Olá mulherada! 😉 

Há alguns dias completei dois anos de corrida e quantas coisas aconteceram neste tempo! 🙂 Em março de 2013 eu jamais imaginaria que a corrida teria tanta importância na minha vida, e hoje já não consigo imaginar minha vida sem esse esporte que me conquistou. Correr virou uma paixão e o Corre Mulherada foi essencial para isso, pois se não fosse o blog eu provavelmente não estaria correndo. No começo por conta das meninas terem me convocado a fazer parte e eu tive que literalmente correr para não ficar atrás, e hoje também por conta das leitoras que motivam e sempre tem um abraço pra compartilhar ou uma palavra de carinho, muitas se tornaram amigas. <3 

Mas nem sempre é fácil acordar, colocar os tênis e correr. Enquanto em 2013 eu comecei achando que nem sabia correr e terminei correndo uma meia maratona, 2014 foi o oposto, corri bem pouquinho no primeiro semestre por conta da gravidez e passei o segundo semestre voltando a curtos passos. Somente agora em 2015 estou retomando de onde parei em 2013 e retornar não foi fácil (o peso ainda não é o mesmo, rs, xô pancinha). 

Como não tenho muitos anos de corrida, muita coisa ainda não vivi, mas uma coisa que aprendi é que começar é difícil, mas retornar é ainda pior. Você sabe até onde seu corpo pode ir, mas mesmo puxando nos treinos, o corpo não acompanha a sua vontade, e ai você percebe que tem ter paciência e dar tempo ao seu corpo (tão simples, mas sofri pra descobrir isso, rs). E isso deve acontecer com todo mundo que por algum motivo tem que ficar um tempo sem correr, mas como tudo na vida, a gente só entende quando passa pelo mesmo. 😉 

Durante estes últimos meses, teve alguns dias que eu achava que nunca mais ia correr como corri em 2013. Mas mesmo desanimada eu continuei treinando.

 

150202_fe
 

Foram duas coisas que fizeram eu persistir. A primeira delas me deu uma confiança extra neste processo, que foi ter uma assessoria esportiva. Em 2013 eu seguia planilha de um site e só tinha a ajuda de um treinador da academia que dava uma olhadinha e me explicava uma ou outra coisa e eu deduzia que estava no caminho certo. Quando retornei aos treinos, retornei já com uma assessoria e sempre que tinha vontade de jogar a toalha eu pensava “Poha Mari! Sozinha você evoluiu, com assessoria é claro que vai conseguir!” e respirava fundo (sim, dou broncas em mim mesma, hahaha #quemnunca e são constantes :P). 

 Agora com a 4any1 a preocupação de estar no caminho certo eu deixo pro meu treinador Eduardo, e vou pro treino sabendo que a planilha vai me ajudar a evoluir. É muito mais prazeroso treinar assim, pois mesmo naqueles dias que eu olho a planilha e tenho vontade de furar o treino, sei que tenho que ir se quero alcançar meus objetivos (e o treinador vai cobrar depois, rs). 

A segunda coisa foi ter um sonho: correr uma maratona. Como corredora amadora eu me motivo ao quebrar meus próprios recordes pessoais. Seja correr um segundo mais rápido ou correr uma nova distância.

 

frase-motivacao
 

Sabe aquela sensação de missão cumprida? Aquele orgulho que sentimos de nós mesmos quando nos superamos ou conseguimos algo que queremos? Quando eu cruzo a linha de chegada eu vibro e me emociono quando eu vejo que me superei, que fui melhor do que eu achava que poderia. Fico em estado de euforia e a sensação de superação me mantém firme nos treinos. É gostoso ter metas e objetivos pra te tirar da cama quando dá aaaaaaaquela preguiça e é ainda mais gostoso quando você as conquista.  Então para me manter no #rumoaos42k, botei diversas metas para este ano: voltar aos 21k (minha distância preferida), bater meu tempo em distâncias que já conheço e emagrecer, rs. Por que correr exige muito do corpo e as pernas agradecem se você não carregar nenhum peso extra, rs. 

 Então com foco nas metas e foco nos objetivos eu sigo treinando, e ao cumpri-las durante este ano, vou ganhando um gás para continuar evoluindo até a maratona. Hoje quando penso na maratona sinto um frio tremendo no estômago, um medo enorme… mas que a cada dia diminui um pouquinho (bem pouquinho, rs), tenho este ano todinho para evoluir e ir ganhando confiança, para ano que vem realizar esse sonho, e é claro, vou compartilhar tudo aqui num #rumoaos42k. Quem vem comigo? 😀

frase-motivacao

Frase que norteia minha vida de corredora.

Deixe o seu comentário!