Olá meninas!

Chegamos ao final da nossa primeira corrida virtual e como parte da participação, todas as corredoras contribuíram com um coletivo que a gente adora, o MariaLab. Em todos os nossos aniversários, a gente sempre buscou contribuir com algum projeto, nos 3 primeiros aniversários juntamos muitas doações para o Projeto Vida Corrida e também para a biblioteca do Parque do Povo (parque que sempre acolheu nossos treinos comemorativos). Este ano decidimos mudar, eu, Aline e Ju trabalhamos na área de tecnologia, e a primeira coisa que se nota em qualquer lugar que há um departamento de tecnologia, ou um curso na área, é que o ambiente é dominado pelos homens. Para democratizar, o coletivo MariaLab foi criado e vem fazendo um trabalho muito legal, e por isso pensamos em contribuir. 🙂

O que é MariaLab?

MariaLab é um coletivo que surgiu de uma ideia: a grande maioria dos hackerspaces e makerspaces no Brasil e no mundo, embora sejam receptivos com as mulheres, não só têm uma maioria de frequentadores masculina como, por conta disso, acabam por deixar de lado algumas características e necessidades compartilhadas pela maioria das mulheres na área de STEM. Sentimos a necessidade de ter um espaço criado por mulheres, onde não somos minoria, e somos as protagonistas.

O Manifesto

Somos feministas interessadas em explorar as ciências exatas. Pautamos a interseccionalidade nas nossas ações, não toleramos machismo, homofobia, transfobia, misoginia, xenofobia e racismo.

Nosso objetivo é encorajar, empoderar e unir mulheres através do interesse pela cultura hacker.

Consideramos necessário criar espaços seguros para que possamos compartilhar, aprender, inventar e experimentar através da atuação e autonomia de mulheres na área.

Nos baseamos em políticas anti-opressão para tornar esses espaços, sejam eles físicos ou virtuais, em ambientes politizados e realmente inclusivos.

Aqui a voz e o protagonismo pertencem a diversidade.

Por que MariaLab?

Maria é um nome extremamente comum não só no Brasil quanto no mundo. Somos todas um pouco Maria.  Maria Meyer, Maria Mitchell, Maria Gaetana Agnesi, Marie Curie, todas Marias que são exemplos para cada mulher. E “Lab” vem de laboratório, de local para aprendizado e experiências e descobertas.


Para conhecer mais do projeto, acesse o site e também acompanhe nas redes sociais: twitter e facebook.
Elas estão sempre divulgando cursos e oficinas para a mulherada.


E fica aqui o nosso muito obrigada a todas as corredoras que participaram do #4AnosCM com a gente. <3 Todos os anos foram especiais, mas este aniversário foi in-crí-vel. Foi maravilhoso esses meses acompanhando os treinos, as corridas e tudo o mais, mas logo logo tem um post só sobre isso, tô adiantando porque não tô me aguentando de felicidade, rs. 😉

No dia 13 de dezembro irá rolar uma corrida super legal em prol da solidariedade em São Paulo: a Corrida pela Cidadania, um evento para captação de recursos para o Projeto Arrastão.

O Projeto Arrastão foi fundado em 1968 por um grupo de voluntárias, o projeto é uma organização sem fins lucrativos que trabalha o desenvolvimento comunitário por meio de ações de promoção social, educacional e cultural, na região de Campo Limpo, zona sul paulista. Atualmente realiza cerca de 1.200 atendimentos diários para crianças, adolescentes, jovens e adultos, somando cerca de cinco mil atendimentos indiretos por mês. A missão do projeto é formar cidadãos capazes de transformar a realidade e o meio em que vivem sempre considerando o espírito coletivo de não dar o peixe, mas ensinar a pescar. 🙂

ARRASTAO

E dá para toda a família participar, pois haverá corrida de 6km, caminhada de 3Km e provas infantis de 50, 100, 200 e 300 metros, divididas por faixa etária, dos 3 aos 11 anos. Os kits contam com medalha personalizada, camiseta, número de peito, chip para controle do tempo e produtos promocionais de parceiros. As provas infantis são realizadas dentro do próprio Pacaembu. Enquanto o percurso da competição para os adultos percorre o interior e arredor do estádio, passando pela Praça Charles Miller, com um trajeto de baixo desgaste físico, demonstrando ainda mais o tom diferenciado de confraternização da prova.

Para o preparador físico Marcos Paulo Reis o evento é também um encontro daqueles que estão preocupados com a qualidade de vida. E ressalta o clima familiar que permeia o dia. “Um atleta profissional pode escolher fazer uma corrida mais forte de 6km, enquanto um amador está ali para caminhar ao lado de um amigo e da sua família, ou ter a oportunidade de fazer sua primeira prova de 6km. E as provas infantis fazem a ponte entre os familiares. Os pais estão correndo e os filhos também participando, é uma filosofia para qualidade de vida completa.”.

Convido a todos a participarem, fazerem uma boa ação e ainda se divertirem. Vamos? Nós estaremos lá!

Serviço
Data: 13/12/14
Local: Estádio do Pacaembu
Inscrições: adulto R$90,00 / infantil R$ 50,00 (crianças e adolescentes de 03 a 11 anos)
http://arrastao.org.br/corrida-pela-cidadania/
Horários:
Corrida Infantil – 16h10
Corrida 6 km e Caminhada 3 km Adultos –18h30

Conheça mais sobre o Projeto Arrastão acessando www.arrastao.org.br.

1