O Dia das Mães está chegando e é sempre bom ser mimada! E se sua mãe é ativa e adora se exercitar, ou até mesmo se você quer dar aquele incentivo para ela, veja a nossa lista com algumas ideias de presentes.

1) Skechers GoWalk 4 – (R$ 319,99) – Os tênis da Skechers são super confortáveis e este modelo é ótimo para quem está iniciando uma atividade física.

2) Faixa Elástica BoostBeats – (R$ 10,00) – As faixas elásticas de cabelo ajudam a manter os fios rebeldes no lugar e seguram a franja, tem faixas simples, duplas e reflexivas. É um presente legal, com bom preço e que com certeza qualquer mãe vai adorar.

3) TomTom Touch (R$ 1.199,00) – A pulseira inteligente da TomTom faz o monitoramento de atividades, análise corporal e também mede a frequência cardíaca. A pulseira é linda e tem várias cores para ser usada em qualquer ocasião.

4) Viseira Stamp Rainha – (R$ 39,99) – Viseira é sempre um ótimo presente para uma mãe que adora se exercitar ao ar livre, além de proteger, essa estampa da Rainha é linda demais!

5) Bolsa Academia Adidas – (R$ 249,99) – Para poder levar as coisas para a academia, nada como essa bolsa linda da Adidas, né? A bolsa tem vários compartimentos para deixar tudo organizado e não faltar nada.

6) TOP Signature II Authen – (R$ 119,90) – Os tops da Authen são maravilhosos, este modelo da Linha Signatura, tem alta compressão, costura lisa para diminuir o atrito e é reforçado com tecido duplo.

7) Accelerate Short Sleeve Graphic New Balance – (R$ 129,90) – A blusa de manga curta da New Balance é perfeita para atividade física em dias mais quentes, além da estampa em corres super lindas.

8) Calça Nike Power Legendary Tight – (R$ 279,90) – Essa legging dá Nike é sem palavras, é linda e modela super bem. Além de possuir perfurações atrás que melhoram a respirabilidade.

9) Corda de Pular Ziva – (R$ 44,99) – Para as mamães que querem começar a treinar e não tem muito tempo para ir a academia, uma boa opção é pular corda. Ficar parada nem pensar, mesmo em casa. 😉

10) Meia GoNew Sem Cano – (R$ 19,99) – Meias nunca são demais e as da GoNew são ótimas e tem um preço bem legal. É o velho combo, bom, bonito e barato. 🙂

*Preços pesquisados em maio/2017

Olá mulherada!

Exatamente três anos atrás eu contava para vocês sobre meu início na corrida e meus 30 anos. Só se passaram 3 anos, mas tanta, tanta coisa mudou na minha vida… aconteceram coisas muito tristes e muitas coisas felizes (repara bem na ordem do “muito” nessa frase). E com trinta e três eu tô careca de saber que tudo que nos acontece nos ensina e nos fortalece, não é à toa que ficamos mais experientes ao longo do tempo. Nesses três anos pude aprender muito, e sou muito feliz e grata por tudo que tenho.

Na hora que sentei para escrever esse post, eu percebi que a maioria das mudanças na minha vida foram por conta da corrida. <3 Posso afirmar para vocês, a corrida mudou minha vida. E tenho certeza que não foi só a minha.

torne-se-uma-corredora-motivacional-corremulherada-mari

Aquele tempo que reservamos para correr, é também um tempo que reservamos para nós mesmas. No começo você pode estar focada na paisagem, na passada, na música, mas com os treinos você acaba tendo muitas conversas consigo mesma, aprende a lidar com o anjinho e com o diabinho que ficam aí no seu ombro. E são nessas conversas que a gente vai se encontrando, se conhecendo mais, percebendo defeitos que nem imaginava e também qualidades. Porque somos cheias dos dois.

Eu continuo a mesma em muitos aspectos, continuo determinada, com vontade de me superar, de fazer o bem, de dar o meu melhor em tudo que faço, cheia de vontade de aprender e melhorar. Mas sabe aquela lapidada?

Hoje eu me boto muito mais no lugar das outras pessoas, e por conta disso hoje eu gosto muito de ajudar o próximo, também aprendi a julgar menos pelo mesmo motivo. Aprendi a valorizar ainda mais cada momento ao lado daqueles que amo, porque algumas vezes tenho uma prova ou um longão bem no horário que eu poderia curtir eles, então a corrida tem que valer a pena mesmo e todo tempo com eles tem que ser aproveitado ao máximo.

Aprendi a viver mais intensamente. Me importando menos com as coisas que dão errado e com as pessoas que de alguma forma nos magoam. Tudo passa. É igual aquele treino de tiro, você olha a planilha e sabe que vai sofrer, mas depois que termina, você vê que o sofrimento valeu a pena, e daí você termina fortalecida.

E a corrida tem dia que dá certo, tem dia que dá errado. Podemos fazer tudo exatamente igual, mas o resultado nunca é o mesmo. Isso nos ajuda a ser mais flexíveis com tudo que nos acontece. Aprendi também que tem coisas que não estão sob o nosso controle, como uma árvore caída no meio do caminho ou um sol do Saara num dia que você esperava frio… e o jeito é se adaptar. E quando a gente se adapta durante a corrida, aprendemos a nos adaptar em outros lugares também.

apenas-corra

Aos 33, percebi que a corrida já é algo essencial na minha vida, como respirar, comer, amar, viver. Impossível não fazer um deles. 🙂

E começo hoje meus 33 com muitos objetivos e muitos sonhos. Durante o ano passado e começo deste ano vocês acompanharam a realização de dois grandes sonhos na corrida: a primeira maratona e o Desafio do Dunga. Depois deles eu segui treinando, mas sem um objetivo grande. Hoje tenho dois que espero realizar antes dos 34 e no meu próximo post “Minha Corrida” vou compartilhar com vocês. 😉 Alguém chuta quais são?

Agora vou ali comer uma fatia de bolo, afinal…. Feliz 33 pra mim! 😀