A corrida pode ser uma excelente válvula de escape para fases estressantes ou mesmo para organizar os pensamentos depois de um dia cheio. Inclusive, já fiz até um post aqui falando sobre como ela me ajuda a colocar a cabeça no lugar.

Com certeza, não sou única. Conheço muita gente que também faz da corrida uma forma de acalmar a mente, ou que encontrou uma resposta para algo que estava lhe incomodando depois de um bom treino. Porém, se antes isso era mais uma sensação – e podia até parecer “papo de corredor” para alguns, hahahaha… – agora tem uma explicação científica. E mais: tem um tipo de treino de corrida mais indicado dependendo do efeito que você está buscando!

Estudos com imagens do cérebro mostram que, depois de 30 minutos de exercício aeróbio, há um aumento na atividade do sistema frontal do cérebro, região que está associada justamente com a tomada de decisão, planejamento e… resolução de problemas! Para esse tipo de reflexão, um exercício mais longo e com intensidade moderada é excelente – por isso você deve voltar dos seus longões tão cheia de ideias. 😉

Já se a última coisa que você quer é ficar remoendo pensamentos e seu desejo é simplesmente parar de pensar por alguns minutos, os treinos ao estilo HIIT, como tiros de velocidade e intervalados, parecem ser a melhor pedida. Isso porque os exercícios anaeróbios e de alta intensidade fazem o corpo bombear mais sangue para os seus músculos, gerando uma espécie de déficit de oxigênio no cérebro que torna mais difícil ter pensamentos criativos e abstratos. (Mas fique tranquila que isso é só durante o exercício; a longo prazo, o efeito é benéfico e há estudos que sugerem uma melhora na memória e na atenção de pessoas sedentárias que adotaram programas de treinamento de HIIT.)

“Quando você faz exercícios que exigem um grande esforço físico, não vai ser capaz de resolver problemas ou pensar do mesmo jeito que faria durante um exercício moderado”, explica Karen Postal, professora de psicologia da Harvard Medical School e presidente da Academia Americana de Neuropsicologia Clínica em entrevista para a New York Magazine.

O que pesquisas recentes indicam é que exercícios físicos podem melhorar o foco, a concentração e a sua capacidade de pensar durante a sua execução, desde que sejam realizados com uma intensidade moderada. “Se a intensidade for baixa, não vai melhorar o seu pensamento; se for muito alta, vai tornar mais difícil ter certos tipos de pensamento”, afirma a pesquisadora.

Agora você sabe: quer refletir sobre a vida? Uma corrida longa e em um ritmo confortável (ou qualquer outra atividade aeróbia que você goste) pode ser a melhor maneira de encontrar soluções para os seus problemas. Quer dar um sossego para a sua cabeça e esvaziar a mente? Taca-lhe pau e aposte no HIIT, nos tiros ou nos intervalados para descarregar a adrenalina e o estresse. E aproveite ao máximo os benefícios da corrida! 😀

Olá mulherada!

Vocês sabiam que passamos 1/3 da nossa vida dormindo? É muita coisa, né? E é uma coisa tão cotidiana, que muitas vezes a gente nem dá uma atenção, porém a gente passa muito tempo dormindo para não cuidar disso, e o sono é muito importante para todo o funcionamento do nosso corpo.

dicas-para-dormir-melhor-boa-noite-de-sono

Nosso corpo é como uma maquininha, daí um dia você não dorme direito, durante o dia acaba se alimentando mal, fica de mau humor, cansado, mais esquecido… daí na hora de dormir novamente, como comemos mal, estamos estressados… demoramos pra dormir, isso sem contar outros problemas que podem atrapalhar nosso sono (cerca de 30% da população mundial deita na cama e não consegue dormir facilmente, tem insônia). E quando vemos estamos num ciclo vicioso do mal, prejudicando nossa saúde, deixando nosso metabolismo lento (e isso atrapalha a dieta!). Por isso, é muito importante ter uma boa noite de sono. Dormir bem é uma das coisas que nos permite ter uma vida saudável. 

Se você, como a gente, faz reeducação alimentar para se manter ou chegar num peso saudável, não adianta só se preocupar com a alimentação e com os exercícios. Tem que se preocupar com o sono também. 😉 Hoje vou relembrar vocês de algumas dicas que já demos por aqui e dar dicas de coisas que fiz e funcionaram comigo, são dicas de uma ex-insone para você dormir melhor e emagrecer. 😉

Faça atividade física

A primeira dica não poderia ser outra. Corra, pratique alguma atividade física. Já fizemos um post super legal contando que a atividade física ajuda muito a dormirmos melhor (se a atividade for relaxante, pode ser antes de dormir, se for estimulante, melhor se exercitar de manhã) e ainda demos algumas dicas básicas para dormir melhor. 😉

Deixe o celular bem longe

O celular e outros eletrônicos nos fazem ficar alertas e com isso o sono demora a chegar, então, uma a duas horas antes de dormir, deixe o celular de lado. A Aline já fez um post bem legal explicando por que a luz azul que é emitida por eletrônicos nos deixa alertas. Alguns celulares já possuem a função “Night Shift” que torna a luz azul em amarela em determinados horários e diminui este problema, quem tem Iphone a função é nativa, só configurar e dormir melhor.

Eu cheguei a testar alguns aplicativos que dizem ajudar a dormir melhor, mas achei que nenhum me ajudou realmente a dormir, mas se você já tiver testado um que funcionou, deixe um comentário. 😉

Coma mais alimentos que te ajudam a dormir

Há alguns alimentos que possuem substâncias que ajudam no sono, como o triptofano (aminoácido que regula o sono), a melatonina (o hormônio do sono) e o magnésio (calmante natural).

Um dos únicos alimentos que possuem melatonina é a cereja, então pode usar e abusar (agora no final do ano a gente sempre acha para comprar). 🙂 Já o magnésio você encontra mais facilmente, pois ele está presente nas verduras e legumes de folhas verdes, como Couve, espinafre e brócolis. E o triptofano está presente em quantidade diferentes em todos os alimentos ricos em proteínas, como por exemplo: carnes magras, linhaça, trigo sarracena, aveia, frutos do mar, bananas e ovos. 

Evite alimentos que prejudicam o sono

Há muitos alimentos que podem prejudicar seu sono. A cafeína te deixa mais alerta, então devemos evitar tomar café, chás escuros e outros que possuam cafeína, chocolate amargo e refrigerante a base de cola. O álcool apesar de parecer que relaxa, ele não nos deixa ter uma noite tranquila de sono, então antes de dormir evite vinho e outras bebidas alcoólicas. Outros alimentos que devemos evitar são os termogênicos, como gengibre, canela, pimenta, eles causam calor aumentando o gasto calórico e isso pode causar insônia. E todo alimento muito gorduroso deixa a digestão lenta e prejudica o nosso sono.

Tente relaxar

Eu sei que é difícil relaxar depois de um dia corrido ou quando você está com problemas ou preocupada com algo, mas lembre-se que dificilmente você resolverá algo logo na hora de dormir. Mas depois de uma boa noite de sono você provavelmente estará mais preparada para o que vier! 🙂

Se mesmo sabendo disso você não consegue se desligar, então ter algumas opções que ajudam a relaxar podem te ajudar. Eu costumo ler alguns capítulos de um livro antes de dormir, ou assistir um episódio de um seriado que eu goste, faço essas coisas para tirar as preocupações do dia-a-dia e focar em outra coisa. Comigo costuma funcionar super bem. 😉 Você pode e deve testar coisas diferentes para encontrar algo que te relaxe para dormir. Como praticar meditação, praticar yoga, fazer alongamentos ou tomar uma xícara de chá (recomendo chá de camomila).

E que todos nós tenhamos ótimas noites de sono! Tem mais alguma dica? Deixe nos comentários! 😉   

12