Aqui em São Paulo, abrimos o Outubro Rosa com uma prova que já é tradição e chegou à sua 56ª edição em 2017: a Corrida e Caminhada Contra o Câncer de Mama do Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC).

A prova aconteceu com um novo trajeto, dentro do Campo de Marte, na Zona Norte da cidade – um local em que eu nunca tinha corrido antes. Optei pelo percurso de 5k (também era possível correr 10k ou caminhar 3,5 km) e fui sem grandes objetivos para a prova, apenas participar de uma corrida nova para mim, em um lugar diferente e apoiando essa causa importantíssima!

Crédito: Camila Paradizo

A largada estava relativamente cheia (as inscrições esgotaram) e tomada por um clima bem bacana. A maior parte do percurso dos 5k foi dentro do próprio Campo de Marte, que tem ruas largas e bem arborizadas – e o melhor, para nós corredores, é que é tudo plano! Apesar de o dia anterior ter sido de muita chuva, o domingo amanheceu com um sol gostoso e não choveu!

Como esse é o tipo de prova que atrai muita gente que não tem experiência em corrida de rua e não está ali buscando performance, é normal ter que desviar dos caminhantes e, acreditem, até gente de jeans eu vi correndo (!!!), então eu não tinha pretensão nenhuma de tempo. Estava tão “de boa” que nem levei relógio e acabei deixando meu celular com meu marido porque esqueci de colocar minha faixa “porta-tudo” e o bolsa da minha saia era pequeno demais, hahahaha… 😛 Mas a vida é uma caixa de surpesas, e não é que rolou um RP nos 5k? 😀 Nem eu acreditei!

Logo no começo da prova, consegui abrir um espaço legal para correr e mantive um ritmo tranquilo, motivada pelos outros corredores. Essa é uma das vantagens de correr sem música, você acaba se concentrando mais no que acontece ao seu redor, sinto que corro mais atenta – mas isso só rola para mim em provas curtas; nas longas ainda preciso da minha musiquinha de companhia! 😉 Quando estava chegando ao final, a caminhada tinha acabado de começar e o pessoal fez a maior festa, dando aquele gás nos últimos metros. Muitos haviam escrito o nome de alguém especial no número de peito como uma homenagem, foi emocionante! 

Quando cruzei o pórtico da chegada, vi que tinha feito um tempo legal para mim, provavelmente meus melhores 5k de 2017. Quando chegou o SMS com o resultado oficial, fiquei muito feliz: não só foi meu melhor tempo em uma prova neste ano, como bati meu recorde pessoal nos 5k por 3 segundos! Pode parecer pouco, mas teve uma grande diferença. Naquela vez, eu estava treinando com esse objetivo em mente e dei tudo de mim. Já nessa prova, foi tão fluido e natural… Incrível como a experiência muda nossa percepção, né?

Com meu amor na largada e as queridas Ivonete e Michele no pós-prova

No pós-prova, aproveitei para conversar com algumas pessoas queridas que estavam por lá e tirar muitas fotos com essa medalha maravilhosa. Ah, e outra coisa que gostei bastante nesta corrida foi o kit, que veio com uma camiseta de algodão além da camiseta da prova, em material próprio para a prática esportiva. Olha só:

Este é o kit da #corridaIBCC que acontece amanhã em SP! Olha só o que veio nele: 📍 sacochila (achei bem bonitinha!); 📍 camiseta de poliamiada para usar na prova (baby look tamanho único); 📍 camiseta básica de algodão da @hering_oficial com o logo da #corridaecaminhadacontraocancerdemama na frente (no kit feminino, vem tamanho P unissex); 📍 cereal matinal @nestlenesfit (120 g); 📍 folhetos informativos sobre o câncer de mama, chip de tênis e número de peito. Adoro quando vem o nome do corredor no número de peito e esse ainda tem espaço para você dedicar a corrida a alguém especial! ❤ Gostaram do kit? Quem mais vai nessa prova amanhã? Comentem aqui embaixo! 😉👇 Beijo, Ju ♡ #corremulherada #outubrorosa

Uma publicação compartilhada por Corre Mulherada 🏃🏿‍♀️🏃‍♀️🏃🏽‍♀️ (@corremulherada) em

Alguns dias depois da prova, também recebemos um kit especial da Nesfit com os produtos que eles ofereceram para degustação dos corredores do pós-prova e a camiseta da campanha O Câncer de Mama no Alvo da Moda, da Hering. Aliás, este mês todos os produtos da Nesfit estão com embalagens especiais do Outubro Rosa.

Essa é uma corrida que gostei muito de participar, especialmente pela causa super importante que ela apoia! Espero ano que vem poder correr essa prova novamente! 🙂

Obrigada, Life Marketing Esportivo, pelo convite.

Não sei vocês, mas mingau de aveia é algo que me lembra infância… Acho que foi uma das primeiras coisas que eu aprendi a cozinhar e sempre gostei dessa sensação quentinha e de conforto que ele me traz. Com uma canelinha por cima então, hum… Delícia!

Mingauzinho de aveia, hummmm… (Divulgação Nestlé)

Esses dias parei para pensar quanto tempo faz que não como um mingau e, nossa, deve ter anos porque eu realmente não conseguia me lembrar! Hahahaha… Acho que não tenho mais a paciência de ficar na panela mexendo, esperando ele engrossar. E também o nosso jeito de consumir aveia se modernizou, não é mesmo? Hoje em dia eu como muito mais em flocos, como parte do pré-treino (misturo com banana, canela e pasta de amendoim integral), ou então as superfamosas overnight oats que bombaram no Instagram (tem receita no canal da nossa amiga Yamily, do Emagrecer Certo).

Só me lembrei de toda essa minha história com o mingau de aveia porque participei de um evento especial da Nestlé esses dias em que eles apresentaram o novo lançamento, o Nesfit Aveia Mix. É uma mistura de cinco cereais – aveia, milho, arroz, cevada e quinoa – para você preparar seu mingau instantaneamente, sem precisar sequer levar ao fogo! Basta adicionar leite quente ou frio, mexer e pronto. Simples, né? Achei bem prático porque você não precisa se planejar com antecedência, como acontece com as overnight oats.

Com a chef Lu Zaidan e a minha versão de mingau modernizada.

Para a receita ficar mais moderninha, a chef Luiza Zaidan nos ensinou diferentes combinações de “cobertura” que trazem mais sabor e também adoçam a receita, sem que você precise colocar o açúcar propriamente dito. Preparamos o mingau dentro de um potinho com tampa, colocamos os toppings da nossa preferência, tampamos e já estava prontinho para levar. 🙂 O mingau assim no potinho vedado pode ser consumido em até 24 horas se ficar na geladeira ou em 1 hora se ficar fora dela.

Para variar os sabores, dá para usar frutas (vermelhas e amarelas são as minhas favoritas), diversos tipos de castanhas, mel, geleia… Anote abaixo algumas das ideias sugeridas pela Lu para colocar por cima de cerca de 100 gramas de mingau já pronto (porção individual):

  • Cubra o mingau com 1 ½ colher de sopa de geleia de frutas vermelhas sem açúcar. Decore com algumas frutinhas vermelhas, lascas de amêndoas e 1 folhinha de hortelã.
  • Coloque 2 colheres de sopa de manga picada e algumas lascas de coco fresco sobre o mingau.
  • Amasse 3 fatias de goiaba e peneire para fazer um purê. Coloque esse purê por cima do mingau e decore com algumas fatias de goiaba e ½ colher de sopa de sementes de linhaça.
  • Cubra o mingau com ½ banana-nanica em rodelas, 1 colher de chá de mel e 1 colher de sopa de nozes picadas.
  • Acrescente uma nova camada sobre o mingau com 1 ½ colher de sopa de mamão picado, 2 colheres de sopa de morangos picados e ½ colher de sopa de castanha-de-caju picada.
  • Monte uma minissalada de frutas misturando ½ colher de sopa de kiwi picado com a mesma quantidade de morango, abacaxi e manga também picadinhos. Coloque as frutas por cima do mingau e sirva gelado.

Meus favoritos: geleia de frutas vermelhas e manga com coco.

Cada porção de Nesfit Aveia Mix tem apenas 67 kcal e o preço sugerido do produto é R$ 5,99 (170 gramas).

12