Olá mulherada!

Eu nem acredito que este é meu último post antes da maratona! Meu próximo post já será contando como foi a #maritona. Só de escrever isso já fico toda arrepiada e com um friozinho no estomago… aliás, esse friozinho no estomago já estou até me acostumando, porque é só alguém falar em maratona, França… e ele já aparece. Êta ansiedade!

Eu sonhei tanto com o dia da minha primeira maratona, e hoje prestes a realizar, a cabeça está a mil. Nervos a flor da pele, ansiedade absurda e um medinho, porque não sou de ferro, rs.

140508_alimente

<3 Bora deixar o medo morrendo de fome!

Mas a pior parte já passou, os treinos puxados já terminaram, e agora tem apenas mais uma semana de planilha (e a última semana é bem tranquila perto das outras). A dieta está encaixada e consegui emagrecer tudo que deveria, e me sinto preparada. Se foi fácil chegar até aqui? Não foi não.

Teve dias que eu me perguntei porque me enfiei nessa? Ô se teve! Teve dias que jurei nunca mais correr uma maratona na minha vida? Sim! Teve dias que tudo que eu queria era dormir mais um pouquinho? Sim, foi a maior batalha que tive comigo, porque todo dia eu queria ficar mais um pouquinho na cama. Comer direitinho também não foi nada fácil, me joguei nas gordices muitas vezes por conta da ansiedade, mas depois retomava a dieta como se nada tivesse acontecido. 😛

E também teve dias que eu fiquei sonhando com mais uma maratona? Já pensando em mais uma viagem? Ô se teve (e tem)! Os treinos pra maratona me mostraram como as emoções podem estar em uma montanha russa. Num dia você acha que nunca mais vai querer correr na sua vida, e no dia seguinte já está procurando mais uma prova pra correr… totalmente louco.

E não só as emoções… um dia o treino rende que é uma beleza, daí você se sente ótima e o treino não rende nada… um treino você termina toda dolorida, daí num outro você faz mais força e termina inteira… os treinos pra maratona são intensos para o corpo e para a mente.

140503_Instagram_sabado

E depois de tantos treinos, agora é a hora de curtir. 😀 Por aqui as malas já estão prontas, o roteiro já está certo, a companhia também… a Ju Vargas irá comigo. <3 Quando comecei a treinar tudo indicava que eu iria sozinha, e batia até uma deprê imaginar que iria cruzar a linha de chegada e não teria ninguém conhecido pra dar aquele abraço. Maridón já tinha viagem marcada pra mesma data (sem chances de remarcar, porque ele irá também para um evento), e eu seguia treinando tristinha. Até que a Ju me mandou um e-mail… e nossa, chorei muito de felicidade quando deu tudo certo e foi confirmado que ela iria comigo. <3 Tem coisa melhor do que dividir uma maratona com uma grande amiga? Ela não correrá os 42.195 metros, mas vou levá-la comigo em cada passada.

Aliás, minhas duas últimas provas antes da maratona pudemos sentir um pouquinho do que nos espera na França. Durante a W21K quando estava chegando tive a torcida da Ju, do marido dela e da Aline… e nossa, me deu o maior gás pra completar a prova. <3 Já consegui até imaginar a Ju em Cannes me esperando. E na minha última prova, decidi acompanhá-la nos 5k do Circuito Athenas e foi sensacional! 😀

circuito-athenas-21k

Claudia, Gabi, Edu (meu treinador), eu, Ju <3 e Erica no Circuito Athenas.

Agora é embarcar para a França, curtir a Riviera Francesa, me concentrar, respirar fundo e correr, correr, correr… até chegar na linha de chegada. E botar a medalha no peito e comemorar! E claro, do jeito que sou emotiva… chorar, chorar, chorar… A maior dificuldade dessa maratona será segurar o choro até a chegada. Será que eu consigo?

140807_Maratonista

Talvez um pouquinho mais do que 195 metros… 🙂

Eu dividi todos os meus treinos com vocês e espero num futuro próximo que eles ajudem muitas corredoras a alcançar a tão sonhada linha de chegada de uma maratona! Hoje você pode achar impossível correr uma maratona, saiba que eu também achava. Mas com treino e paciência, a gente consegue!

That’s all folks! 😉 Para acompanhar tudo em tempo real, não deixem de seguir o nosso instagram @corremulherada, o meu instagram @frioli, e o meu snap @aleitora!

Bora realizar mais um sonho, este com 42.195 metros de distância! <3

Anda muito estressada?
Com uma vida tão agitada é normal ceder as tentações por causa de um dia mais estressante ou aquele dia que deu tudo errado, né? Saber o que comer pode te ajudar nesses momentos ociosos, ansiosos ou até aquela hora que bate aquela vontade de comer um “docinho” do nada é importante para se manter na linha… 😛

Há alguns nutrientes podem melhorar o humor, enquanto alimentos mais gordurosos pode dar um conforto momentâneo, mas por serem mais difíceis de digerir e podem prejudicar o seu corpo e a sua mente. Encontrei quatro aliados que vão nos ajudar a trazer a calma de dentro para fora. Dá só uma olhada:

apace-salm

Abacate: Nem todo mundo gosta dessa fruta, mas o abacate é uma excelente fonte de vitamina B6 e ácido fólico, ambos ajudam a reduzir o estresse, ajudando a manter o funcionamento adequado do sistema nervoso. Boa fonte de potássio, o abacate vai super bem na salada ou em uma pequena porção de guacamole.

Salmão: Peixe rico em ácidos graxos e ômega-3 – um impulsionador natural humor, de acordo com estudos. Além disso, o ômega-3 ajuda a proteger o seu corpo dos altos níveis de cortizol: conhecido como o hormônio do estresse, por ser liberado quando você se sente sob pressão. Desfrute de um filé no almoço ou jantar.

apace-amend

Brócolis: Rico em vitamina C, o brócolis ajuda a controlar a pressão arterial e os níveis de cortisol – como uma laranja média. A vitamina C também fortalece o sistema imunológico, o que pode ser enfraquecida pelo stress (tornando-o mais suscetível a resfriados da temporada que vem). Misture um pouco de brócolis em uma omelete ou mergulhá-lo em húmus para um lanche da tarde.

Amêndoas: Uma porção de amêndoas contém 20% do valor diário recomendado de magnésio, um mineral que também ajuda a gerenciar os níveis de cortisol. Estudos têm demonstrado que o magnésio tem um efeito calmante sobre o sistema nervoso e pode proporcionar uma melhor sono bom.

Eu adoro um bom salmão grelhado, brócolis no almoço sempre é uma ótima opção… E as amêndoas no lanchinho é tudibom! Deu pra perceber que eu adoro alguns desses alimentos, né? Ok, ainda tenho meus preconceitos com o abacate, mas estou trabalhando nisso… 😉 E você? Quais alimentos você usa no seu dia a dia pra combater a ansiedade?

1