Não bastasse os estragos aos pulmões e a relação com o surgimento de câncer, o hábito de fumar também figura entre os principais vilões quando o assunto é a saúde cardiovascular. Por isso, aproveitamos que 29 de agosto é o Dia Nacional de Combate ao Fumo para trazer mais informações sobre os riscos que o tabagismo traz à nossa saúde, em especial das mulheres.

Recentemente, falamos sobre a importância de cuidarmos do nosso coração e como, infelizmente, o número de mulheres com problemas cardíacos tem crescido no Brasil. Você sabia que o cigarro pode elevar a pressão arterial e a frequência cardíaca em até 30%? :O Chocante, né?! Parar de fumar faz toda a diferença para quem quer ficar longe dessa triste estatística!

O cigarro é responsável por aumentar o risco de surgimento de cerca de 50 doenças diferentes, sendo que as cardiovasculares, como a angina e o infarto, estão entre as mais comuns. Ele é um dos maiores agressores do endotélio, a parede de células que recobre os vasos sanguíneos, interferindo na produção do óxido nítrico, o que faz com que as nossas artérias fiquem mais vulneráveis ao acúmulo de gordura.

A nicotina vai diretamente para o coração, o cérebro e a circulação do fumante, prejudicando todo o organismo. “Sua ação é exercida pelos sistemas simpáticos e parassimpáticos e, quando a adrenalina é liberada, influencia na redução de consumo de oxigênio, e faz com que o corpo passe a absorver mais colesterol”, explica o Dr. Abrão Cury, cardiologista e clínico geral do HCor (Hospital do Coração).

“É importante lembrar, ainda, que qualquer tipo de tabaco pode estimular a produção de novas placas nas artérias e piorar a aterosclerose (acúmulo de gordura nas paredes das artérias). Por isso, optar por cigarros com baixo teor de alcatrão e nicotina não significa diminuição do risco de infarto”, orienta o cardiologista.

Os homens fumantes têm três vezes mais chances de ter um infarto, se comparado aos homens não fumantes. Nas mulheres, esse risco é ainda maior. “Mesmo fumantes passivos correm riscos, com aproximadamente 30% mais chances de sofrer um infarto do que uma pessoa que não se expõe à fumaça do cigarro”, alerta Dr. Abrão.

Além disso, o cigarro também interfere no mecanismo de contração e relaxamento dos vasos, dificultando a circulação do sangue. Um único cigarro já é suficiente para contrair todos os vasos sanguíneos do nosso corpo.  A cada tragada, ocorre um endurecimento das artérias do fumante, fazendo com que o coração trabalhe mais intensamente.

Quer parar de fumar? Procure ajuda!

Para facilitar o processo de parar de fumar, há diversas opções no mercado, de medicamentos a adesivos de nicotina, entre outros métodos. “Mas, acima de tudo, o bom resultado vai depender da determinação e da força de vontade do fumante”, aconselha o Dr. Abrão.

Para auxiliar quem quer deixar o cigarro de lado, o HCor lançou recentemente o programa Vida Sem Cigarro, que combina consultas presenciais com equipe multidisciplinar (psicólogo, médico e nutricionista, se for o caso) e sessões online de 30 minutos para acompanhamento durante todo o processo. No site www.vidasemcigarro.com.br, você encontra informações detalhadas sobre o programa e uma calculadora para saber quanto gasta com cigarro – já parou para fazer essa conta?! 😉

A gente sabe que é um processo difícil, mas temos confiança de que é possível! 🙂 Força, mulherada!

Perguntamos na nossa página no Facebook e no nosso perfil no Instagram quais eram os temperos que não poderiam faltar na cozinha das nossas leitoras, e reunimos neste post os 7 temperos mais citados. Segue a gente para participar nas próximas enquetes! 🙂

temperos

Os temperos dão sabor aos alimentos e ajudam a aguçar o paladar, pois realçam os sabores.

Eu adoro temperos, principalmente porque todos eles trazem algum benefício para a nossa saúde. 🙂 Para aproveitar estes benefícios, armazene os temperos sempre em um lugar seco e fresco. Os temperos devem ser usados em até 6 meses após a compra, melhor ainda se você os cultivar em casa.

1) Pimenta

A pimenta foi a campeã de menções. Pimenta do reino, pimenta calabresa… todo mundo adora uma pimenta! A pimenta é excelente para nosso organismo, pois possui atividades antimicrobiana, anti-inflamatória, anticancerígena, melhora a digestão e diminui os níveis de colesterol. Ela ainda ajuda a emagrecer, pois acelera o metabolismo. 🙂 Mas nem toda pimenta traz estes benefícios, as pimentas: jalapeño, de cheiro, de bode, cumari-do-Pará, malagueta, dedo-de-moça, murupi, biquinho e cambuci são melhores por serem do gênero capsicum, esse gênero tem como principio ativo os capsaicinoides que dão todos os benefícios citados acima. 😀

Na hora de usar, tome cuidado na quantidade para não apimentar demais a comida, e como ela é vasodilatadora, é bom não exagerar. A pimenta combina com quase todos os pratos salgados e você pode ainda usá-la em alguns pratos doces.

2) Alho

O consumo de alho (ao natural) traz diversos benefícios para a saúde, principalmente para fortalecer o sistema imunológico  Dentre os benefícios destacam-se a capacidade de reduzir a pressão arterial, baixar o colesterol, contribuir com a glicemia sanguínea, atividade antiviral, antibactericida e antifúngica. O ideal é consumir 1 dente de alho grande cru ou 2 dentes pequenos por dia. Você pode adicioná-lo a salada, molho para salada, sanduíches, etc. Você pode ainda adicionar em carnes, refogados e molhos, mas alguns benefícios serão perdidos no cozimento.

3) Cebola

A cebola é outro tempero que tem muitos benefícios. Ela é um anti-inflamatório natural, ajuda a prevenir problemas renais, doenças cardiovasculares e respiratórias, contribui para a beleza da pele e dos cabelos e ajuda a reduzir os níveis do mau colesterol (ldl) e triglicérides. Você pode usar a cebola em carnes, aves, peixes, refogados, molhos, sopas, sanduíches… ela é bem versátil. Eu adoro cebola roxa, acrescento em omeletes, saladas e lanches.

4) Orégano

O orégano é um tempero que você pode adicionar facilmente nas refeições e tem diversos benefícios. Ele é anti-inflamatório, antibacteriano, possui propriedade antioxidante, atua no sistema digestivo (diminui a formação de gases e previne cólicas intestinais), possui ação diurética, ação expectorante e ação antifúngica. Ainda estimula o sistema imunológico. Você pode usar o orégano em ensopados, peixes, aves, carnes, saladas, molhos, massas, pizzas, sopas, vegetais assados e chá. O chá (uma colher de sopa da erva em uma xícara com água quente, tome assim que esfriar) é bom para a mulherada na TPM (pois diminui as dores menstruais e os sintomas da TPM).

5) Canela

A canela ajuda a controlar a diabetes, melhora transtornos digestivos, combate as infecções das vias respiratórias e ajuda a combater o colesterol. Além disso, tem um beneficio bem legal para quem faz mil coisas em 24 horas (a maioria de nós, rs), ela ajuda a diminuir a fadiga e a melhorar o estado de ânimo. 😀 Para quem quer emagrecer, ela é super parceira, pois diminui o apetite (por ser rica em fibras), reduz o acúmulo de gordura e ajuda a diminuir as calorias ingeridas (se você substituir o açúcar no leite, café e chás por ela). Você pode usar a canela polvilhada em frutas, sobremesas, cremes, mousses, mingaus, em bolos, tortas e chás. O ideal é consumir uma colher de café de canela em pó todos os dias.

Eu adoro canela, coloco em tudo que posso. 😛

6) Manjericão

O manjericão tem propriedades antissépticas, desintoxicantes, calmantes, expectorantes e antioxidantes, possui ação antibacteriana, anti-inflamatória e estimulantes do sistema nervoso.
Você pode usar o manjericão em preparações que levam tomates, como saladas, molhos, sopas e sanduíches. Você também pode usar em legumes como abobrinha, berinjela, abóbora e batata. O chá de manjericão (10 folhas em uma xícara de água fervente, deixe descansar 10 minutos, coe e tome) ajuda a aliviar os sintomas de resfriados, gripes, congestão e tosse.

7) Salsinha

A salsinha é rica em vitamina C, que ajuda o sistema imunológico, ajuda a controlar a hipertensão, além de ser um poderoso antioxidante e esses são só alguns dos benefícios da erva. 🙂 Você pode usar a salsinha em todos os pratos salgados, ela é bem versátil. Você também pode fazer chá de salsinha (5 ramos de salsa ou 3 colheres de sopa da erva em 1 litro de água, deixe ferver por 5 minutos. Coe e tome com algumas gotas de limão, 4 vezes ao dia). O chá é bom para emagrecer (funciona como um diurético) e combater a celulite (age diretamente na inflamação das células que causam a celulite). Eu uso muito a salsinha no suco verde (sempre adiciono uma colher de chá).

Além de todos esses benefícios, estes temperos tem poucas calorias, então dá pra encaixá-los na dieta sem problemas. 🙂

Conta pra gente nos comentários… qual destes temperos você mais utiliza?

1