No meu último post comentei sobre a importância do fortalecimento abdominal na corrida, dessa vez vou falar sobre a importância da musculação no auxílio aos treinos para a corrida. Ela é super benéfica para os treinos de corrida, serve para melhorar o desempenho e prevenir possíveis lesões.

Pra mim, o ponto mais importante da musculação é a prevenção de lesões. Tanto que meu treino não é voltado para o meu desempenho na corrida, simplesmente porque esse não é meu foco. Claro que sempre quero diminuir um minutinho na “próxima prova”, mas não vivo em função disso.

Você pode optar por fazer os treinos de fortalecimento muscular nos mesmos dias que faz os treinos de corrida, ou alternar os dias dos treinos. Tudo depende do tempo que você tem disponível para ficar na academia e do que seu instrutor indica como melhor forma para você atingir seu objetivo.

Segundo a The Finisher, podemos dividir os treinos da seguinte forma:

  • Se o objetivo é o ganho de potência aeróbia, deve-se realizar o treino intenso de corrida primeiro e, ao final, o de fortalecimento (com volume e velocidades reduzidos);
  • Quando a prioridade é o ganho de força e potência muscular, deve-se iniciar os treinos com musculação de grande intensidade e, na sequência, fazer o trabalho de corrida com volume e intensidade reduzidos;
  • Se o objetivo for hipertrofia muscular, uma boa sugestão é dividir os dias de treino da seguinte forma: corrida intensa no mesmo dia de treino de membros superiores e corrida leve nos mesmos dias de treino de membros inferiores (viram, tô fazendo certo!).
foto

Várias fotos entre uma série e outra

Viram quantos benefícios a musculação tem? Dá pra ficar durinha, correr melhor e ainda ajuda a emagrecer. Com tantos benefícios que tal repensar, criar coragem e ir pra academia fazer um pouquinho de musculação? E nada de falar que não vai porque tem medo de ficar forte demais porque isso não existe, tá? Você irá evoluir aos poucos e quando achar que atingiu seu objetivo, você pede ao treinador um trabalho para manter pra não ficar mais forte.

 

E lá vamos nós voltar ao capítulo da alimentação e emagrecimento… Sou fã desse assunto, confesso! Não dá para pensar em emagrecer sem colocar literalmente na balança os nossos hábitos e procurar mudar o nosso ambiente a favor dos nossos estilos de vida. Ainda mais para a galerinha que adora cozinhar ou assaltar a geladeira quando está com aquela vontade de comer não-sei-o-quê. rs A cozinha é o coração da casa, onde muitas maravilhas e desastres são criados e que com certeza ajuda ou estraga qualquer dieta! Temos nove dicas para quem quer ter uma cozinha mais arrumadinha e ter aquele empurrãozinho para emagrecer:

apace-cozinha

– Deixe as frutas mais acessíveis quanto um saco de salgadinhos: Procure lavar, cortar e a armazenar suas frutas, como uvas, melão, kiwi, abacaxi e morangos nos famosos potes reutilizáveis e dê o devido destaque na geladeira, sendo a primeira coisa que você vá ver quando abrir a geladeira.

– Deixe a salada engatilhada: Ter aquela saladinha ajeitada ajuda a comer menos, sim. Mas é chato ter que lavar e preparar a salada na hora, sem falar que sempre há alguma coisa por perto que tentamos beliscar enquanto preparamos nossas refeições… Procure lavar e armazenar uma boa quantidade de salada para apenas retirar do pacote, colocar na saladeira, temperar e se divertir!

– Tenha medidores sempre à mão: Medir as porções é um grande aliado na hora de preparar receitas que ainda não dominamos. Especialmente para quem está em processo de emagrecimento, manter o tamanho das porções é essencial e ver essas colheres medidoras é bom lembrete… 😉

apace-cozinha1

– Faça seus lanches com antecedência: Ter tudo na mão, evita deslizes. Então, além de deixar a saladinha preparada, já ter as porções para os lanches vai ajudar na hora da larica da tarde. Procurando sugestões? Que tal preparar seus lanchinhos com nozes mistas, pipoca, queijo, frutas secas ou frescas, colocando em saquinhos do tipo ZipLoc. Fácil de carregar na bolsa e de ver qual será o menu do seu momento feliz!

– Abra a mão das tentações: Seu namororido ou a criançada pode adorar aquele chocolate, ou aquela bisnaguinha e deixar esse tipo de coisa no campo de visão pode resultar em uma jaca indesejada. Abra a mão de ter determinados alimentos em casa, se desfazendo do que sobrou da última reunião entre amigos. Você vai se agradecer quando subir na balança!

– Use pratos menores: Aquele conjunto de pratos lindos pode deixar seu almoço de domingo mais bonito, mas durante a semana procure usar pratos menores, como o de sobremesa, até porque quando preparamos um prato de comida, sentimos a necessidade de preenchê-lo completamente. Se você usar um prato menor, levará menos tempo para enchê-lo e vai acabar consumindo menos calorias…

– Congele frutas e vegetais: Compre sacos grandes de frutas e vegetais na loja e lave, corte, e procure armazená-los em saquinhos no congelador. Você não só vai economizar dinheiro, mas poderá ter sempre algo gosto na mão, para incluir naquela receita sem graça!

– Faça mais comida e congele: Na hora de cozinhar uma sopa ou de desfiar o frango, não custa nada fazer um pouquinho mais para guardar no congelador. Assim seu jantar estará garantido, ou em uma emergência, você saberá recorrer a coisa certa.

– Guarde a comida antes de sentar para comer: Uma ótima estratégia para evitar aquela famosa frase: “só mais um pouquinho!”. Sirva a sua porção de costume e antes de sentar para apreciar aquele macarrão com muito queijo ralado, guarde tudo na geladeira! Fora da vista significa fora de seus quadris. 😉

Agora que já temos dicas preciosas, hora de colocar em ação!