocar as telas mesmo durante a atividade. Quanto às cores, são duas opções: além de branco e vermelho, também tem uma em preto e azul.

Acessórios

garmin-forerunner-920xt

O carregador do Forerunner 920XT é USB e a bateria dura muuuuuito. Se você manter ligado apenas na hora do treino, dá para usar por semanas sem precisar recarregar. Segundo o fabricante, são 24 horas em modo de treinamento e até 4 meses (!!) no modo relógio.

O monitor cardíaco é preso na cinta peitoral com dois botões de pressão. A cinta (que veio com o relógio) é bem confortável e fácil de regular. Eu sou a rainha das assaduras e a cinta me machucou poucas vezes, só em treinos mais longos e em dias de muito calor, em que suei bastante. Nesses casos, um antiassaduras já evitava o incômodo. Para treinos mais rápidos e/ou em climas mais amenos, dá até para dispensar o antiassaduras.

Funções e Configurações

Como esse produto foca nos triatletas, o Forerunner 920XT já vem configurado de fábrica com perfis em inglês para corrida (na rua e na esteira), ciclismo (bike tradicional e estacionária), natação e triatlo, mas você pode baixar perfis de outros esportes e configurar seu relógio ao seu gosto. Você também pode baixar outros esquemas de cores e idiomas, como o português. Pelo Garmin Connect, você também pode planejar todos os seus treinos previamente.

Para corrida, você pode configurar até quatro telas no relógio da maneira que preferir. As configurações trazem opções de tempo cumprido, tempo restante estimado, distância percorrida, distância restante, pace atual, pace médio, frequência cardíaca, zona de esforço, cadência, oscilação vertical, tempo de contato com o solo, calorias queimadas… Sério, dá para passar um bom tempo vendo todas as opções e deixando o relógio com a sua cara.

garmin-forerunner-920xt-tel

Os dados que ela guarda das suas corridas também são bem variados: tempo, pace (média total e por trecho), estimativa de VO2, tempo em cada zona de batimento cardíaco, mapa e altimetria (para corridas outdoor)… E isso só do que você consegue ver na própria tela do relógio.

Alguns dados que ele apresenta dos treinos (tem mais!)

Alguns dados que ele apresenta dos treinos (tem mais!)

Algumas funções que a Mari já tinha destacado no 910XT continuam no 920XT e também estão entre as minhas favoritas: os alertas vibratórios (para pace, distância ou metas atingidas), o parceiro virtual (para cumprir um objetivo de pace) e o virtual racer (para comparar seu desempenho com o de uma corrida anterior). Outra função que eu adorei foram as smart notifications, que já comentei lá em cima (alertas do celular que aparecem na tela do relógio, como mensagens do WhatsApp, novos emails etc).

Parceiro virtual: claro quando você está na frente, escuro quando você está atrás

Parceiro virtual: claro quando você está correndo na frente, escuro quando você está atrás.

O relógio também traz avisos de recuperação, tanto dos batimentos cardíacos como entre uma corrida e outra (estimativa de quanto tempo você precisa descansar antes de treinar naquele ritmo/volume novamente). Outra função que eu amei foi o Race Predictor. Sim, ele faz previsões de quanto você pode fazer seus próximos (ou primeiros) 5k, 10k, meia-maratona e maratona com base nos treinos que você registrou. E você pode começar um corrida com base nessas estimativas ou em corridas registradas anteriormente.

Previsão de RPs e configuração de treino com base em tempo e distância

Previsão de RPs e configuração de treino com base em tempo e distância

Amei a previsão de novos RPs (recordes pessoais) que ele calculou para mim, agora falta descobrir quando irei conquistá-los! Hahahahaha… 😛 O relógio também tem uma “galeria de RPs” de tempo e distância, com desenho de medalha, mensagens de “parabéns” ao final da corrida em que você superou uma marca pessoal e todas aquelas frescurinhas que a gente ama.

O Forerunner 920XT traz muitas outras funções; essas foram as que eu mais gostei entre as que consegui testar. No vídeo de divulgação, vocês podem conhecer mais algumas.

Custo x Benefício

Como não é um modelo novo, o preço do Forennuner 920XT está mais convidativo, mas também varia bastante. O preço sugerido pela Garmin é R$ 2.999,00 e encontrei modelos novos nas principais lojas virtuais brasileiras com valores que iam de R$ 2.000,00 a R$ 3.500,00 — por isso, vale a pena pesquisar antes de comprar. Verifique também se o modelo que você está comprando vem com a cinta peitoral ou não, porque não são todos que trazem esse item incluso.

Opinião Geral

O Forerunner 920XT é um relógio multiesporte bem completo e traz diversas funções que vão te acompanhar por muito tempo nos treinos. O investimento compensa, especialmente se você tem planos de migrar para outros esportes além da corrida.

Compre online: Garmin Store (loja oficial) | Centauro | Dafiti | Extra | Kanui | Netshoes | Ponto Frio | Ricardo Eletro