Fim de ano é sempre aquela correria! Projetos para concluir, trabalhos para entregar, confraternizações, compras, muita gente se preparando para sair de férias e as tarefas acumulando… Só que esse turbilhão de atividades e estímulos que recebemos a todo momento podem ter um efeito negativo em nosso organismo e a insônia vem com tudo! :/

A insônia pode ocorrer em diferentes momentos, sendo caracterizada tanto pela dificuldade de pegar no sono como quando despertamos no meio da noite e não conseguimos mais dormir. As causas podem ter origem biológica, física ou psicologica, sendo que as causas mais comuns são a produção inadequada de serotonina pelo organismo e o estresse cotidiano.

Se você está enfrentando dificuldades para dormir tranquilamente, algumas mudanças simples na rotina podem ajudar a relaxar seu corpo e prepará-lo para o momento de descanso. Selecionamos seis dicas que já funcionaram comigo:

  1. Evite ficar em ambientes com muita luz perto da hora de dormir. Pode parecer uma dica boba, mas nosso cérebro registra a presença da luminosidade, mesmo que seja uma lâmpada fraca, e isso faz com que ele entenda que ainda é dia e se mantenha alerta.
  2. Desligue os eletrônicos. Estamos cercadas de telas luminosas, o tempo todo. É a TV ligada, o celular, o computador… A Li já fez um post bem interessante falando dos efeitos que a luz azul desses aparelhos têm em nosso organismo. Além disso, há quem afirme que eles emitem ondas eletromagnéticas que nos mantêm em estado de alerta.
  3. Tome um banho quentinho duas horas antes de ir para a cama. Isso ajuda a relaxar os músculos do corpo e facilita na hora de dormir – essa dica sempre funciona comigo!
  4. Evite consumir alimentos (e suplementos!) estimulantes perto da hora de dormir. Café, alguns tipos de chá, cigarro e álcool devem ser evitados. Se você treina no final do dia, vale conferir com um nutricionista o que você tem tomado no pré e pós-treino. Muitos suplementos contêm substâncias estimulantes, como a cafeína, em suas fórmulas.
  5. Ligue o ventilador. Com a chegada do verão, mais pessoas sentem insônia, já percebeu? É que um ambiente muito quente pode deixar nosso sono mais inquieto e superficial.
  6. Verifique se o seu colchão e travesseiros estão adequados. Se seu corpo estiver mal acomodado, além de ser sono ser mais cansativo, você pode acordar com dores.

Para quem acorda no meio da noite, a dica principal é: não fique olhando para o relógio. Isso só vai te deixar ainda mais ansiosa e se sentindo culpada por não conseguir dormir. Tente relaxar e evite pensar nos problemas –afinal, você não vai conseguir resolvê-los no meio da madrugada, de qualquer forma.

Podem parecer atitudes simples, mas faz diferença. Vale a pena experimentar! Agora, caso sua insônia persista, não deixe de procurar um médico. Afinal, sua saúde merece cuidado total!

Bons sonhos, mulherada!

A corrida pode ser uma excelente válvula de escape para fases estressantes ou mesmo para organizar os pensamentos depois de um dia cheio. Inclusive, já fiz até um post aqui falando sobre como ela me ajuda a colocar a cabeça no lugar.

Com certeza, não sou única. Conheço muita gente que também faz da corrida uma forma de acalmar a mente, ou que encontrou uma resposta para algo que estava lhe incomodando depois de um bom treino. Porém, se antes isso era mais uma sensação – e podia até parecer “papo de corredor” para alguns, hahahaha… – agora tem uma explicação científica. E mais: tem um tipo de treino de corrida mais indicado dependendo do efeito que você está buscando!

Estudos com imagens do cérebro mostram que, depois de 30 minutos de exercício aeróbio, há um aumento na atividade do sistema frontal do cérebro, região que está associada justamente com a tomada de decisão, planejamento e… resolução de problemas! Para esse tipo de reflexão, um exercício mais longo e com intensidade moderada é excelente – por isso você deve voltar dos seus longões tão cheia de ideias. 😉

Já se a última coisa que você quer é ficar remoendo pensamentos e seu desejo é simplesmente parar de pensar por alguns minutos, os treinos ao estilo HIIT, como tiros de velocidade e intervalados, parecem ser a melhor pedida. Isso porque os exercícios anaeróbios e de alta intensidade fazem o corpo bombear mais sangue para os seus músculos, gerando uma espécie de déficit de oxigênio no cérebro que torna mais difícil ter pensamentos criativos e abstratos. (Mas fique tranquila que isso é só durante o exercício; a longo prazo, o efeito é benéfico e há estudos que sugerem uma melhora na memória e na atenção de pessoas sedentárias que adotaram programas de treinamento de HIIT.)

“Quando você faz exercícios que exigem um grande esforço físico, não vai ser capaz de resolver problemas ou pensar do mesmo jeito que faria durante um exercício moderado”, explica Karen Postal, professora de psicologia da Harvard Medical School e presidente da Academia Americana de Neuropsicologia Clínica em entrevista para a New York Magazine.

O que pesquisas recentes indicam é que exercícios físicos podem melhorar o foco, a concentração e a sua capacidade de pensar durante a sua execução, desde que sejam realizados com uma intensidade moderada. “Se a intensidade for baixa, não vai melhorar o seu pensamento; se for muito alta, vai tornar mais difícil ter certos tipos de pensamento”, afirma a pesquisadora.

Agora você sabe: quer refletir sobre a vida? Uma corrida longa e em um ritmo confortável (ou qualquer outra atividade aeróbia que você goste) pode ser a melhor maneira de encontrar soluções para os seus problemas. Quer dar um sossego para a sua cabeça e esvaziar a mente? Taca-lhe pau e aposte no HIIT, nos tiros ou nos intervalados para descarregar a adrenalina e o estresse. E aproveite ao máximo os benefícios da corrida! 😀