corrida-625x380

Sempre fui uma garota que amei esportes, mas sem dúvida era muito mais dedicada na minha adolescência, e embora não aparente muito já faz uns 6 anos que saí dela hehe.  Agora, depois de todo esse tempo parada, tento voltar à disciplina de antigamente, e como dizem por aí nunca é tarde para recomeçar. Afinal, com o excesso de trabalho e a fase da faculdade, não há dedicação que resista ao cansaço.

Pois é, foi em uma academia lá atrás, em meados de 2007/2008, que ouvi de um professor de educação física que eu deveria correr inspirando o ar pelo nariz e soltando lentamente pela boca. Ele sempre me dizia que assim era o correto, que isso faria eu me cansar menos e alcançar um resultado melhor nos treinos.  Só que pelo contrário, eu me cansava mais. Não entendia muito o porquê, mas eu me cansava muito mais! Na verdade me preocupava tanto com minha respiração que esquecia de todo o resto. Isso me deixava frustrada e com muita preguiça dos exercícios aeróbicos, e acabava fugindo deles sempre que podia.

Mas agora que estou voltando à rotina de treinos, resolvi ler sobre e conversar com pessoas que entendem do assunto para saber mais sobre respiração. É ótimo trocar ideias com profissionais que pensam diferente e que te dão dicas de como melhorar certos pontos, como a respiração, no meu caso.

Foi em uma dessas conversas de academia com um professor ali, outro acolá, vídeos na internet, dicas em blogs e revistas, que descobri que isso tudo não passa de percepções diferentes. Claro que o correto é inspirar pelo nariz, mas isso não deve ser a base do seu treino, principalmente se você está iniciando uma rotina de treinos assim como eu.

Trabalhar a respiração nos treinos é algo importante. Hoje não vou me aprofundar no assunto, vou deixar isso para um outro dia, mas existem vários tipos de respiração e com certeza em um deles seu corpo se encaixará perfeitamente, e isso te dará resultados incríveis no decorrer do tempo. Mas seu foco inicial dos treinos não deve ser esse, o ideal é você sentir sua necessidade. Por isso aqui vão algumas dicas para te ajudar nesse período:

  • Tente sempre manter o seu natural. Mantenha a respiração que seu corpo pede.
  • Preste atenção na sua respiração quando você estiver fazendo uma corrida moderada, avalie como você respira naturalmente. Não existe certo ou errado, o correto é o que seu corpo necessita.
  • Às vezes a gente pode sentir um incomodo na região lateral do abdômen durante a adaptação aos treinos. Isso pode ser um sinal de que você está correndo em velocidade muito acima do que você é capaz no momento e acaba fazendo muito esforço, ou porque você não está soltando o ar que inspirou totalmente pra fora. A expiração do ar por completo é muito importante. E ela só é feita completamente quando encontramos o nosso ritmo. Então, diminuindo a intensidade da corrida sua respiração com certeza vai fluir melhor.

Há especialistas que dizem que respirar pela boca pode ser um problema, porque não temos os mesmos filtros que o nariz. Porém há outros que dizem que inspirar e expirar pela boca não gera problema algum e que o máximo que pode ocorrer é secura na garganta e nos lábios, um pouco mais de sede, nada mais que isso.

A respiração em atividades físicas é super importante para a boa evolução dos treinos . Mas se você está iniciando, assim como eu, foque em fazê-la o mais naturalmente possível. Falamos mais sobre respiração em breve 😉

  1. Bruna Rieper Bruna Rieper disse:

    Anni, tô até com vergonha de escrever isso, mas SEMPRE achei que o que me causava dor perto das costelas era o fato de eu as vezes, sem perceber, respirar pela boca. Olha que viagem a minha. com esse tempo que fiquei parada, na minha volta aos treinos tenho sentido muito essa dor, talvez pq queira treinar no mesmo ritmo de antes e não tenha mais aquela disposição toda. É, não adianta, parei de treinar e o castigo é só meu, tenho que começar do zero mesmo.
    Ótimo post, adorei!
    :*

    • Anni Varanda Anni Varanda disse:

      Brigada Bru… Quando a gente fica sem treinar e volta, parece que tudo saiu do lugar, eu pelo menos tenho essa impressão.É chato ter que começar do novo, mas tem que ser devagar,se não for assim a gente sente bastante. Aos poucos a gente volta pro nosso ritmo 😉 Beijo!

  2. Aline Machado Aline Machado disse:

    Adorei o post e quando eu comecei a prestar atenção na respiração, ela parou de ser a vilã (ficar sem fôlego) para se aliada e aguentar bem mais.

    bjss

  3. Erica Imanishi Erica Imanishi disse:

    Anni, adoreeeeeeei o post!
    Pra mim, a respiração é o maior obstáculo na hora de correr. Maior até mesmo do que meu joelho, que posso controlar um pouco a dor.
    Preciso aprender a respirar de um jeito que não me canse muito. Sinto que se não fosse por isso, teria evoluído mais rápido.

    Beijo!

    • Anni Varanda Anni Varanda disse:

      Oi Érica,
      Eu também tenho dificuldade, eu consigo me manter bem até os 2,5km/3km depois minha respiração parece que perde o controle. Eu acho que eu preciso aprender a me concentrar mais tbm. Mas a gente chega lá 😉

      Beijo

  4. Ju Ferrer Ju Ferrer disse:

    Veio em boa hora esse post. Eu também achava que tinha que respirar pelo nariz e expirar pela boca, mas simplesmente não consigo fazer isso. Quando corro inspiro e expiro pela boca e me sinto muito mais confortável. A única coisa que presto atenção é para manter o respiração em uma velocidade bacana.

    Dicona, Anni!!!

    • Anni Varanda Anni Varanda disse:

      Valeu Ju 😉

      Eu tbm, as vezes me sinto mais confortável respirando pela boca enquanto corro. Consigo alternar com o nariz, e depois que eu descobri que não faz mal, fiquei mais tranquila e respiro sem neura, hehe
      Beijo!

  5. Luciana disse:

    Muito bom essas dicas… Eu estou treinando sozinha (eu sei que não é bom, mas é o que dá no momento), então dicas de pessoas entendidas são sempre bem vindas!

    Procuro manter um ritmo de respiração legal, mas estou no aguardo das dicas mais avançadas no assunto 🙂

    Até mais e parabéns pelo blog para as 11 🙂

    • Anni Varanda Anni Varanda disse:

      Que legal Luciana,que bom que você gostou do post, em breve mais dicas bacanas sobre respiração 😉

      Beijo! 😉

  6. Ana Carolina L. do Amaral Ana Carolina L. do Amaral disse:

    Eu tinha muita dor na lateral e era por causa da respiração mesmo. Passei a inspirar pelo nariz e soltar pela boca pq assim consigo respirar mais devagar, sabe? Antes ficava com aquela respiração ofegante pq só puxava e soltava o ar pela boca.
    É bem o que você falou, cada um tem sua necessidade respiratória. Encontrar meu jeito certo de respirar me ajudou muito.

    • Mari Frioli Mari Frioli disse:

      Ana e Anni,

      Tbm descobri que a dor lateral era a respiração e quando comecei a treinar percebi que era a respiração que me limitava. Comecei a corrigir e hoje encontrei uma respiração mais confortável, que é inspirar usando a boca e o nariz (sim, ao mesmo tempo) com o abdômen sem contrair e expirar pela boca. Não fico mais sem fôlego. 😀 Outra coisa que me ajuda é a postura, deixo sempre a coluna reta, não coloco meu corpo pra frente (a não ser que seja pra ganhar velocidade) e parece que o ar flui melhor. 🙂

      Ótimo post Anni!

  7. Ingrid disse:

    A respiração sempre foi um problema enorme para mim. Tenho rinite e sinusite, durante muito tempo respirei apenas pela boca. Hoje, mesmo após tratamento com um otorrinolaringologista, ainda sinto dificuldade em respirar apenas pelo nariz, parece que não entra ar suficiente. Mas sempre fiquei muito confusa porque muitos profissionais orientam inspirar pelo nariz e soltar pela boca mesmo, fui orientada a proceder assim tanto no pilates quanto na fisioterapia. Aí para completar a confusão respiratória, fui fazer natação e a respiração lá era o contrário (por causa da água), inspira pela boca e solta pelo nariz. Hoje em dia tô começando a treinar corrida, rumo ainda aos meus primeiros 5km. E o que mais tem dado certo é respirar pela boca e soltar pelo nariz!

  8. Chell disse:

    Muito legal esse post. Eu sempre tive muitos problemas respiratórios quando mais nova e me preocupei muito com essa parte de respirar quando comecei a correr. Muito bom!

  9. Marli disse:

    Bacana, gostei muito do post e dos comentários, estou iniciando na corrida e ainda me adaptando à respiração e procurando encontrar meu ritmo, foi muito bom saber que a minha dificuldade é a de muitas outras pessoas. Também respiro pelo nariz e solto pela boca ainda tentando encontrar o melhor. Aguardo a continuação das experiências pessoais. Adorei!

Deixe o seu comentário!