Em outubro do ano passado, a Academia Bio Ritmo lançou uma nova aula que prometia desafiar nossos limites, a Race Bootcamp. Com duração de 45 minutos, a aula mistura corrida, musculação e funcional, trabalhando o corpo intensamente, com a frequência cardíaca lá em cima o tempo todo para garantir a queima de calorias por várias horas.

Dá uma olhadinha nesse vídeo para ter uma ideia de como é o treino:

Se o teaser já não fosse suficiente para me deixar super curiosa, uma das salas da unidade em que eu treino foi inteirinha reformada apenas para receber o Race Bootcamp! A antiga sala de Running, que tinha uma luz azul (vocês já devem ter visto alguma foto minha ao estilo “smurfete” no Instagram do blog por conta dessa luz, rs), ganhou luzes vermelhas, paredes pretas e letreiros em neon, indicando que a coisa lá dentro PEGA FOGO! rsrs

Sala do Race Bootcamp na Bio Ritmo Paulista

A gerente de ginástica da Bio Ritmo, Julia Michelin, explica o motivo para essa ambientação especial: “No Race Bootcamp, vários desafios são propostos ao longo do treino e a ambientação com sonorização e iluminação, de alguma forma, contribui para o estímulo do aluno que se sente motivado a chegar no seu máximo”.

Mas… Na época em que essa aula foi lançada, eu estava focada na reta final dos meus treinos para a meia maratona e achei melhor deixar para depois. Passou a meia, passou o Natal, passaram as férias… rsrs… Bom, já estava passando da hora de eu encarar essa aula, né? Finalmente, fui! E gente… Que aula é essa??? 😀

Sim, o treino é puxado! Hahahaha… Mas não apenas sobrevivi como voltei, rá, e agora posso contar para vocês como é! 😛

São três tipos de treino: Lower Body (membros inferiores e abdôme), Upper Body (membros superiores) e Full Body (todo o corpo). Apesar de focarem em áreas diferentes do corpo, a estrutura dessas aulas é bem similar.

A sala é dividida em duas turmas – metade vai para a corrida (na esteira) e a outra metade para o funcional, trabalhando com halteres, faixas elásticas e alguns exercícios calistênicos. A cada série (de cerca de 5 minutos), as turmas fazem um rodízio entre a esteira e os exercícios de fortalecimento, tudo isso com intervalos bem curtos para manter a frequência cardíaca elevada.

E olha, sobe mesmo, achei que meu coração sairia pela boca! Hahahaha…

Na esteira, o trabalho é intenso, com inclinação e a velocidade mínima (sugerida) a partir dos 9 km/h. No solo, você escolhe o peso dos halteres e também define a intensidade do exercício, de acordo com o seu condicionamento. Como são “só” cinco minutinhos em cada rodada, vai… acelera!!! rs

Eu adorei a aula, é bastante desafiadora, especialmente se você já treina há algum tempo e está buscando algo diferente para testar seus limites. Isso significa que, na minha opinião, não é uma aula para quem está começando a fazer a academia agora, sabe? Acho que precisa ter um certo condicionamento para aproveitar melhor a proposta. 😉

Por enquanto, o Race Bootcamp está disponível nas unidades Paulista, Moema, Cerro Corá, Santo André e Chácara Santo Antônio. Se você não é aluno na Bio Ritmo, mas gostaria de expermimentar essa aula, consulte os horários na unidade mais perto de você e peça um free pass.

Olá, mulherada!

Você está cumprindo sua planilha, já sonhando com aquela conquista, quando surge uma pequena lesão ou algum outro problema de saúde e você não pode correr… 🙁

Todo mundo já passou por isso ou vai passar em algum momento. Mas, com toda certeza, ninguém quer perder o condicionamento físico adquirido com os treinos, então como manter o condicionamento físico enquanto você não pode correr?

Se você vai ter que ficar parada por mais de duas semanas, talvez você tenha que mudar seus planos e escolher uma outra prova ou levar um tempinho a mais para completar uma nova distância, mas se são só uma ou duas semanas, dá pra tranquilamente trocar a atividade e voltar de onde parou.

Abaixo sugerimos algumas atividades que podem substituir a corrida durante esse período. 😉 Contudo, não se esqueça de sempre conversar com seu ortopedista e treinador para saber o que eles recomendam, afinal, cada pessoa é única, e o que estamos sugerindo pode funcionar para algumas pessoas e para outras não, depende da lesão ou da doença e até do seu objetivo.

deep-running-corrida-na-agua-tratamento-lesao-condicionamento

Deep Running

Se você tem acesso a uma piscina, vai precisar apenas de um cinto (como o da foto) para praticar o Deep Running, uma corrida dentro da piscina. Seu corpo deve ficar submerso e inclinado (com o auxílio do cinto) enquanto você corre no lugar.

Pela ausência de impacto, é uma excelente alternativa para manter o condicionamento quando uma lesão nos obriga a ficar de molho. Há treinadores que indicam o Deep Running até como prevenção de lesões.

Para substituir o treino, você deve fazer o deep running pelo mesmo tempo que correria.

Ciclismo 

Pedalar é uma ótima forma de manter o condicionamento cardiovascular. Tanto ao ar livre, como em ambiente interno, numa bicicleta de spinning ou ergométrica, você pode manter seu condicionamento.

Se for ao ar livre, você pode fazer o mesmo percurso que correria, só que dando duas voltas de bike. Se for em ambiente interno, você pedala pelo dobro do tempo. 😉 E a dica para aproveitar da melhor forma o ciclismo no lugar da corrida é pedalar em pé, sem sentar o máximo de tempo que conseguir.

Elíptico

O elíptico ou máquinas semelhantes são ótimas, pois você fica numa posição bem parecida com a corrida, porém não há impacto. Para substituir a corrida pelo elíptico você deve manter sua frequência cardíaca alta enquanto faz o exercício. Você pode fazer exatamente o mesmo tempo que faria correndo, mas sempre de olho na frequência cardíaca.

Há algumas máquinas em que não é obrigatório mexer os braços, mas mesmo quando não for, use os braços. Assim você simula ao máximo a corrida.

esteira-anti-gravidade-corrida-sem-impacto

Esteira antigravidade

Há ainda poucas no Brasil, mas algumas academias já disponibilizam uma esteira antigravidade. Nela, você corre como se estivesse numa esteira normal, mas não há impacto. O treino é igual ao que você faria numa esteira convencional.

Bons treinos!

Você já ficou um tempo sem poder correr? O que você fez? Conta nos comentários!

12