Olá mulherada!

Este ano você decidiu se organizar com a ajuda de uma agenda, planner ou bullet journal? Eu amo organização, e claro, todo ano tenho um deles pra me ajudar, este ano imprimi e montei um planner lindinho (lindo, gratuito e fácil de montar, checa aí). 😉 Perae… bullet journal, planner… você não sabe nem o que é isso?

Planner é uma agenda mais completa, há diversas para comprar em livrarias e papelaria. Enquanto na agenda a gente normalmente só escreve como foi o dia e anota compromissos ou notas. No planner normalmente colocamos todas as esferas da nossa vida: família, trabalho, finanças, dieta e até sua rotina de exercícios. Você pode colocar tudo que quiser para se organizar ou se incentivar. O planner é bem legal para quem se perde nas tarefas ou objetivos, pois se usado corretamente, te auxilia a ser mais organizado e a alcançar metas e objetivos. 🙂

Um exemplo de planner, super fofo. Mas você pode ser mais vida real (o meu não chega nem perto disso), rs, até porque o objetivo é que seja fácil de manter e nem todo mundo consegue desenhar e colar adesivos todos os dias. 😛 (Fonte)

O bullet journal tem a mesma ideia, só que de uma forma mais prática ainda. Pois você pode pegar qualquer caderno e fazer a sua própria organização e anotar rapidamente listas de afazeres. Se você jogar no Google qualquer um dos termos, “planner” ou “bullet journal” vai entender rapidinho como funciona, pois há muitos tutoriais, dicas e vídeos sobre o assunto.

Bullet journal de alguém que desenha bem, rs, não como eu. 😛 Eu imprimo coisas fofas pra dar o mesmo efeito (links abaixo para você fazer o mesmo).

E como a internet tá aí para usarmos, muitos sites disponibilizam gratuitamente artes que você pode imprimir e utilizar na sua agenda, planner ou bullet journal. É só ir na papelaria, comprar aquelas folhas adesivas e imprimir na sua casa, ou mandar imprimir em uma gráfica. 🙂 É uma forma fácil de personalizar.

Separei abaixo os arquivos por tema para facilitar. E se você está na mesma onda que eu, compartilha depois uma foto de como você organiza sua dieta e sua rotina de exercícios e corridas na agenda/planner/bullet journal, e marca o @corremulherada. 😉

Quer beber mais água?

Imprima estes adesivos. 😉

Quer controlar suas atividades físicas?

O primeiro dá pra imprimir como adesivo ou utilizar um clipes para prender na agenda. 😉 Os demais estão prontos para imprimir como adesivos.

Quer anotar o cardápio da dieta? 

Abaixo tem alguns arquivos que você pode imprimir para anotar a dieta e outros que são adesivos para dar uma animada nas suas anotações. 😉

Quer um específico para corrida? Adesivos? Quadradinhos para controle do treino? Comenta que eu crio um e disponibilizo em nossa página de downloads (aliás, nela tem alguns arquivos para te ajudar a se organizar).

Montei também um painel no Pinterest com ideias para o Bullet Journal.

Atenção: todos os arquivos são para uso pessoal, e portanto, não podem ser comercializados. 😉 Mais informações sobre cada arquivo diretamente na fonte (linkada em cada arquivo). 😉

Olá mulherada! Você tem intolerância ao glúten ou está cortando o glúten da sua dieta? O glúten é uma proteína presente no trigo, na cevada, no centeio, na aveia e no malte, já falamos sobre ele aqui (e se é necessário cortá-lo). Portanto, todos os alimentos feitos com esses produtos contêm glúten.

Muitas pessoas fazem uma dieta sem glúten e ficam perdidas na hora de comprar e escolher o que comer. E a gente sabe bem o quanto é difícil não comer aquele pãozinho quentinho, aquela pizza no domingo… e tantas outras delícias que tem glúten.

Pensando nessa dificuldade trazemos para vocês uma lista com todos os alimentos permitidos na dieta sem glúten, assim você pode ter um cardápio saboroso e nutritivo e saber o que escolher.

Alimentos permitidos na dieta sem glúten

FARINHAS e FÉCULAS: farinha de arroz, amido de milho, fubá, farinha de mandioca, fécula de batata, farinha de soja, polvilho, araruta, flocos de arroz e milho.
MASSAS: preparadas com as farinhas permitidas.
VERDURAS, FRUTAS E LEGUMES: todos, crus ou cozidos, frutas in natura ou desidratadas.
CEREAIS: arroz, milho, painço, quinoa, amaranto, trigo sarraceno.
LATICÍNIOS: leite, manteiga, queijos e derivados.
GORDURAS: óleos e azeites.
CARNES: bovina, suína, frango, peixes e frutos do mar.
OVOS
GRÃOS: feijão, lentilha, ervilha, grão de bico, soja.
SEMENTES OLEAGINOSAS: nozes, amêndoas, amendoim, castanhas da Amazônia e caju, avelã, macadâmia, linhaça, gergelim, abóbora etc.
CAFÉ: procure os cafés com o selo de pureza da ABIC, pois alguns pós podem estar misturados à cevada.
BEBIDAS ALCOÓLICAS: vinho (feito da uva), aguardente de cana, rum (destilação do melaço), vermute e conhaque (derivados do vinho) e quentão (feito com aguardente, gengibre, cravo da Índia e canela).

O maior segredo para conseguir se privar do glúten é adaptar as receitas e ampliar o leque de opções saudáveis sem glúten. Aqui no blog temos algumas receitinhas sem glúten. 😉

Fonte: Frootiva