No último domingo, aconteceu aqui em São Paulo a Tricolor Run, primeira corrida de rua oficial da Under Armour no Brasil, realizada em parceira com o São Paulo Futebol Clube. Como boa são-paulina, não podia deixar de prestigiar esse evento, né? 😉

A medalha não poderia ser diferente! (Divulgação/Under Armour)

Além de poder usar as cores do meu time do coração e ter essa medalha lindaaaaaa com o símbolo do SPFC, a prova teve outras atrações para os corredores: tanto a largada como a chegada foram dentro do Estádio do Morumbi, na pista de atletismo que fica em torno do campo de futebol. E os percursos, de 5 km e 10 km, passavam pelas ruas do bairro, um local onde não se costuma ter provas aqui em São Paulo. Por incrível que pareça, apesar de estarmos na maior cidade do país, a maioria das provas segue os mesmos trajetos e ter a chance de correr em um lugar diferente sempre faz meus olhinhos brilharem! 😀

Toda a prova foi cercada de muita expectativa! As 3 mil vagas esgotaram rapidinho e vários treinos de aquecimento exclusivos para os inscritos deram um clima especial para a prova, sem falar em um desafio virtual mensal para mantet todo mundo animado e focado nos treinos. E os corredores também podiam escolher a cor da camiseta: branca, preta ou vermelha. Demais, né?!

Pódio feminino nos 10 km: 1ª Giovana Costa Martins; 2ª Detlei Hasse; 3ª Vanessa Ferreira Moura (Divulgação/Under Armour)

E a mulherada que liderou os 5 km: 1ª Marilene de Jesus Ferreira; 2ª Juliana Pereira de Souza; 3ª Ana Paula Moretti (Divulgação/Under Armour)

Como a prova teve poucos participantes em comparação com os grandes circuitos de corrida que temos por aqui, e as largadas foram separadas para os 10 km e os 5 km (com 10 minutos de intervalo entre elas), a prova começou bem tranquila para mim. Até que a pista de atletismo deu afunilada e eu acabei ficando entre a pista e a grama, que estava um pouco molhada, e… escorreguei! Hahahaha… Não foi nada grave, levantei rapidinho e continuei correndo como se nada tivesse acontecido, mas foi a primeira vez que eu caí em uma prova, então tinha que registrar aqui, hahahaha… 😛 Para tudo na vida tem uma primeira vez, né?

Micos à parte, rs, o percurso foi um pouco complicado porque a CET não liberou o fechamento completo das ruas e tivemos que dividir parte do espaço com os carros. Isso fez com que o espaço para os corredores ficasse um pouco estreito e, especialmente na segunda volta do pessoal dos 10k, deu uma tumultuada. Como eu estava correndo 5k e não estava preocupada com tempo, nem nada, não me incomodei, mas acho que para quem estava com um objetivo de performance ou correndo no percurso maior, deve ter sido um pouco irritante.

Bem lá no final do percurso, tinha uma descida deliciosa e não poderia terminar melhor: dentro do estádio do Morumbi. Esse finalzinho, para mim, compensou todos os perrengues e as subidonas do bairro do Morumbi! Hahahaha… Com certeza, faria a prova de novo, especialmente porque a temática foi puro amor, hahahaha… 😉

E você, correu essa prova? O que achou? Conta pra gente nos comentários!

pes-na-areia-ferias

Enfim, chegou o fim do ano e, com ele, as merecidas e esperadas férias! É aquele momento em que podemos finalmente descansar o corpo e a mente. 🙂 Quem mais esperou 12 meses só para colocar os pés pra cima, ou curtir uma praia ou montanha por este Brasil afora?

No meio da correria para deixar tudo em ordem no trabalho, na escola e com a família, sempre tem aquele momento em que a gente se pergunta: como ficam meus treinos de corrida? E a academia? Será que vou perder rendimento nesses dias “off”?

Para ajudar quem está se organizando para os treinos do ano que vem e quer manter o rendimento após as festas, pedimos ajuda para o Eduardo Barbosa, treinador da 4any1 Assessoria Esportiva, que acompanha nossos treinos de corrida.

Muita vezes, o primeiro pensamento é aumentar o ritmo dos treinos para aproveitar os dias livres. Né?! Hahahaha… 😉 Grande ideia, não fosse por um detalhe: de repente sua planilha contém treinos leves e – pasmem! – o treinador pede até que você pratique outros esportes! E agora?

“Para entender essa planilha, é preciso fazer uma retrospectiva e observar seus treinos desde o começo do ano. No início da preparação para 2015, naquela fase que chamamos de período de base, com certeza você trabalhou capacidades de apoio que o ajudaram a progredir nas provas escolhidas e definidas junto a seu treinador como alvo principal. Foram realizados trabalhos técnicos, como educativo de corrida e musculação”, explica Edu.

“Em uma segunda fase, ainda visando sua prova alvo, você passou pelo período preparatório específico, em que trabalhou o aumento de volume, intensidade e distância, além de velocidade, força, resistência, potência e trabalhos técnicos característicos da prova, seja asfalto, praia ou montanha. A última fase foi o período pré-competitivo, popularmente chamado de polimento, que é marcado pela diminuição do volume, intensidade e carga de treinamento, bem como ajustes técnicos da prova alvo e preparação psicológica. O objetivo aqui é chegar descansado e treinado para competição principal”, completa o treinador.

Se você seguiu essa rotina de treinamento ao longo de 2015, dividindo o ano em duas provas alvos por semestre, por exemplo, significa que você já esteve, em dois períodos, no melhor da sua forma. Seu corpo recebeu uma grande carga de exercícios e estresse mental relacionados com a preparação física. Portanto, fique tranquila e desacelere sem medo.

ferias-volei-praia-galera

“Esta época é de descanso, mas nem por isso você irá se entregar ao sedentarismo. Aproveite as férias para praticar outras modalidades esportivas“, orienta Edu. “Vale futebol, vôlei na praia com amigos, surfe, stand up ou qualquer outro esporte de sua preferência. O importante é descansar o corpo e a mente de sua principal atividade esportiva, a qual você se dedicou ao longo do ano.”

Por isso, relaxe e se dedique a outros esportes que te dão prazer, sem medo de ser feliz. A corrida estará esperando quando as férias acabarem. 😉 Na volta, você estará com outro gás e será o momento perfeito para conversar com seu treinador e se preparar para novos desafios, como encarar uma nova distância. Que tal? Então, fale com seu treinador, descanse e boas férias!

post_parceiros_4any1_2015

12