É isso mesmo que você leu aí em cima. Vou dar uma dica sobre forminhas de cubos de gelo… 😛 Com certeza alguém vai pensar algo assim “mas Ana, isso aqui é um blog de corrida”, só que quem leva uma vida corrida precisa ter em casa uma ajudinha aqui e outra ali… E como nossa equipe é grande, podemos diversificar o assunto! rs

Aí que entram essas forminhas que normalmente usamos para fazer gelo e que podem nos ajudar a manter a linha na hora de comer. Com ela podemos fazer uma infinidade de coisas, como cookies feitos em casa! Quem já fez, sabe que é impossível comer apenas um. Então depois de fazer a sua massa de cookies, coloque-a nas forminhas, cubra com um saco plástico e leve ao freezer. Quando você quiser alguns biscoitos, retire a massa da forma e coloque um pouco no forno. Assim eles são feitos na hora e em um tamanho ideal para não estragar um lanche!

cubo_ervas

Outra coisa bem legal de se fazer com elas, são sucos! Espremer um limão ou laranjas na forma e levar ao congelador, te ajudará a ter um suco natural rapidinho… Ainda nos líquidos, você pode preparar smoothies e deixar seu estoque à mão usando as forminhas! E ainda você pode aproveitar as frutas mais maduras para agilizar aquele café da manhã.

E não posso deixar de falar sobre os temperos, né? Colocando em um processador ervas frescas como manjericão, alecrim, oregano e hortelã, com um pouquinho de água em uma forma de gelo ficará ainda mais fácil cozinhar usando temperos gostosos e fresquinhos.

Precisamos pensar em tudo para deixar nossa vida na cozinha e em casa mais fácil! Essa é a dica! 😉

Primeira corrida de 2013

Primeira corrida de 2013

Se alguém me perguntasse há uns 6 meses atrás que hoje eu correria 5k e estaria almejando e chegando nos 10k eu não acreditaria.

Nunca tinha pensado na corrida como um esporte que iria amar, mas daí um dia vi sobre a corrida do McDonalds de 5k só para mulheres e achei legal toda a ideia e fiquei com vontade de participar. Me inscrevi, não sabendo muito o que esperar, como iria me sair, afinal nunca tinha corrido na vida.

Antes da prova treinei uma única vez e óbvio que o resultado não foi legal, mais andei do que corri. Mas essa primeira corrida deixou aquele sentimento gostoso, o clima, as pessoas, a superação, a animação… Tudo isso contribuiu para que eu olhasse com outros olhos a corrida e começasse a me interessar.

Participei de algumas corridas no ano passado, mas não treinava de verdade (lição número 1 aprendida: treinar é muito importante), algumas vezes ia com algumas meninas no Parque mas não passava disso e não tinha sido incorporada na minha rotina.

2013 começou e tinha em mente que queria levar o negócio a sério, queria chegar em algum lugar: terminar uma prova correndo, conseguir correr 5km e por aí vai.

Assim aos poucos comecei realmente a treinar e março as coisas engrenaram mesmo e com isso os resultados começaram a aparecer! Conseguir terminar minha primeira corrida correndo, melhorar os tempos e o corpo começou a se adequar à corrida (não fico mais tão vermelha quando corro, já consigo manter um pace que não fique sem fôlego).

A corrida passou de algo desconhecido, para algo confortável, que eu sonho se fico alguns dias sem correr (hahaha… sério!), que o corpo pede, virou um caso de amor mesmo. <3

Hoje, eu quero melhorar minha corrida como um todo: postura, respiração, pace, diminuir meu tempo e completar os 10k de forma satisfatória, treinar em terrenos variados, focar na qualidade. 🙂

E para quem está começando minha dica é: não pare de treinar! O que menos importa no início é a velocidade, a distância… Essas coisas vem com o tempo e treinamento, mas se parar as coisas ficam mais difíceis e a evolução é muito lenta e acaba desanimando.

 Tudo que você precisa para correr é um par de tênis. Não é um esporte que dependa de qualquer outra influência, de instrumentos ou pessoas. (Haruki Marakami)