Cada vez mais, as marcas do segmento esportivo investem em ações diferentes para dar aquela forcinha para quem curte praticar atividades físicas ou mesmo quer adotar um estilo de vida mais saudável. Se você está buscando um estímulo para começar a correr, por exemplo, a Mari já contou aqui no blog sobre algumas dessas ações no Rio e em São Paulo. 😉

Agora é a Adidas que inaugura mais um espaço para os paulistanos praticarem seus esportes favoritos (não só corrida!) e experimentarem os produtos da marca. É a SPORTSBASE, uma estação supercompleta no Parque Villa Lobos, com aulas de corrida, espaço para ginástica e (claro!) empréstimo de produtos, como tênis e bolas de futebol e basquete. Tudo gratuito! Demais, né?

Na SPORTSTBASE, você pode pegar bolas de futebol e basquete emprestadas e experimentar tênis da marca (Divulgação)

Na SPORTSTBASE, você pode pegar bolas de futebol e basquete emprestadas e experimentar os tênis da marca (Divulgação)

O Villa Lobos é um dos nossos lugares favoritos para treino em São Paulo e recebe várias assessorias esportivas durante a semana. No fim de semana, então, o parque fica cheio de atrações para quem curte se exercitar ao ar livre.

A SPORTSBASE fica bem em frente à entrada principal do parque. Por enquanto, as aulas acontecem somente aos sábados e domingos, com opções de treinos de corrida, ginástica funcional, flexibilidade e yoga, mas os empréstimos de produtos podem ser realizados de terça a domingo, das 7 às 19 horas.

A SPORTSBASE também tem uma estação de ginástica funcional e oferecerá treinos gratuitos nos fins de semana (Divulgação)

A SPORTSBASE também tem uma estação de ginástica funcional e oferecerá treinos gratuitos nos fins de semana (Divulgação)

Se você quer experimentar um tênis de corrida ou basquete, ou uma chuteira da marca antes de comprar, aproveite! Ah, e a Adidas também reformou as quadras de futebol society do parque. Perfeito para quem curte bater uma bolinha! 😉

Para utilizar qualquer um dos serviços, é só fazer um cadastro rapidinho no local. Acompanhe também o site oficial da Adidas para mais informações.

Nós adoramos a novidade, e vocês? 😀

Uma das coisas que eu mais gosto de treinar na Bio Ritmo é que eles estão sempre inovando para manter os alunos motivados. Além das aulas que compõem a grade básica da academia, como pilates, step, yoga, boxe, spinning etc., tem algumas modalidades itinerantes que “viajam” de uma unidade para a outra.

Como sou supercuriosa pra essas coisas, sempre tento participar quando tem alguma aula diferente na minha unidade. E uma aula que eu morria de vontade de fazer, mas nunca conseguia, era a de Bio ViPR. Tudo isso porque eu estava doida para treinar com a “bazuca”, apelido carinhoso que os alunos dão para o ViPR, o acessório que batiza a aula.

E esse é o ViPR!

E esse é o ViPR!

A aula de Bio ViPR foi lançada em agosto de 2015 e passou várias vezes na minha unidade deste então, mas só recentemente consegui encaixar meus horários para participar. E olha, valeu a pena!

No vídeo abaixo, tem uma amostra. 😉

Para quem está se perguntando, o ViPR é feito com borracha densa. Vendo o vídeo, até parece fácil manusear a “bazuca”, né? Mas então vamos ao fatos, rs… Cada cor indica o peso do acessório, que vai de 4 a 12 quilos. Eu fiz a aula com 6 quilos e fiquei conversando com os músculos dos meus braços por uns dois dias… 😛

O treino é curto (30 minutos) e intenso. Trabalha força, estabilidade, potência e flexibilidade, e ainda ajuda a ganhar resistência e coordenação motora. São duas séries de exercícios com intervalos bem curtos entre eles — só o tempo de mudar o ViPR de posição. E dá para queimar até 500 calorias nessa brincadeira!


Segundo o diretor técnico da Bio Ritmo, Saturno de Souza, o objetivo do Bio ViPR é realizar movimentos integrados com carga e exercícios voltados para trabalhar o core (os músculos na região do abdômen e da lombar). “Os músculos do core, quando fortalecidos e acionados de forma correta, dão suporte para a coluna e quadris, evitando o estresse nessa região, definem o abdômen e modelam a cintura, além de auxiliarem na correção postural”, explica.

Nem precisamos falar como é importante fortalecer essa região para quem corre, certo? 😉

Eu adoro treinos curtinhos e com movimentos funcionais, então nem preciso dizer que amei a aula. Já estou ansiosa para saber quando terá na Paulista de novo!

post_parceiros_BR_2015