A corrida tem conquistado cada vez mais adeptos, é só reparar o boom por todo o Brasil. \o/
Todos os dias passo pela nossa hashtag, a #corremulherada, e acho MUITO LINDO ver pessoas REAIS, com suas vidas cheias de tarefas, dedicando minutos ou horas de seus dias para correr. Muitas (me incluo nessa), preferem ou só tem tempo de correr à noite. O verão e o calor tornam isso bem mais convidativo, sem contar com o número de night run (S) por aí.

Correndo a noite

Correr à noite significa segurança dobrada. Correr é lindo e mágico, mas ninguém quer correr risco de vida com ela, não é mesmo?
Portanto, alguns fatores que devem ser levados em consideração em corridas de rua noturnas:

  • Evite lugares escuros;
  • Evite lugares vazios;
  • Prefira locais que você conheça bem o percurso;
  • Preste atenção aos sinais de trânsitos;
  • Fique ALERTA e evite usar fones de ouvido, se for usar que seja com o volume baixo (que dê para ouvir o som da rua) ou somente em uma das orelhas;
  • Prefira locais sem obstáculos (buracos, reformas).
  • Use roupas claras (nada de total black) ou com material refletivo. Vamos falar mais a respeito neste post. 😉

Várias marcas do segmento estão cada vez mais se mexendo para atender as necessidades de corredores noturnos. O que acho ótimo!

Pesquisando nas Black Friday da vida, me deparei com um monte de roupas esportivas que fazem uso de cores fluo (naturalmente refletivas), tecidos com tingimento especial ou pequenos detalhes refletivos/reflexivos nas aplicações de materiais. São roupas bem bonitas (algumas lindas e caras rs) e longe do look total-laranjão usual, tudo para atender a demanda. Ok, reclamei dos preços (não resisto!), mas se essa for mesmo sua rotina, acho bacana repensar pelos motivos citados acima. Nem que tenha alguns detalhes, como um acessório ou um zíper. O importante é dar o sinal para o colega que você está lá! rs
Apareça e brilha, mulherada! \o/

Roupas e Acessórios para quem corre à noite

1 - Roupas
1. Colete Aeroloft 800 Vest – NIKE — R$ 399,00 | 2. Camiseta W Lite-Show Fav SS – ASICS — R$ 109,90 | 3. Top Stow-N-Go II A/B High – The North Face — R$ 99,00 | 4. Calção Basic – Track & Field — R$ 119,00 | 5. Shorts GTD Running – The North Face — R$ 159,00 | 6. Calção com Bermuda interna Mesh – Basic Track & Field — R$ 139,00 | 7. Calça Legging Printed Reflective Tight – NIKE — R$ 349,00 | 8. Calça Legging W Lite-Show Tight – ASICS (preço não informado) | 9. Meião Elite Run Hyper Compression – NIKE  — R$ 129,90 | 10. Cinto Mídia Yur Running – ADIDAS — R$ 69,90.

Algumas marcas estão indo além e lançando linhas especiais para a corrida noturna, como ASICS e a linha LITE-SHOW. Outras marcas, como a Nike, Sketchers, Saucony e New Balance também tem seus modelos que brilham no escuro.

2 - tênis noite
1. GEL Nimbus 16 Lite-Show – ASICS — R$ 699,00 | 2. GEL Noosa Tri 9 – ASICS — R$ 499,00 | 3. Kinvara 5 – Saucony — R$ 499,00 | 4. GOrun 3 – Nite Owl 2.0 – Sketchers — R$ 299,00 | 5. Flynit Air Max – NIKE — R$ 1.000,00 | 6. M590 – New Balance — R$ 179,00 | 7. Edição limitada Boston 890V4 – New Balance — R$ 449,00

 

Outras marcas também estão apostando na corrida noturna, como a PUMA que está lançando agora em dezembro a linha PUMA Nightcat e PUMA Nightcat Powerd. A PUMA Nightcat traz os refletivos que já citei e o PUMA Nightcat Powered, além dos refletivos, possui também um chip com led que aumenta ainda mais a visibilidade. Achei muuuuito legal!

PUMA Nightcat

PUMA Nightcat e PUMA Nightcat Powered

Essa tecnologia está presente em alguns modelos de tênis, como o Faas 600 v2, PUMA Mobium Ride, e PUMA Mobium Elite Speed, além de jaquetas, camisetas e demais produtos.
Eu, que trabalho no ramo de moda, PI-RO nesse tipo de tecnologia quando aliado a um design de bom gosto. Acho a cara do futuro! hahahah #alokadosfilmesfuturistas

E você, tem dicas de algumas roupas bonitas para aquela corridinha noturna? Contaê nos comentários! 🙂

No último domingo (18.05), aconteceu em Sampa, a etapa Itália da Série Delta, circuito organizado pela O2 com 3 corridas de 5k e 10k, sendo cada etapa, um país diferente – que neste ano são: Itália, Espanha e México. A convite da Suprasoy, estive lá representando o Corre Mulherada. \o/

1Delta

Confesso que tenho carinho por essa prova por vários motivos: acontece pertinho de casa (ando um pouco mais de 3k, portanto já chego aquecida), é uma corrida turística – a largada é no Museu do Ipiranga/Pq. da Independência e gosto muito da id. visual da corrida (logo, camiseta, toalha e medalha).

2Delta_Kit

No Kit/Prova, que deveria ser retirado na loja Decathlon nos dias 16 e 17, tinha: camiseta, sacolinha de treino, squeeze, amostra de proteína em pó SupraSoy e toalha (pós corrida).

Outra coisa que gosto na Delta é todo o suporte pré e pós prova. Você recebe email bem explicadinho e ilustrativo, fator que considero super importante, principalmente para corredores iniciantes e/ou perdidos (como eu rs).

3DELTA_EMAIL

O dia da prova estava nublado, mas bem gostosinho de correr. Cheguei lá um pouco depois das 7h para retirar o chip, aliás, o único ponto que não gosto muito nesta e em algumas corridas é ter que retirar o chip de cronometragem no dia da prova. Mãããsss ok, apesar da “reclamação”, peguei rapidinho (nem enfrentei fila rs) e fui para o aquecimento.

4DELTA_estruturaPlacas de fotos | Espaço massagem | Degustação Suprasoy | Retirada de Chip

A estrutura do evento estava bem organizada. Lá tinham as famosas placas para tirar fotos, espaço massagem, banheiros químicos e áreas de degustação. O local é um caso à parte… 

A largada, por incrível que pareça, também estava organizada. Corredores se aglomeravam de acordo com seu pace, sinalizado através de bandeirinhas com cores diferentes e separado por fitas. Resultado: nada de muvuca na largada, ponto positivo! √

5DELTA_largada

O percurso, foi um pouco modificado neste ano. Antes, eram várias ladeiras com curvas, atualmente é mais reto, mas com uma ladeira…e que ladeira! hahahah =P
De qualquer forma, fui lá e enfrentei correndo o tempo todo, mesmo sem treinar bonitinho (“tá osso” – shame on me). Na descida da última ladeirona, encontrei a Dani Romeo (adorooo encontrar azamigas no meio do percurso ).

A prova (de 5k) teve 2 pontos de hidratação, localizado um pouco depois do km 2 e outro próximo ao km 4. Nos últimos 500m, sinalização de 100m em 100m (que servem de incentivo/esperança no coraçãozinho kkkkkk). Os últimos 300m são os mais difíceis neste circuito (mais até do que as ladeiras). O motivo é elevação, você vai subindo de encontro à linha de chegada.

6DELTA_chegadaEu nos últimos 100 metros. Morrendo, mas feliz!

Cheguei morreeendo, mas com uma sensação maravilhosaaaaaa de dever cumprido! De fato, é uma corrida que não te deixa entediada, apesar das ladeiras, é uma delícia passar correndo pelo Ipiranga. Completada a prova, frutas, água, toalha e (liiiiinda) medalha.

7DELTA_medalha

Missão cumprida, agora é curtir o evento e tirar fotos! hehehe

Após a prova encontrei a Juju Natal e demos aqueeeele abraço suado/endorfinado/gostoso de quem sabe o que acabou de enfrentar! 

8DELTA_chegada

A Série Delta, foi sem dúvida, uma prova super bem organizada, informativa, e divertida. O clima dela é muito legal, você sente que o pessoal curte de verdade! Algo bacana que presenciei, foram pessoas incentivando umas às outras, principalmente nas ladeiras (você logo percebia que não se conheciam), além dos “incentivadores” contratados que ficam pelo percurso. Isso é algo que adoro na corrida de rua, o sentimento de companheirismo que cerca os corredores, como se todos fôssemos um só! 

Um pouco mais de uma hora depois de completar a prova, recebi um SMS com meu tempo líquido 🙂

Muito obrigada Suprasoy, pelo convite!

Avaliação: regua_avaliacao_5

Quer ver fotos da corrida? Vai lá na nossa fanpage, no Facebook! :*