Já falamos neste post sobre o lançamento dos tênis de performance da Skechers. A Bru fez o review de um deles, o GORun Ride 3 (veja aqui) e hoje falarei do GORun 3, modelo da marca projetado para velocidade que recebi há quase 2 meses, mas devido a fratura que sofri na Indomit, só pude testá-lo de fato há algumas semanas.

2Skechers Go Run 3

Quando recebi o tênis confesso que fiquei muito curiosa, pois estava acostumada a usar somente produtos das marcas mais conhecidas no Brasil. Bobagem minha, confesso! Até porque além do fato do corredor Meb Keflezighi vencer a Maratona de Boston com um Skechers GO Run nos pés, ambos os tênis ganharam destaque no guia de calçado da Runner’s World 2014 como “melhor compra”.

Beleza e Design

Skechers-GORun-3

Para ser bem sincera, quando vi pela primeira vez, achei que tinha um pouco ‘cara de tênis infantil’. Talvez por causa das cores (desde que comecei a correr esse foi meu primeiro tênis coloridão). Confesso que gostei mais do verdinho (mudaria o cadarço) e o preto. Mas é questão de gosto, porque o marido achou “maneiríssimo” logo de cara. Engraçado que hoje já não o vejo assim! 🙂

Gostei do detalhe na dianteira do cabedal (sistema triplo de malha Power-prene formando um desenho triangular) e o fato de ser baixinho, não robusto, como a maioria dos meus tênis.

Conforto

Neste quesito me conquistou de cara, ele é uma delícia no pé. A malha é bem flexível, com suportes laterais, a língua (lingueta) é fininha e não precisei desamarrar o cadarço na hora de calçar. Como na época que recebi ainda não podia correr, caminhei com ele. O solado dele é em borracha termoplástica antiderrapante e a entressola em EVA, que dá a sensação de estar andando sobre isopor.

Já na corrida não tive problemas com bolhas (eu e meus pezinhos ultra sensíveis e problemáticos rs). Ele tem ante pé mais espaçoso que permite apoio enquanto oferece espaço para os dedos. Outra coisa que gostei foi a respirabilidade, todas as vezes que corri com ele não senti calor terrível nos pés.

Peso

Ele é muuuito leve!

Pesa 147g no feminino 36 (meu número de tênis).

Pisada

Neutra. Tenho pisada levemente supinada (pé direito) e muito supinada (pé esquerdo). Virei o pé uma única vez caminhando, mas até agora não tive problema nenhum correndo com ele. Talvez seja por causa da tecnologia M-Strike, que promove a pisada com a parte central do pé. De certa forma senti impulsionar um pouco para frente, me colocando numa posição de corrida mais confortável.

Amortecimento

O GO Run está na categoria de tênis minimalistas. Tem drop de 4mm, que traz uma sensação de correr descalça. Para sentir mais ainda o terreno ou a pisada é só retirar a palmilha. Eu que estou acostumada a correr com tênis robusto que possui alto amortecimento estranhei um pouco no início. Corri com e sem a palmilha e achei melhor fazer a transição com a palmilha, pelo menos por enquanto. É muito diferente correr sentindo mais o solo, confesso que gostei da experiência.

Custo x Benefício

O tênis custa em média R$ 299,00. Ótimo custo benefício!

Tecnologia

Além das tecnologias citadas, o GOrun 3 possui sensores independentes GOimpulse, que oferecem flexibilidade e feedback para uma experiência de corrida responsiva e Entressola Resalyte™, exclusivo composto injetado com retenção de memória que ajuda a absorção do impacto.

1SKECHERS GO RUN 3

Opinião Geral

Skechers GOrun 3 é um tênis minimalista projetado para velocidade. Corri com ele em treinos intervalados e gostei muito. Como ainda não estou fazendo longos, não posso dar minha opinião.

Ele é macio, super confortável e não retém o calor dos pés. Apesar da minha pisada ser bastante supinada no pé esquerdo, não tive problemas no joelho (local onde mais sinto por causa da pisada), como normalmente acontece com alguns tênis de pisada neutra. Apesar do design não ter me conquistado completamente (foi me conquistando aos poucos), no geral (principalmente no quesito performance), me surpreendi positivamente com a marca. É sem dúvida, um ótimo custo benefício. 🙂

 

Preço:R$ 299 na CentauroR$ 269 na Netshoes | R$ 254,90 na Kanui
Fabricante: Skechers
Peso: 147g (tamanho 36 feminino), 198g (tamanho 41 masculino)
Pisada: Neutra

post_presente

A corrida é conhecida como um esporte relativamente simples, pelo menos na categoria roupas, quantas vezes não lemos/ouvimos o famoso “basta você colocar um par de tênis e sair correndo pela rua”? Isso não deixa de ser verdade, mas é claro que não é tããão simples assim, principalmente para nós mulheres. Escolher um bom top é como escolher um bom tênis, afinal, nossa amada corrida é sim um esporte de alto impacto e da mesma forma que não queremos nos lesionar por causa de um tênis inapropriado, também temos pavor não estamos a fim de ver nossos amiguinhos sofrerem as consequências, néam? rs

Não é segredo que ando em busca do top perfeito, aquele que não só protege e sustenta os seios, mas também os deixam bonitos. Saca sutiã + top com boa sustentação = corredora satisfeita? hahahaha
Por isso fiquei toda feliz quando a BodyLeblon nos enviou o Perfect 10 para testar. Para quem não conhece, o Perfect 10 é um top, estilo sutiã destinado às corredoras e praticantes de Crossfit.

Segundo o site da marca:

Criado para cuidar de cada detalhe do corpo brasileiro, o top perfect 10 possui uma elasticidade de 360 graus e foi desenhado para atletas praticantes de CrossFit e corrida que desejam maior conforto e comodidade. Proporciona uma maior sustentação e firmeza por conta de seu alto conteúdo de elastano. Com ele, você terá 100% de foco no seu treino.

 

1_top_perfect10_BodyLeblon

Top Perfect 10 – Imagens retiradas do site da marca

Minhas impressões

• Sustentação, Segurança e Conforto

A sustentação é ponto mais importante para um top de corrida e este cumpriu bem a função. Os seios ficaram firmes, seguros e não senti aquela sensação deles “tentarem fugir” durante a corrida.

2_top_perfect10_BodyLeblon

O meu é o preto (imagem frente e costas)

 

O top possui alças e costas mais largas, dividindo o peso e mantendo tudo no lugar sem causar marcas ou aquele terrível incômodo/dor nos ombros. Outra coisa que notei logo de cara foram as costuras, reforçadas abaixo do bojo e na faixa ao redor do tórax. Nada dos peitos escaparem por baixo rs.

 

3_top_perfect10_BodyLeblon

Costas – imagens retiradas do site da marca

 

Outro ponto positivo são as alças removíveis, que dão duas opções de decote nas costas (normal e nadador). Para ser sincera, me sinto um pouco insegura com alças removíveis. Sempre acho que vão soltar me deixando na mão, o que não aconteceu neste caso. Uhhhlllll!

• Beleza e Design

Achei o top bonito e bem desenhado. O “tule” esportivo é bem costurado e dá um charme a mais. Outra preocupação que tinha é sobre relação custo x benefício. Não é um top barato (aliás, como os tops de corrida no geral estão caros!), mas logo vi que não vou perdê-lo tão cedo, o fecho (daqueles de sutiã) possui quatro tamanhos e o bojo é removível, ou seja, se “perder peito” quando emagrecer (ainda pretendo perder uns 5 quilinhos) poderei preenchê-lo, pois o top tem uma pequena fenda para isso. Se quiser correr sem bojo também posso.

4_top_perfect10_BodyLeblon

Detalhes do top – Sem bojo | a fenda para colocar/retirar o bojo e o fecho com 4 tamanhos

Opinião geral

Gostei muuuito do top, achei lindo e sinto que finalmente atendeu as minhas expectativas. Queria um top de corrida que deixasse os seios bonitos e não “entulhados” e/ou “esmagados”, além de me deixar segura durante a corrida. Nisso ele ganhou meu coração!
O tecido e as costuras reforçadas são confortáveis, não senti atrito e poderei usá-lo bastante tempo.

Avaliação:

regua_avaliacao_5_laranja

(o preço me faria tirar metade do último coraçãozinho #japamãodevaca)

Ficou interessada?

Tem à venda por R$ 129,00 na loja virtual da BodyLeblon.

* Atualização: a loja BodyLeblon agora é Authen:  http://www.authen.com.br/

post_presente