Olá mulherada!

Hoje é um dia super especial pra mim, meu aniversário de 30 anos! Eu adoro comemorar aniversário, fazer festa, comer bolo e neste dia tão especial resolvi contar minha história com a corrida, história breve, mas que pretende ser muito longa, porque eu me vejo correndo com 90 anos! 😉

Minha Corrida - Aniversário

Eu sempre gostei de praticar esportes, quando criança fiz balé e jazz (adorava) e na época da adolescência eu adorava as aulas de educação física da escola, participava de todos os times, jogava de tudo: vôlei, handebol, basquete, futebol… mas era boa na defesa, então não corria tanto.

Depois da escola, entrei na faculdade, comecei a trabalhar e a única coisa que eu fiz durante anos foi caminhar da faculdade até a estação de trem, e do trem até o trabalho. Trabalhando sentada o dia todo, claro que engordei muito. Então antes de casar, aos 23, fiz academia pra emagrecer e ficar bonita no vestido e foi quando me apaixonei pelo spinning, depois de casada ganhei uma bicicleta ergométrica que foi minha melhor companheira até este ano quando eu descobri a corrida! 😀

A corrida entrou na minha vida graças às meninas que dividem este blog comigo <3, elas se animaram com a corrida M5K do Mc Donald’s e me chamaram pra correr, pensei “se eu não conseguir correr, vou caminhando”, treinei um dia com duas amigas e no dia da corrida peguei conjuntivite e não pude correr. 🙁 Isso me desanimou muito, elas continuaram indo em provas e eu nem treinava. Mas ai veio o ano novo e as mil resoluções que a gente adora fazer, e botei lá na listinha “correr”. No primeiro dia deste ano peguei o celular, calcei o tênis e fui correr, não aguentei nem 300 metros. Caminhei outros 3 km e achei que correr não era minha praia, mas como queria emagrecer muitos quilinhos a mais, decidi tentar em outra oportunidade.

Até março eu só tinha tentado outras duas vezes, mas a falta de segurança nos parques era a minha desculpa pra nunca ir correr, nestas duas oportunidades descobri que podia correr mais, 500 metros, mas depois caminhava outros 4 km. Foi somente no dia 13 de março que decidi que ia correr e participaria das provas com as meninas, fui numa academia perto da escola do meu filho (Eduardo está com 1 ano e 5 meses, meu futuro companheiro de corrida :)) e me matriculei (tchau desculpa da falta de segurança!). No dia seguinte lá estava eu correndo na esteira.

A primeira corrida na esteira foi a motivação que faltava, trotei por 3 km e caiu a ficha “sim, eu posso correr!”, confesso que fiquei em choque, saí da esteira achando que eu tava dormindo, afinal, como era possível eu não aguentar correr nem 300 metros e sair correndo 3 km de uma vez? Daí pra frente ganhei confiança e fui aumentando a velocidade, a distância e batendo meus recordes pessoais.

Tudo isso em conjunto com muita leitura (aqui no blog a gente tem postado vários assuntos ótimos pra quem está começando), com um check-up médico (mega importante) e com um treino de musculação para fortalecimento montado por um educador físico (porque eu morro de medo de me lesionar).

Minha Corrida - Mariana Frioli

Correndo. 🙂 1. Tirando o celular pra ver o tempo. 2. Correndo num shopping. 3. Chegada que eu assisto e não acredito que sou eu! 4. Primeira corrida noturna!

Na minha primeira prova de corrida de rua, no dia 7 de abril, fiz 5 km em 32min28seg e corri a prova inteira, super animada no dia seguinte peguei ainda mais firme nos treinos, comecei a treinar subidas (pois na prova tinha uma e achei que fosse morrer, rs) e de lá pra cá já baixei meu tempo para 29min50seg. Entre começar a correr, fazer minha primeira e fazer a terceira prova (onde baixei meu tempo) passou um mês. Eu ainda me pego vendo os vídeos da chegada e pensando “nossa, sou eu mesma ali terminando uma prova?”. É inacreditável! E é o maior exemplo de “se eu posso, você também pode“.

Quando me perguntam o que eu fiz, sempre respondo “Tenho muita motivação e foco, aprendi a gostar de academia e perdi o medo de ir correr nos parques”. Tô completamente apaixonada pela corrida, acho que finalmente achei um esporte para chamar de meu, rs. 😀

Sei que tem muitas leitoras que ainda não correm, mas querem, e a dica que eu dou para quem está iniciando é ir testando seus limites, alternando corrida com caminhada. Começar na esteira deixa tudo mais fácil, afinal, no começo é difícil você ter noção de velocidade correndo na rua, na esteira você escolhe a velocidade e vê se o esforço foi tranquilo ou foi de matar e vai variando, com toda certeza você irá encontrar um ritmo que consegue correr confortavelmente. Daí pra frente é só treinar e tomar cuidado com as lesões, eu tenho uma regra e nunca infrinjo “se sentir dor, pare de correr e caminhe” (principalmente no começo, que você está se acostumando e não conhece seus limites), pois pode ser que você esteja fazendo algo errado (pisando errado, respirando errado, etc).  E claro, vá fazer um check-up e procure um educador físico para te orientar, com saúde não se brinca. Acho que esse é o primeiro passo para quem quer correr por muito tempo! 😀

Hoje, já estou treinando pra baixar meu tempo (treino 4x por semana, 3 em esteira e uma na rua/parque) e tive a necessidade do apoio de uma nutricionista e também de seguir uma planilha de treinos, estou gostando bastante de ter mais esse incentivo. Espero que vocês fiquem motivadas e saiam correndo! Contem comigo e a mulherada desse blog para ajudar nessa empreitada, quem sabe a gente não corre juntas por aí?