Em outubro do ano passado, a Academia Bio Ritmo lançou uma nova aula que prometia desafiar nossos limites, a Race Bootcamp. Com duração de 45 minutos, a aula mistura corrida, musculação e funcional, trabalhando o corpo intensamente, com a frequência cardíaca lá em cima o tempo todo para garantir a queima de calorias por várias horas.

Dá uma olhadinha nesse vídeo para ter uma ideia de como é o treino:

Se o teaser já não fosse suficiente para me deixar super curiosa, uma das salas da unidade em que eu treino foi inteirinha reformada apenas para receber o Race Bootcamp! A antiga sala de Running, que tinha uma luz azul (vocês já devem ter visto alguma foto minha ao estilo “smurfete” no Instagram do blog por conta dessa luz, rs), ganhou luzes vermelhas, paredes pretas e letreiros em neon, indicando que a coisa lá dentro PEGA FOGO! rsrs

Sala do Race Bootcamp na Bio Ritmo Paulista

A gerente de ginástica da Bio Ritmo, Julia Michelin, explica o motivo para essa ambientação especial: “No Race Bootcamp, vários desafios são propostos ao longo do treino e a ambientação com sonorização e iluminação, de alguma forma, contribui para o estímulo do aluno que se sente motivado a chegar no seu máximo”.

Mas… Na época em que essa aula foi lançada, eu estava focada na reta final dos meus treinos para a meia maratona e achei melhor deixar para depois. Passou a meia, passou o Natal, passaram as férias… rsrs… Bom, já estava passando da hora de eu encarar essa aula, né? Finalmente, fui! E gente… Que aula é essa??? 😀

Sim, o treino é puxado! Hahahaha… Mas não apenas sobrevivi como voltei, rá, e agora posso contar para vocês como é! 😛

São três tipos de treino: Lower Body (membros inferiores e abdôme), Upper Body (membros superiores) e Full Body (todo o corpo). Apesar de focarem em áreas diferentes do corpo, a estrutura dessas aulas é bem similar.

A sala é dividida em duas turmas – metade vai para a corrida (na esteira) e a outra metade para o funcional, trabalhando com halteres, faixas elásticas e alguns exercícios calistênicos. A cada série (de cerca de 5 minutos), as turmas fazem um rodízio entre a esteira e os exercícios de fortalecimento, tudo isso com intervalos bem curtos para manter a frequência cardíaca elevada.

E olha, sobe mesmo, achei que meu coração sairia pela boca! Hahahaha…

Na esteira, o trabalho é intenso, com inclinação e a velocidade mínima (sugerida) a partir dos 9 km/h. No solo, você escolhe o peso dos halteres e também define a intensidade do exercício, de acordo com o seu condicionamento. Como são “só” cinco minutinhos em cada rodada, vai… acelera!!! rs

Eu adorei a aula, é bastante desafiadora, especialmente se você já treina há algum tempo e está buscando algo diferente para testar seus limites. Isso significa que, na minha opinião, não é uma aula para quem está começando a fazer a academia agora, sabe? Acho que precisa ter um certo condicionamento para aproveitar melhor a proposta. 😉

Por enquanto, o Race Bootcamp está disponível nas unidades Paulista, Moema, Cerro Corá, Santo André e Chácara Santo Antônio. Se você não é aluno na Bio Ritmo, mas gostaria de expermimentar essa aula, consulte os horários na unidade mais perto de você e peça um free pass.

Uma das coisas que eu mais gosto de treinar na Bio Ritmo é que eles estão sempre inovando para manter os alunos motivados. Além das aulas que compõem a grade básica da academia, como pilates, step, yoga, boxe, spinning etc., tem algumas modalidades itinerantes que “viajam” de uma unidade para a outra.

Como sou supercuriosa pra essas coisas, sempre tento participar quando tem alguma aula diferente na minha unidade. E uma aula que eu morria de vontade de fazer, mas nunca conseguia, era a de Bio ViPR. Tudo isso porque eu estava doida para treinar com a “bazuca”, apelido carinhoso que os alunos dão para o ViPR, o acessório que batiza a aula.

E esse é o ViPR!

E esse é o ViPR!

A aula de Bio ViPR foi lançada em agosto de 2015 e passou várias vezes na minha unidade deste então, mas só recentemente consegui encaixar meus horários para participar. E olha, valeu a pena!

No vídeo abaixo, tem uma amostra. 😉

Para quem está se perguntando, o ViPR é feito com borracha densa. Vendo o vídeo, até parece fácil manusear a “bazuca”, né? Mas então vamos ao fatos, rs… Cada cor indica o peso do acessório, que vai de 4 a 12 quilos. Eu fiz a aula com 6 quilos e fiquei conversando com os músculos dos meus braços por uns dois dias… 😛

O treino é curto (30 minutos) e intenso. Trabalha força, estabilidade, potência e flexibilidade, e ainda ajuda a ganhar resistência e coordenação motora. São duas séries de exercícios com intervalos bem curtos entre eles — só o tempo de mudar o ViPR de posição. E dá para queimar até 500 calorias nessa brincadeira!


Segundo o diretor técnico da Bio Ritmo, Saturno de Souza, o objetivo do Bio ViPR é realizar movimentos integrados com carga e exercícios voltados para trabalhar o core (os músculos na região do abdômen e da lombar). “Os músculos do core, quando fortalecidos e acionados de forma correta, dão suporte para a coluna e quadris, evitando o estresse nessa região, definem o abdômen e modelam a cintura, além de auxiliarem na correção postural”, explica.

Nem precisamos falar como é importante fortalecer essa região para quem corre, certo? 😉

Eu adoro treinos curtinhos e com movimentos funcionais, então nem preciso dizer que amei a aula. Já estou ansiosa para saber quando terá na Paulista de novo!

post_parceiros_BR_2015