Olá mulherada!

Desde o começo do ano estamos treinando na Bio Ritmo, para algumas de nós é um retorno depois de ficar muito tempo longe da academia, para outras, como o meu caso, foi a mudança para uma academia com muito mais estrutura. 🙂

A primeira vez que fui a uma academia eu tinha 22 anos e ia casar, marcamos o casamento com um ano de antecedência. Olhei no espelho e vi que não era daquele jeito que eu queria estar num vestido branco. Eu e o Victor, na época meu noivo, nos matriculamos numa academia perto do trabalho e 6h30 estávamos treinando. Emagreci 10 quilos e casei no peso dos meus sonhos. 😀 Passado o casamento e a lua de mel, nós abandonamos a academia, rs.

Os anos se passaram e a rotina de faculdade + trabalho + muita preguiça fizeram com que eu adiasse o retorno a academia, sempre que lembrava da academia, só lembrava de como eu odiava a musculação. Engraçado que eu adorava outras coisas e só focava no “odeio puxar ferro”. Depois de terminar a faculdade e ter filho (o que aconteceu ao mesmo tempo) é que eu me animei em retornar a malhar, o corpo já não era mais o mesmo depois da gestação e eu sofria com aquele “nunca acho roupa que fique boa em mim”. Entrei numa academia simples e foi com ela que descobri o quanto eu gostava de musculação e de frequentar uma academia. Desde então não tem uma semana que eu não vá a academia. Como eu passei a gostar da academia? Este post tem diversas dicas de como não desistir da academia e quem sabe o que funcionou pra mim, funcione pra você também! Vem comigo!

BR_continental

Ache uma modalidade que te dê prazer
A primeira coisa é achar uma modalidade que você goste, que te dê prazer. Eu não gostava de musculação, mas comecei a correr e me apaixonei pela corrida. No começo ia pra academia só pra usar a esteira. Depois lendo diversos artigos vi que o fortalecimento era super importante e passei a gostar da musculação porque me possibilitaria correr bem. 🙂 Se você odeia musculação, há exercícios funcionais, pilates e yoga que ajudam muito quem gosta de correr.

Inclua na sua rotina
Outra coisa que fez uma super diferença foi encaixar a academia na minha rotina. Eu acordava todos os dias da semana, colocava a roupa pra malhar/correr, arrumava a mala com a roupa do trabalho e logo depois de deixar meu filho na escolinha, ia pra academia (tudo perto um do outro). Não tinha como mudar o trajeto. Porque eu não ia trabalhar de roupa esportiva, então tinha que ir pra academia. No começo dava vontade de tomar banho e matar o treino, hahaha, mas como eu já estava lá, ia pra esteira ou fazia o treino de musculação. Depois de um tempo se tornou um hábito e hoje acho super estranho quando não vou à academia. Já passei por três academias e sempre escolho academias que ficam entre o meu trajeto “escolinha-trabalho”, isso ajuda muito também.

Trace metas
Quando entrei pela primeira vez na academia foi para emagrecer, na segunda também queria isso, mas também queria correr melhor. Trace metas: quero emagrecer 5 quilos até o final do ano, quero baixar meu tempo na corrida… podem ser várias, e determine o quanto você quer evoluir todo mês. Isso vai te ajudar a manter o foco e a não desistir da academia.

Comece devagar
Comece pelo básico, ou seja, na primeira semana de academia, comece pelos exercícios mais simples e vá aumentando a dificuldade apenas quando perceber que entrou na sua zona de conforto. Tente sempre se desafiar. Uma coisa que eu gosto muito na Bio Ritmo é que eles tem um método para você estar sempre evoluindo. Você não faz um número determinado de repetições por série, você faz entre 8 e 16 e vai aumentando gradativamente, quando chegar nas 16 repetições você aumenta a carga e começa as repetições em 8 novamente. 😉 Dessa forma você está sempre evoluindo.

Registre sua evolução
Registre sua evolução fazendo uma avaliação de desempenho regularmente ou tirando fotos. Tem coisa mais gostosa do que você olhar para uma foto e depois comparar e ver que emagreceu, ou que o corpo está mais bonito? Tire fotos e faça sempre avaliações de desempenho para se manter animada com a academia. 🙂

evolucao-mari

Minha evolução: Antes de começar a correr (março/2013), evolução correndo durante 2013. Gravidez em 2014, evolução voltando ao peso. 2015: na foto não dá pra notar tanta diferença entre novembro/2014, mas foram quase 4kg. Tô quase no meu peso favorito (que é o da foto de outubro/2013)! 😀 #malhamulherada #corremulherada

 

Compartilhe suas metas
Compartilhe suas metas e objetivos, dessa forma, terá apoio nos momentos de preguiça. Se só você souber das suas metas, talvez naquele dia de preguiça você jogue tudo pro alto. Mas experimente compartilhar sua meta para você ver que naquele dia de preguiça, você pensa duas vezes antes de não ir. 😉 Compartilhe com as amigas, com a mãe, com o namorado… e fique firme na sua meta, afinal, você não quer que eles se decepcionem!

Divirta-se!
Coloque diversão na atividade, convide amigos para treinar, ouça boas músicas. Tente sempre deixar a atividade que está fazendo mais divertida. Se você corre na esteira não deixe de conferir as nossas dicas.

E não desista!
Não desista no primeiro obstáculo. Faltar um dia na academia não é motivo para não ir a semana toda. Faça o treino programado no próximo dia, sem drama. 😉 E depois vem contar pra gente como está sendo sua evolução.

  1. Andreia Cobianchi disse:

    Mari adorei o texto!! Voce já emagreceu muito, ta ótima, parabéns!! bjs

Deixe o seu comentário!