Aqui em São Paulo, abrimos o Outubro Rosa com uma prova que já é tradição e chegou à sua 56ª edição em 2017: a Corrida e Caminhada Contra o Câncer de Mama do Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC).

A prova aconteceu com um novo trajeto, dentro do Campo de Marte, na Zona Norte da cidade – um local em que eu nunca tinha corrido antes. Optei pelo percurso de 5k (também era possível correr 10k ou caminhar 3,5 km) e fui sem grandes objetivos para a prova, apenas participar de uma corrida nova para mim, em um lugar diferente e apoiando essa causa importantíssima!

Crédito: Camila Paradizo

A largada estava relativamente cheia (as inscrições esgotaram) e tomada por um clima bem bacana. A maior parte do percurso dos 5k foi dentro do próprio Campo de Marte, que tem ruas largas e bem arborizadas – e o melhor, para nós corredores, é que é tudo plano! Apesar de o dia anterior ter sido de muita chuva, o domingo amanheceu com um sol gostoso e não choveu!

Como esse é o tipo de prova que atrai muita gente que não tem experiência em corrida de rua e não está ali buscando performance, é normal ter que desviar dos caminhantes e, acreditem, até gente de jeans eu vi correndo (!!!), então eu não tinha pretensão nenhuma de tempo. Estava tão “de boa” que nem levei relógio e acabei deixando meu celular com meu marido porque esqueci de colocar minha faixa “porta-tudo” e o bolsa da minha saia era pequeno demais, hahahaha… 😛 Mas a vida é uma caixa de surpesas, e não é que rolou um RP nos 5k? 😀 Nem eu acreditei!

Logo no começo da prova, consegui abrir um espaço legal para correr e mantive um ritmo tranquilo, motivada pelos outros corredores. Essa é uma das vantagens de correr sem música, você acaba se concentrando mais no que acontece ao seu redor, sinto que corro mais atenta – mas isso só rola para mim em provas curtas; nas longas ainda preciso da minha musiquinha de companhia! 😉 Quando estava chegando ao final, a caminhada tinha acabado de começar e o pessoal fez a maior festa, dando aquele gás nos últimos metros. Muitos haviam escrito o nome de alguém especial no número de peito como uma homenagem, foi emocionante! 

Quando cruzei o pórtico da chegada, vi que tinha feito um tempo legal para mim, provavelmente meus melhores 5k de 2017. Quando chegou o SMS com o resultado oficial, fiquei muito feliz: não só foi meu melhor tempo em uma prova neste ano, como bati meu recorde pessoal nos 5k por 3 segundos! Pode parecer pouco, mas teve uma grande diferença. Naquela vez, eu estava treinando com esse objetivo em mente e dei tudo de mim. Já nessa prova, foi tão fluido e natural… Incrível como a experiência muda nossa percepção, né?

Com meu amor na largada e as queridas Ivonete e Michele no pós-prova

No pós-prova, aproveitei para conversar com algumas pessoas queridas que estavam por lá e tirar muitas fotos com essa medalha maravilhosa. Ah, e outra coisa que gostei bastante nesta corrida foi o kit, que veio com uma camiseta de algodão além da camiseta da prova, em material próprio para a prática esportiva. Olha só:

Este é o kit da #corridaIBCC que acontece amanhã em SP! Olha só o que veio nele: 📍 sacochila (achei bem bonitinha!); 📍 camiseta de poliamiada para usar na prova (baby look tamanho único); 📍 camiseta básica de algodão da @hering_oficial com o logo da #corridaecaminhadacontraocancerdemama na frente (no kit feminino, vem tamanho P unissex); 📍 cereal matinal @nestlenesfit (120 g); 📍 folhetos informativos sobre o câncer de mama, chip de tênis e número de peito. Adoro quando vem o nome do corredor no número de peito e esse ainda tem espaço para você dedicar a corrida a alguém especial! ❤ Gostaram do kit? Quem mais vai nessa prova amanhã? Comentem aqui embaixo! 😉👇 Beijo, Ju ♡ #corremulherada #outubrorosa

Uma publicação compartilhada por Corre Mulherada 🏃🏿‍♀️🏃‍♀️🏃🏽‍♀️ (@corremulherada) em

Alguns dias depois da prova, também recebemos um kit especial da Nesfit com os produtos que eles ofereceram para degustação dos corredores do pós-prova e a camiseta da campanha O Câncer de Mama no Alvo da Moda, da Hering. Aliás, este mês todos os produtos da Nesfit estão com embalagens especiais do Outubro Rosa.

Essa é uma corrida que gostei muito de participar, especialmente pela causa super importante que ela apoia! Espero ano que vem poder correr essa prova novamente! 🙂

Obrigada, Life Marketing Esportivo, pelo convite.

O fim de semana foi especial para nós: todas tivemos a oportunidade de levar a família para correr em diferentes provas na cidade de São Paulo!  

A Mari e a Aline levaram as crianças para curtir a Corrida Pão de Açúcar Kids no sábado (16.09). No domingo (17), foi a vez da Ju participar da etapa Primavera do Circuito das Estações ao lado da sua mãe. Vem ver como foi!

21ª Corrida Pão de Açúcar Kids

Por Mari Frioli

Dia de sol, tudo perfeito pra garotada se divertir. A retirada de kits como sempre foi super bem organizada e rápida. Retirei no mesmo dia da prova, o que acho sempre super prático.

Para a corrida, estava tudo bem sinalizado e as largadas estavam pontuais. Achei este ano mais organizado do que nos anos anteriores, a única coisa que achei complicado é que ao entregar a criança (Dudu já tem 5 anos e corre sozinho) não explicavam onde deveríamos esperar. Por ter ido em outras edições, eu já sabia que teria que dar toda uma volta, por isso, assim que o deixei, já fui direto pro outro lado pra vê-lo correr e pegá-lo na saída. Se eu não soubesse disso, teria perdido a largada ou ele teria que ficar me esperando na saída, enquanto eu andava até lá.

O kit pré-prova (camiseta, mochila, lanchinho) e o pós-prova (mais lanchinhos e até uma toalha de piquenique – que foi super bem aproveitada pelos pais, o dia estava lindo e a grama era convidativa) estavam ótimos. 🙂

Os pontos negativos deste ano, na minha opinião, foram a medalha (em outras edições já foi bem mais bonita) e o estacionamento no ginásio do Ibirapuera (50 reais e absurdamente cheio). Quem optou por estacionar na rua, viu muitos franelinhas.

Melissa, Alice e Dudu com suas medalhas e lanchinhos! (Arquivo pessoal)

No Ginásio, havia muitas atrações e até uma corrida de obstáculos pra criançada gastar a energia e se divertir enquanto esperavam sua prova começar, o que é bacana para quem tem mais de um filho. Assim, aquele que já correu pode se divertir enquanto espera a largada do outro. 🙂

Obrigada, Pão de Açúcar, pelo convite. A criançada adorou! 😀

Circuito das Estações 2017 – Etapa Primavera

Por Ju Vargas

Eu adoro participar do Circuito das Estações, mas este ano ainda não tinha conseguido participar de nenhuma etapa porque sempre coincidia com outros compromissos… Aí, quando vi que a camiseta da etapa Primavera seria nesse lilás lindoooo, aproveitei para convencer minha mãe a participar da prova de 5 km comigo. 😉 Sim, totalmente usei o kit como uma “arma” para convencê-la! Quem nunca?! rs

Mamãe e eu com nossas medalhas! (Arquivo pessoal)

Essa foi a segunda prova da minha mãe; a primeira foi o Circuito Lótus em 2015, mas infelizmente ela lesionou o pé pouco depois e teve que parar de correr até se recuperar totalmente. Ela só conseguiu retomar os treinos este ano e achei que uma provinha era a motivação que faltava para ela se desafiar novamente na corrida de rua. 😛

Nesta etapa, era possível escolher três distâncias: além dos 5k, também haviam percursos de 10k e 21k. Quem correu as distâncias maiores largou cedinho, às 6h30. Já quem correu os 5k, como eu, só foi largar às 8h00. Achei interessante essa inversão, e com o intervalo grande as duas largadas, não vi nenhum tumulto na chegada com corredores velozes dos 10k tentando ultrapassar os dos 5k. Achei que ficou bem organizado dessa forma. A retirada do kit (no Shopping West Plaza) e do chip (na arena) também foram tranquilas.

A medalha desta etapa. Gostaram? (Divulgação/Ativo)

Foi uma experiência muito boa, como disse, essa é uma das minhas provas favoritas e espero voltar no Verão – dessa vez, para tentar fechar 2017 com o meu melhor tempo nos 5k! 😉