No último domingo, 3 de setembro, teve Corrida Venus aqui em São Paulo e essa edição foi especial. Afinal, a prova está completando 10 anos! UAU! :O Ao longo dessa década de história, mais de 150 mil atletas já participaram da Venus – que é uma das maiores provas femininas do mundo, sabiam?

Aproveitando que toda essa mulherada linda estaria reunida, a Fundación MAPFRE montou um stand na arena da Venus para promover a campanha Mulheres Pelo Coração e nós também participamos da prova divulgando essa ação superbacana e importante!

A Aline correu os 15k e eu fiz 5k

No sábado, as corredoras que foram retirar seu kit no Jockey recebram o guia Pela Saúde do Coração, preparado especialmente para a campanha, e ainda puderam testar seus batimentos cardíacos em uma divertida volta de montanha russa virtual.

Eu nunca tinha usado um óculos de realidade virtual antes e adorei que você pode girar a cabeça para todos os lados e ter uma visão 360 graus do ambiente. Deu até para tomar um sustinho – as meninas ainda registraram em vídeo esse meu momento “pagando mico”, só para variar, hahahaha… 😛

A prova teve largadas separadas para quem correu os 5k (como eu) e para quem fez 10k ou 15k (como a Aline). A largada dos 5k foi às 7h e das demais distâncias às 7h30. Foi bom porque dividiu bem os grupos e a prova foi bem mais tranquila e organizada do que eu esperava. A única questão é se não teria sido melhor fazer ao contrário: largar primeiro as distâncias maiores e deixar os 5k para as 7h30 da manhã.

Outra vantagem das largadas separadas, além de ter uma corrida menos lotada, é que consegui aproveitar bastante a arena no pós-prova. Foi a primeira vez na vida que consegui fazer massagem, quiropraxia… Também aproveitei o alongamento no stand da Fundación MAPFRE depois de correr. As filas costumam ser tão grandes que eu nunca me animei, mas dessa vez não só fiz como ainda consegui terminar a tempo de torcer pela Li no final da prova dela. 😀

Olha que linda a chegada dela nos 15k (a doida gritando no fundo sou eu, claro! rsrs)

A Li também comenta como foi correr os 15k na Venus deste ano:

Nessa edição da Vênus, corri 15k. Durante o percurso, a hidratação foi boa: tinha isotônico, gel de carboidrato e bala energética – porém, com 1h30 de prova, que foi mais ou menos quando passei pelo ponto das balas, já não tinha mais nada. Até o km 10, a corrida fluiu bem para mim; depois comecei a me sentir cansada e o psicológico afetou muito. O percurso não teve novidades em relação ao ano passado, e a única coisa que achei chata e cansativa foram as idas e vindas em frente ao Parque Villa Lobos. Mas, no geral, a corrida foi boa e é sempre bom encontrar a mulherada por lá!


Para encerrar, queria destacar um pequeno mimo da organização da prova que eu sempre aprovo: medalhas diferentes para quem correu cada uma das distâncias. É um jeito divertido de estimular a corrermos distâncias maiores e também de valorizar cada conquista, né? Vocês gostam?

De modo geral, concordo com a Li: foi uma experiência muito boa. Obrigada, Fundación MAPFRE, pelo convite!

No dia 26 de agosto, participamos de um evento muito especial na Centauro para celebrar a chegada no Brasil de uma das principais marcas de tênis de corrida dos Estados Unidos, a Brooks.

Além de conhecer alguns dos modelos que a Centauro venderá com exclusividade por aqui, fizemos um treino de corrida bem bacana na cobertura do Shopping Light, bem no Centro de São Paulo!

A Brooks oferece modelos para diferentes pisadas e terrenos, e tem como slogan “Run Happy”, ou seja, que a corrida seja um momento de felicidade.

Aliás, na apresentação da marca durante o evento, eles falaram uma coisa bem bacana em que eles acreditam: quanto mais gente correndo, mais gente feliz no mundo! Concordamos 100%! Hahahaha… 😉

Por enquanto, a Centauro está comercializando nove modelos diferentes da Brooks no Brasil, em lojas físicas selecionadas e no e-commerce. Conheça mais sobre eles:

Adrenaline GTS 17: destinado a corredores que desejam mais estabilidade e desempenho. Tem como diferencial a tecnologia PDRB (Progressive Diagonal Roll Bar), que evita o movimento do pé em pronação excessiva, e a entressola de espuma DNA BioMoGo, que se molda na forma dos pés, suportando áreas que não são regularmente amortecidas. Preço sugerido: R$799,99.

Caldera: indicado para trilhas longas, é um tênis responsivo com sola de borracha, alças que permitem flexibilidade e ampla proteção no solo. O cabedal tem malha dupla projetada para fornecer proteção para os pés sem sacrificar a respirabilidade e o conforto. Além disso, tem uma bolsa especificamente projetada para manter os cadarços fora do caminho enquanto corre. Preço sugerido: R$749,99.

Ghost 9: com mais espaço para os dedos, é um tênis pensado para quem tem pés planos, inflexíveis e ligeiramente mais largos. Se seus pés costumam inchar durante a corrida, vale experimentar! Esse tênis já foi nomeado como “melhor compra” pela revista Runner’s World dos Estados Unidos. Preço sugerido: R$699,99.

Glycerin 14: com bastante amortecimento, esse modelo conta com “pods” (bolhas de borracha) estrategicamente colocados para atuar como zonas de pressão ideais para atenuar o choque e tornar a corrida mais suave. Esse é o tênis que estamos testando e logo mais contamos em detalhes para vocês! 😉 Preço sugerido: R$799,99.

Hyperion: é o calçado da Brooks mais leve para o asfalto, projetado para máxima eficiência e retorno de energia. Possui “pods” de propulsão no antepé que proporcionam contração ao pisar e impulso na saída. O cabedal não possui costura, por isso o tênis pode ser utilizado sem meias. Conquistou o Sole Mate Award (único companheiro) pela revista Women’s Running em 2016. Preço sugerido: R$649,99.

Launch 4: apesar de ter sido projetado para ser um tênis de performance para maratonistas, ele tem sido usado por várias categorias de corredores, de curtas a grandes distâncias. Sua característica principal é o retorno de energia ao corredor, proporcionado pelo impulso de uma linha adicional de borracha sob o antepé. Preço sugerido: R$549,99.

Pure Grit 5: tênis de corrida de baixo perfil, destinado para trilhas de 5km até meia maratona. Uma de suas características é a proteção frontal para os dedos, que evita lesão em caso de colisão com pedras no caminho. Possui também um escudo de poeira para evitar a entrada de detritos pequenos. Preço sugerido: R$699,99.

Pure Cadence 6: vem com a tecnologia da espuma DNA BioMoGo e pods na sola que ajudam o corredor que é levemente pronado a estabilizar sua pisada. Seu calcanhar arredondado abraça o pé e proporciona uma pisada mais natural durante a aterrissagem. Preço sugerido: R$499,99.

Ravenna 8: indicado para corredores em transição entre neutro e pronado, ou aos que possuem um pé neutro e o outro levemente pronado. Outros destaques são a entressola com tecnologia DNA BioMoGo e o design sem costura. E eu, pessoalmente, achei o tênis lindo! Preço sugerido: R$549,99.

Particularmente, não conhecia a marca e adorei a novidade. E vocês? Já conheciam a Brooks?

* Imagens: Divulgação/Centauro. Valores sujeitos à alteração. Verificar disponibilidade.