Toda corredora sabe da importância de cuidar bem dos pés, não é mesmo? Eu, que adoro um creminho, não podia deixar de ter uma pequena coleção de hidratantes e outros produtos para deixar meus pés bem protegidos e cheirosinhos, hehehe…

Selecionei alguns produtos que testei recentemente, além dos meus favoritos de sempre para vocês conhecerem:

cremes para os pés

Foot Balm Weleda (Creme Hidratante para os Pés)

Preço sugerido: R$ 44,90 (75 ml) — esse da foto é uma amostra

A Weleda está presente em boa parte das corridas femininas, apesar de eu não encontrar os produtos da marca com tanta facilidade nas farmácias. Este balm para os pés é formulado com óleo de oliva e extratos de mirra e calêndula, o que deixa um cheirinho bem suave e agradável. Ele é absorvido rapidinho pela pele e não fica aquela sensação de “engordurado”, então é ótimo para passar durante o dia se você está com o pé mais ressecado. Gostei!

Avaliação:regua_avaliacao_4_laranja

Gel Protetor de Calos e Bolhas – Granado

Preço sugerido: R$ 28,50 (45 g)

Como eu ainda corro distâncias curtas (5K), nunca tive uma bolha em consequência da corrida. Mas, no dia a dia, especialmente quando resolvo sair por aí com uma sapatilha ou sandália nova, é bem comum voltar para casa “premiada”. Por isso, resolvi experimentar esse gel da Granado — e, olha, adorei! Segundo o site da marca, ele é “formulado com silicone promove uma camada protetora na pele, lubrificando-a e evitando o surgimento de bolhas e calos”. A textura é bem gostosa de passar nos pés, não fica muito melado e o perfume é discreto. Ah, e sim, ele cumpre o que promete! Para completar, é fácil de encontrar.

Avaliação:regua_avaliacao_5_laranja

Compre o kit SPA Relaxante para Pés da Granado: Shoptime | Americanas | Submarino

TenysPé Baruel Woman Creme 3 em 1

Preço sugerido: R$ 8,99 (100 g)

Meu pai, meu irmão e meu marido (!!) não saem de casa sem passar aquele tradicional talco da TenysPé. Eu nunca gostei muito da bagunça que o talco faz (seria trauma? rs), mas sei que o produto funciona. Então, quando vi no supermercado que eles tinham lançado uma versão feminina em creme, não pensei em duas vezes e comprei. Além de não fazer sujeira, tem uma boa hidratação. Porém, o perfume é muito forte, o que me incomodou bastante, então acabei encostando. Cheiro é uma questão de sensibilidade, e eu até gosto de perfumes florais e bem femininos, mas como ele permanece nas mãos, mesmo lavando logo após a aplicação do creme nos pés, perdeu alguns pontos comigo. A boa notícia é que essa linha também está disponível nas versões talco e spray.

Avaliação:regua_avaliacao_3_laranja

Creme de Pés Karité L’Occitane

Preço sugerido: R$ 122 (150 ml)

Esse creme é um dos meus favoritos de todos os tempos! Com 15% manteiga de karité, óleo essencial de lavanda e extrato de arnica, tem uma hidratação incrível e cheirinho agradável. Como ele demora um pouco mais para absorver, gosto de passar nos pés pouco antes de dormir (já fica na gavetinha do criado-mudo). Mas, como os preços de cosméticos importados no Brasil costumam ficar lá em cima, é daqueles produtos que eu só compro em alguma viagem internacional, hahahaha…  Por isso, tirei uma estrelinha na avaliação (mas só por isso, rs). Ainda bem que o tubo é bem grandão e dura bastante! 😉

Avaliação:regua_avaliacao_4_laranja

Compre o Creme de Pés Karité L’Occitane: 30ml ou 150ml.

***

E você, tem algum creme para os pés sem o qual não consegue viver? Hahahaha… Conta pra gente nos comentários qual é! 😉

Da equipe do blog, eu sou a que tem mais dores e problemas relacionados à isso. Tenho problemas com o joelho, tendinite nos dois pulsos, dores nas costas… e quando recebemos o Tanyx fiquei bem curiosa para ver como e se ele funcionava. Como o aparelho é para ajuda nas dores, tive que esperar a tendinite atacar para testar.

O Tanyx é um aparelho de eletroestimulação nervosa transcutânea, indicado para dores musculares e articulares. Ele é portátil, pequeno e leve, com bateria que dura até 6 horas (ou 18 sessões de 20 minutos, que é o tempo indicado).

tanyx-resenha

Tá curiosa para saber como funciona? Olha só:

A dor é transmitida ao cérebro através das fibras nervosas sensitivas A-delta e C. A primeira é responsável pelo envio de dores agudas e imediatas; já a segunda, pelas constantes e crônicas.

A eletroestimulação nervosa proporcionada pelo Tanyx ativa as fibras nervosas do tipo A-Beta, que enviam mensagens de não-dor ao cérebro. A competição entre o estimulo transmitido por esta fibra e a fibra C, leva ao chamado fechamento do “portão da dor”, bloqueando a transmissão dos estímulos dolorosos até o cérebro.

(Fonte: Tanyx)

Parece bem simples, né? Usei algumas vezes, em duas crises de tendinite. Queria ter testado nas dores do joelho, mas ele parou de doer  ultimamente (ALELUIA!). Ao abrir a embalagem, vi que tinha que grudar os dois condutores em gel nele e grudá-los na pele, bem fácil. Nas duas crises, segui as recomendações de usar por duas vezes ao dia, por 20 minutos em cada sessão. É muito fácil de regular o nível dos choquinhos (baixo, médio e alto) e depois que você acostuma, é até gostoso.

Ao terminar as sessões, eu sentia que a dor tinha aliviado bastante. Até chegar a hora da próxima sessão a dor já tinha voltado, mas com menos intensidade. Nas duas crises precisei usar o aparelho por dois dias seguidos até a dor sumir totalmente. Achei o resultado super rápido, considerando que para mim o normal é que a crise dure até uma semana, usando somente pomadas e protetor de pulso. Gostei bastante.

Eu estava preocupada em levar choques muito fortes, sabe? Uma vez fiz fisioterapia e os choques eram muito doloridos, era difícil aguentar. Como dá para escolher a intensidade dos choques no aparelho, cada um regula conforme o que aguenta. Eu comecei no levinho e nas últimas sessões já estava usando o mais forte.

Achei um método muito interessante de combate à dor, principalmente por não ter que tomar nenhum remédio, não melecar a roupa (como todas as minhas pomadas fazem) e ser muito prático de usar.

Também estava preocupada em acostumar o corpo com os choques, sabe? Vai que eu “vicio” o meu corpo aos choques. Hahaha. Doideira, mas mas vai que acontece, né? Aí fui estudar e comprovaram que o aparelho não causa dependência. Ufa! Ele também não tem efeitos colaterias e pode ser usado para complementar a fisioterapia e tratamentos com remédios.

Conclusão: gostei bastante e fiquei feliz em conseguir alívio sem depender das pomadas e, como acontece comigo nas piores crises, sem apelar para os remédios de dor. Também achei o preço relativamente bom (o menor preço que encontrei foi de R$59,90), pensando que vou conseguir usá-lo em mais de uma crise.

Claro que se você quiser usar também, é sempre bom consultar um médico antes e ver se ele libera. É como qualquer medicação, você sempre deve seguir o que um médico lhe recomenda. 😉

post_presente