Nem só de corrida se faz uma rotina de treinos! Aqui no blog, muitas meninas fazem musculação regularmente ou praticam outros esportes. Veja o que fazemos quando não estamos correndo 😀

assinaturas_mari

Mari Frioli: Além de correr, eu também faço musculação e alongamento. A musculação são dois treinos distintos, um que é em circuito e é bom pra queimar as gordurinhas e o segundo focado no fortalecimento para corrida. Eu não gostava de musculação e agora amo porque ela ajuda muito na corrida, sinto que tenho mais força nas pernas e no abdômen e isso acaba ajudando na performance. 🙂 O alongamento eu faço pelo menos quatro vezes na semana para ajudar a evitar lesões. 😉 Alongar ou não alongar antes ou depois da corrida é um assunto polêmico entre os profissionais de educação física, então eu fui testando e cheguei numa rotina que vejo benefícios. Eu faço um alongamento bem leve antes de correr, depois que corro não faço nada, no mesmo dia algumas horas depois (assim que eu tiver 30 minutinhos) eu faço uma série completa e alongando bem. 😀 Só fui começar esse alongamento mais completo depois de um exame que fiz e a médica cardiologista (e maratonista) me deu umas dicas. 😉 Por isso acho super importante a troca de informações entre corredores experientes e iniciantes (tipo eu!). 😀

assinaturas_aninha

Ana Pace: Antes de começar a corrida, já treinava musculação. Na verdade, nunca gostei de ficar parada, né? Já joguei tênis, treinei artes marciais na infância e adolescência, pratiquei yôga, natação, hidroginástica… (a louca dos exercícios! rsrs) Mas, por falta de tempo, procurei me focar em alguma atividade que dependesse mais de mim e daí surgiu o gosto pela musculação. Hoje faço com o intuito de fortalecer os músculos e para manter meu corpo em forma. Não, não sou marombeira e nem quero ser musa fitness, tá? 😛 Mas, há alguns meses senti falta da minha elasticidade dos tempos em que treinava Kung Fu e como meu marido (ui, casei semana passada, gente! rs) começou a praticar pilates, entrei na onda e tenho trabalhado essa parte junto com o condicionamento físico e de vez em quando peço para a professora forçar um pouco no fortalecimento também! E no mundo ideal, voltaria a jogar tênis e faria natação… mas falta tempo e dinheiro, sabe como é! 😛

assinaturas_juva

Ju Vargas: Faço um treino de musculação bem básico, dividido em A (cintura para cima) e B (cintura para baixo) em dias alternados, seguido de uma corridinha básica. Como não sou muito fã de musculação, intercalo com pilates. Apesar de algumas pessoas emagrecerem com pilates (não foi o meu caso), ele é mais indicado para fortalecimento. Já fiz tanto em aparelhos (estúdio) como no chão (solo), e gosto dos dois. Apesar do pilates não trazer resultados tão rápidos quanto a musculação, ele faz um trabalho abdominal bárbaro, além de ajudar no alongamento. Outra opção nessa linha é o ballet (mas eu acho bem mais difícil, rs). Na parte aeróbica (queima gordura, uhu!), também fiz natação por muitos anos. O treino pode ser mais leve (para relaxar, delícia) ou intenso, depende da sua disposição no dia e do seu condicionamento físico. De qualquer forma, acredito que também é um excelente complemento para a corrida porque melhora a capacidade cardiorespiratória. Para quem sofre com rinite, bronquite, alergias respiratórias etc., também é uma ótima pedida. O boxe, por sua vez, apesar de ser perfeito para desestressar e perder uns quilinhos, deve ser feito com certo cuidado se você pretende focar na corrida. Isso porque ele demanda muito dos joelhos (você passa boa parte da aula saltitando) e também expõe a mais lesões. Diria que a corrida é um bom complemento para o boxe, mas o contrário não é tão verdadeiro. Por isso, depende muito do seu foco no momento. O importante é botar o corpinho para trabalhar! 😉

 

anni-musculacao
Anni: Pratico musculação, acho importantíssimo intercalar a corrida com algum esporte que ajuda o fortalecimento da musculatura, principalmente das pernas onde a gente mais precisa. No decorrer da semana, acabo correndo mais do que devo e pratico menos musculação do que deveria, o que me prejudica nas corridas de rua. Estou tentando mudar o hábito, quero praticar musculação 3 vezes por semana e correr 4 vezes por semana (corro também nos dias que pratico musculação, porém nesses dias corro menos para conseguir melhor desempenho na hora do treino anaeróbico).

assinaturas_aline

Aline: Quando comecei a correr, eu também saí do sedentarismo e por alguns meses foi o único esporte que pratiquei. Mas hoje eu também faço natação e percebo que ajuda bastante na corrida, um melhora o outro de uma maneira bem legal. Outra atividade que também pratico são alguns execícios localizados para pernas, braços e abdômen, mas esses não são tão frequentes, mas ajudam muito no fortalecimento do corpo. Preciso me organizar para dar atenção a essa parte de fortalecimento e colocar mais na rotina alguns alongamentos.

A Ju Ferrer também já fez um post falando da importância da musculação para a corrida e contando sobre seus treinos.

E você, pratica alguma outra atividade além da corrida? Conte pra gente nos comentários!

No meu último post comentei sobre a importância do fortalecimento abdominal na corrida, dessa vez vou falar sobre a importância da musculação no auxílio aos treinos para a corrida. Ela é super benéfica para os treinos de corrida, serve para melhorar o desempenho e prevenir possíveis lesões.

Pra mim, o ponto mais importante da musculação é a prevenção de lesões. Tanto que meu treino não é voltado para o meu desempenho na corrida, simplesmente porque esse não é meu foco. Claro que sempre quero diminuir um minutinho na “próxima prova”, mas não vivo em função disso.

Você pode optar por fazer os treinos de fortalecimento muscular nos mesmos dias que faz os treinos de corrida, ou alternar os dias dos treinos. Tudo depende do tempo que você tem disponível para ficar na academia e do que seu instrutor indica como melhor forma para você atingir seu objetivo.

Segundo a The Finisher, podemos dividir os treinos da seguinte forma:

  • Se o objetivo é o ganho de potência aeróbia, deve-se realizar o treino intenso de corrida primeiro e, ao final, o de fortalecimento (com volume e velocidades reduzidos);
  • Quando a prioridade é o ganho de força e potência muscular, deve-se iniciar os treinos com musculação de grande intensidade e, na sequência, fazer o trabalho de corrida com volume e intensidade reduzidos;
  • Se o objetivo for hipertrofia muscular, uma boa sugestão é dividir os dias de treino da seguinte forma: corrida intensa no mesmo dia de treino de membros superiores e corrida leve nos mesmos dias de treino de membros inferiores (viram, tô fazendo certo!).
foto

Várias fotos entre uma série e outra

Viram quantos benefícios a musculação tem? Dá pra ficar durinha, correr melhor e ainda ajuda a emagrecer. Com tantos benefícios que tal repensar, criar coragem e ir pra academia fazer um pouquinho de musculação? E nada de falar que não vai porque tem medo de ficar forte demais porque isso não existe, tá? Você irá evoluir aos poucos e quando achar que atingiu seu objetivo, você pede ao treinador um trabalho para manter pra não ficar mais forte.