Você já ouviu falar sobre Ribose?

A ribose (ou d-ribose) nada mais é que um carboidrato simples que integra a formação de uma série de estruturas químicas do nosso corpo, como ácido desoxirribonucléico (DNA), ácido ribonucléico (RNA), adenina nucleotídeos (componentes energéticos),  adenina trifosfato (ATP), adenina monofosfato (AMP) e adenina difosfato (ADP). Ela pode ser encontrada em alimentos como brócolis e espinafre, ou também na forma de suplementos, normalmente vendidos em pó para serem dissolvidos em água, sucos, shakes etc.

Para quem pratica atividade física, o consumo desse suplemento reduz a sensação de fadiga e melhora a resistência em treinos mais longos e intensos, além de acelerar a recuperação do corpo após o exercício, já que ajuda a repor os estoques de energia do corpo mais rapidamente.

Há algum tempo, estou testando suplementos diferentes nos meus treinos para ver como o meu corpo reage e um desses testes foi usando a D-Ribose da Naiak como pré-treino. A inicação é tomar 1 hora antes do exercício. Cada sachê vem com uma dose de 5 gramas em pó, para ser dissolvida em 200 ml de água ou qualquer outro líquido da sua preferência.

Eu sempre tomei com água por ser mais prático, mas o sabor é bem neutro e não deve atrapalhar no gosto de outras bebidas. Adorei que ele quase não se faz notar, porque tem uns suplementos aí que vamos combinar… Precisa de coragem extra para encarar! 😛 Outra coisa que gostei muito foi que ele vem em sachês individuais na dose certinha, então fica bem mais fácil de levar na bolsa do treino. E cada sachê tem apenas 20 kcal. 😉

Na embalagem, também é indicado o consumo de um segundo sachê de D-Ribose 1 hora após o treino, mas como eu não estou com uma rotina tão intensa de exercícios, não senti necessidade de tomar mais que uma dose por dia. Para um treino mais exaustivo, ou para quem costuma combinar duas práticas de exercício na sequência, por exemplo, vale conversar com seu nutricionista e experimentar para ver como o corpo responde.

Algumas pessoas relatam melhora no desempenho e aumento da força muscular com o uso contínuo da D-Ribose. Eu, particularmente, não notei uma diferença muito significativa no meu rendimento, mas é importante destacar que estou treinando mais para manter a forma do que com um objetivo de performance específico. Já em relação à recuperação do corpo, de fato, eu me senti menos cansada após os treinos em que usei a D-Ribose.

E tem uma explicação para isso! Segundo Leandra Sá de Lima, consultora farmacêutica da Naiak, “estudos mostram que as reservas de energia (ATP) do corpo podem decrescer de 60% a 70% durante exercícios exaustivos e levar mais de 72 horas para serem adequadamente repostas. Com o uso da D-Ribose, o tempo de reposição cai para apenas 12 horas”. Foi exatamente o que percebi, no dia seguinte parecia que eu estava “zerada”.

Gostei bastante do produto e atendeu minhas expectativas. Se você está se sentindo meio cansada e quer aumentar sua tolerânica às atividades físicas, acho que vale a pena conversar com seu médico ou nutricionista sobre a d-ribose e testar.

E você, já usou a ribose? Conte o que achou nos comentários!

D-Ribose Repositor Enerético
Marca: Naiak
Preço Sugerido: R$ 105,00 (embalagem com 30 saches de 5g)
Onde comprar: Naiak | Farmacotécnica

Piscina da Bio Ritmo Moema

Piscina da Bio Ritmo Moema

Acho que já contei aqui no blog que, quando estava no Ensino Médio, treinava natação todos os dias no Ginásio Municipal da minha cidade. Era uma piscina olímpica, então pensem que delícia (e privilégio!) era treinar ali. 🙂

Quando entrei na faculdade, tive de abandonar os treinos e só voltei anos depois, aos 26, 27 anos. Fazia aulas duas vezes por semana em uma piscina bem menor, na academia do bairro, mas foi tão bom poder nadar de novo! <3 Infelizmente, hoje não consigo mais fazer aulas com frequência, mas é só ter a chance de entrar na água para eu dar minhas braçadas, especialmente no meu estilo favorito, o borboleta! 

Foi com a natação que eu descobri que não era que eu não tinha jeito para esportes, era só que me dou melhor em esportes individuais. Era um momento só meu, em que eu não só cuidava do meu corpo, mas também da minha mente — sensação bem parecida com a que eu tenho hoje com a corrida. E olha que naquela época eu nem sonhava que correria um dia! 😛

Aliás, a natação é uma excelente alternativa para os corredores que estão em busca de uma modalidade complementar para a sua rotina de treinamentos. “A atividade aquática trabalha a capacidade cardiovascular e a recuperação dos músculos, além de ajudar no desenvolvimento e condicionamento físico. Também auxilia em uma melhor respiração para o atleta se desenvolver nas pistas com eficiência e suavidade”, explica Kelly Lícia, professora da Bio Ritmo.

A natação também é um excelente aeróbico. “O esforço físico de se movimentar e respirar dentro da piscina faz com que a modalidade seja ótima para desenvolver a atividade cardiorrespiratória e a circulação sanguínea, deixando o coração, artérias e pulmões mais saudáveis”, comenta Kelly. Isso sem falar que a natação ajuda no emagrecimento, equilíbrio muscular e até mesmo na recuperação de lesões, sabia?

Democrática, a natação pode ser praticada por pessoas de qualquer idade e nível de condicionamento. Quem nada sabe do que estou falando: é um dos esportes mais completos e recomendados por médicos, profissionais de educação física e fisioterapeutas.

Se você ainda precisa de motivos para experimentar, a Kelly listou os cinco principais benefícios da modalidade:

  1. Melhora a capacidade aeróbica: Como a natação exige muito da respiração, o corpo requer uma grande quantidade de oxigênio.
  2. Melhora de força e tônus musculares: A natação é uma ótima maneira de aumentar força e tônus musculares, especialmente se comparada aos demais exercícios aeróbicos. Quando corremos, nos movemos no ar; já na piscina, enfrentamos a resistência oferecida pela água, com densidade aproximadamente 12% maior.
  3. Controle do peso: A natação pode se tornar um dos melhores métodos de queima calórica, manutenção e controle do peso – dependendo da intensidade e da frequência do treino, é claro!
  4. Promove a flexibilidade muscular: A modalidade ajuda a manter as articulações saudáveis e reduz o risco de doenças ósseas. Exercícios de baixo impacto mantêm os ligamentos exigidos fluídos e em bom estado.
  5. Ajuda na recuperação de lesões: Isso acontece devido à resistência da água, que faz com que os músculos trabalhem sem a tensão do impacto sentido na colisão contra o chão ou outra superfície.

Nadar é tudo de bom e eu recomendo para todo mundo! 😀 Mas, como em qualquer atividade, é importante fazer uma avaliação física antes de iniciar os treinos. Além disso, não se esqueça de proteger seus olhos e cabelos usando óculos e touca apropriados. 😉

Você faz natação? Tem vontade de fazer? Conte pra gente nos comentários desse post!

post_parceiros_BR_2015