28Olá mulherada!

Um tempo atrás comentei com amigos sobre essa história, todos ficaram super motivados e achei que tinha tudo a ver com o Corre Mulherada! 😉

Essa é uma história para aquelas que já correm uma meia maratona e acham que não conseguem completar uma maratona.

Em 2013, a Pamela Anderson decidiu correr a Maratona de Nova York, sua primeira maratona. Até ai nada fora da normalidade, né? Muitas pessoas se inscrevem para provas. A diferença é que a Pamela não treinou para correr a prova. Como assimmmmm?

Quem não lembra da atriz e modelo, nos anos 1990 ela era uma das atrizes principais do seriado S.O.S. Malibu (Baywatch em inglês), ela era uma salva-vidas, e como tal, estava sempre correndo pelas areias da praia. O que muitos não sabem é que ela nunca gostou de correr, e disse “Eu nunca atravessei nem uma rua rápido demais“. Daí você se pergunta, porque uma pessoa que não gosta de correr se inscreveria pra correr uma maratona?

A Pamela Anderson decidiu fazer uma boa ação e angariar fundos para uma organização sem fins lucrativos fundada pelo também ator Sean Penn, a J/P Haitian Relief Organization. Assim que ela anunciou que iria correr, muitos famosos duvidaram, inclusive a comediante Ellen Degeneres que publicamente falou em seu programa que a Pamela não terminaria a corrida.

Mas quem ai acha que ela saiu pra treinar nos meses anteriores está redondamente enganado, ela continuou com a rotina fitness dela, tentou se mexer o máximo que podia, mas não fez nada muito específico pra correr a maratona. A alimentação dela já era bem saudável e ela manteve a dieta. E mesmo com os comentários negativos, ela também não desistiu.

No dia da maratona ela até começou bem…

motivacao-maratona-pamela-anderson-2

Mas se você não treina, uma hora chega a fadiga e as dores musculares. Daí ela mesclou entre caminhar e trotar, pois sentia muitas dores no quadril.

motivacao-maratona-pamela-anderson-3

Mas não desistiu e depois de 5 horas e 41 minutos ela e o irmão terminaram a prova, cruzaram a linha de chegada e conseguiram reunir 288 mil dólares para a caridade com a empreitada. 😀

motivacao-maratona-pamela-anderson-4

Como a Pamela ficou depois da maratona!

Três semanas depois ela deu uma entrevista para a Ellen Degeneres (onde a comediante pediu desculpas a ela) e contou que “Sim, eu terminei, e foi difícil” e “Os últimos 8 quilômetros foi como dar a luz, e alguém te falar pra correr dando a luz“, é não foi nada fácil pra ela. Mas fica aqui um exemplo de que quando você quer algo, você consegue! Basta ter determinação e muita força de vontade.

Mas vamos combinar que ninguém precisa sofrer tanto pra concluir uma maratona, vamos lá treinar direitinho e no dia da prova curtir muito! 😀 O que quero mostrar é que se você não tem nenhum problema de saúde que seja um impedimento, todos nós podemos correr uma maratona. 😀

E ai? Se animou? 😉

Olá mulherada!

Tudo bom com vocês? No meu último post contei um pouquinho sobre a escolha da minha primeira maratona, me inscrevi em abril e estava tudo certo para eu estrear na distância na Maratona da Disney. 🙂 Mas como a vida é cheia de surpresas… em maio recebemos o convite para sermos embaixadoras da Maratona da Riviera Francesa.

A corrida dá pra ser feita por seis corredoras, num revezamento, e foi nossa primeira opção, “Oba! Vamos todas correr!“. Mas todas trabalham e tem um rotina puxada, sendo que duas da equipe tem bebês pequenos, então logo vimos que apesar do desejo ser imenso, não ia rolar. ;_; #choramoslitros Daí passamos pro plano B de duas irem pra fazer o revezamento de 21 km (outra opção da prova), mas na época só eu corria os 21 km e teríamos que decidir logo quem iria se inscrever…  Daí rolou um “Mari, bora pra maratona?“, consultei o treinador e… BORA!!! 😀 😀 😀

Então em maio decidi antecipar os planos da maratona e ir pra Maratona da Riviera Francesa representando não só o blog, mas essas amigas lindas que dividem o CM comigo, e claro, também representando todas vocês! <3 Afinal, o blog é feito por nós e por vocês, leitoras queridas (muitas já se tornaram amigas próximas <3).

150731_riviera_3meses

Hoje faltam 79 dias! ResPIRA, InsPIRA, não PIRA. :p

Daí antecipei a maratona e os treinos mais puxados, claro, também foram antecipados. No meu último post falei que estava com dificuldades para conciliar todos os afazeres e a rotina tava pesada. A rotina continua puxada e sei que será assim pelos próximos meses, mas consegui me organizar melhor e tô sofrendo menos. 😉

Eu ainda não estou dando conta de tudo, mas estou conseguindo treinar direitinho, comer, dormir, trabalhar e viver, rs. Quatro coisas tem ajudado a me manter nos trilhos: listas, celular, disciplina e entendimento. Mari, como assim? Calma que eu vou explicar, rs. Hoje vou contar minha experiência e espero que ajude quem está com dificuldades de encaixar uma rotina de treinos, seja pra 5 km, 42 km ou outra distância. 😉 Além do meu relato aqui, eu também fiz um post com 7 dicas para agilizar sua rotina.

Listas, listas, listas… no celular!

Eu sempre fui a louca das listas, e como eu adoro e sei que elas ajudam a se organizar, comecei por elas. Listei tudo que eu e Dudu temos que fazer ao longo do dia e os horários. Quem tem filho sabe que a nossa rotina se encaixa com a deles. Só de escrever tudo vi que tinha coisa errada, não dava pra fazer algumas coisas no tempo que estava programado e era por isso que não estava dando tempo pra tudo. Dãããrrrr! 😛

Ajustei as nossas atividades e coloquei todos os horários no despertador do celular, dessa forma ao invés de me preocupar se estava cumprindo os horários, deixei pro celular me avisar (uma forma de diminuir as preocupações e conseguir focar no que tenho que fazer). E fui ajustando o que estava dando certo e o que não estava. A primeira semana foi bem bagunçada, mas tem ficado mais fácil a cada dia.

Depois o foco foi na alimentação. Fui na nutricionista e alinhei tudo com ela, falei da falta de tempo para preparar algo mais elaborado, expliquei como estavam meus treinos e ela me ajudou passando dicas práticas e ajustando minha alimentação. 😀 Criei uma lista para colocar o que estava faltando em casa e outra com o cardápio da semana, inclui até os lanchinhos. Assim limitei minha ida ao supermercado em uma vez por semana e como está tudo anotado, evito esquecer algo e já compro tudo que preciso. 😉

Claro que só isso não foi o suficiente, também passei a congelar alimentos e refeições e passei a levar marmita pro trabalho. Quando não consigo, eu almoço no self-service que tem no trabalho, não é a melhor opção (pois quase tudo é frito), mas tem sempre salada e frango grelhado.

marmitando-congelando-maratona

Congelando alimentos pra família. Marmitas saudáveis prontas (facilidade!). E marmitando no trabalho.

Pra anotar as listas, tarefas e lembretes tô usando o celular. Instalei alguns aplicativos e eles estão me ajudando muito a ganhar tempo, contei um pouco aqui. Apesar de usar o celular durante o dia, tô evitando usá-lo pra ver redes sociais, deixo as redes sociais pros momentos que tenho alguma pausa no treino ou no trabalho. 🙂

Disciplina e entendimento fazem toda a diferença!

Pra treinar direitinho, comer direitinho e ainda dar conta de todas as outras tarefas, afinal a maioria de nós não vive do esporte, o principal é ter disciplina. Se você se propõe a treinar para algo, não dá pra ficar com preguiça e empurrar com a barriga. As coisas não acontecem se você não correr atrás delas. Então, tem que ser disciplinada.

Uma coisa que eu acredito muito é que quando você quer muito algo, você acaba arranjando tempo para fazê-la. Se você não quer tanto assim, ou está fazendo mais pelos outros do que por você, tudo vira desculpa.

recordes-pessoais

No meio dos treinos pra maratona, ainda consegui bater dois recordes pessoais e isso me deu muito gás pra treinar! Na Golden 4 Asics consegui o sub 2h nos 21 km que eu tanto queria. E na SP Run fiz meus melhores 4 km sem ir com esse objetivo!

Eu sempre quis muito correr uma maratona na vida, e sempre comentava com todas as pessoas próximas, então todo mundo já sabia que uma hora eu ia me inscrever. Isso facilitou o entendimento das pessoas. Não sei se entendimento seria a melhor palavra, ou se seria respeito. O fato é que precisei do entendimento das pessoas de que estou treinando pra uma maratona e tenho uma rotina corrida (ser mãe e trabalhar fora já não é fácil).

Então as pessoas ao meu redor entendem quando estou com carinha de cansada (ok, minha mãe fica preocupada) ou não consigo dar a atenção que eles merecem. Aqui deixo um agradecimento especial ao maridão que tem sido nota dez, pois tem ficado com o Dudu pra eu treinar nos finais de semana, e entende quando chega em casa e o jantar não está pronto, ou temos que sair mais cedo de uma festa porque tenho treino na manhã seguinte.  Ter pessoas que entendem o seu sonho ajuda muito, evita cobranças e você ainda pode contar com elas.

Bem, no fim uma coisa acaba ajudando em outra e vou ganhando tempo ali e acolá. 😀 A rotina não dá pra ser perfeita, então o jeito é ser feliz como dá! 😀

Se você tem uma rotina tranquila, vai tirar de letra os treinos pra uma meia maratona ou uma maratona. Agora se você já tem uma rotina atribulada, vai ter que rebolar pra conseguir encaixar tudo. Mas pra tudo tem jeito! Nós somos do tamanho do nosso sonho. <3

150731_riviera_motivacional1