Cada corredora tem seu jeito de correr, e depois de ler muitos artigos sobre o assunto, o que descobri é que não há jeito certo ou errado, cada pessoa tem uma forma de correr, afinal ninguém é igual. Mas há alguns estudos que apontam que uma boa postura ajuda a evitar lesões e quem ai quer se lesionar? Ninguém, né? Então, bora aprender a correr com a postura certa.

Postura ideal na corrida

A melhor postura no movimento do trote ou da corrida:

  1. As costas permanecem eretas, alinhadas com o pescoço. E se o objetivo for ganhar velocidade você pode inclinar levemente o tronco para frente.
  2. O cotovelo deve formar um ângulo de 90º entre braço e antebraço, e o punho e os ombros devem estar relaxados. O movimento dos braços ajuda no equilíbrio e na coordenação das passadas de forma cadenciada. Pés e braços combinam-se de forma alternada: pé direito acompanha braço esquerdo e vice-versa. Mas tome cuidado para não cruzar os braços na frente do corpo.
  3. Cabeça erguida. O olhar deve se fixar à frente, mantendo o pescoço relaxado. Olhar pra baixo ou pros lados prejudica a coluna.
  4. O abdômen deve estar levemente contraído, para ajudar a endireitar a lombar. Mas não contraia demais, se não o movimento ficará prejudicado.
  5. Os joelhos devem ser dobrados cada vez que a perna é lançada para trás, assim você compensa a sobrecarga que a articulação sofre a cada contato com o chão.
  6. Os pés devem estar alinhados para frente em direção ao destino. Nunca pise com o pé inteiro, pois isto causa sobrecarga para os joelhos, tornozelos e a coluna. Quanto à pisada, o assunto é controverso e vem sendo discutido agora por conta dos tênis minimalistas, alguns dizem que a pisada deve iniciar pelo peito do pé e outros dizem que a pisada deve iniciar no calcanhar. Com essa dúvida, acredito que a melhor forma é você testar os dois tipos e ver qual é mais confortável para você.

Tente correr na postura certa, mas não torne isto um problema para a sua corrida, vá corrigindo aos poucos, sem atrapalhar seu rendimento no treino. É importante respeitar o padrão de movimento individual. 😀

A cadência também é importante, conte as pisadas que você dá ao longo de um minuto, normalmente são 180 passos em qualquer ritmo. Para ficar mais fácil contar, conte os passos de apenas uma das pernas, depois é só multiplicar por dois.

Espero que te ajude nos seus treinos e a evitar as terríveis lesões. 😉

A corrida é conhecida como um esporte democrático, ou seja, é de graça e qualquer um (que tenha aprovação do seu médico) pode praticar. É só colocar o tênis, a roupa adequada (que já vimos aqui), procurar o parque mais próximo de casa e correr em direção à felicidade! Ok, não resisti hahah 😛

Por ser um esporte onde a maioria pratica ao ar livre, deve-se ter cuidado redobrado com a pele. Com o crescimento do buraco na camada de ozônio (que funciona como uma espécie de “protetor solar” natural), ficamos mais vulneráveis às ações dos raios ultravioletas UVA, UVB e UVC, que causam danos à pele. Uma exposição à essa radiação sem a proteção devida, pode causar sérias consequências como: insolação, vermelhidão, queimaduras, envelhecimento precoce e até câncer de pele.

Corremos por uma questão de saúde e estética, e por isso precisamos atentar para alguns detalhes, como o uso do protetor solar, item considerado indispensável para uma boa saúde da pele.

Protetor Solar Destaque Slide

Protetor solar durante a corrida? Mas vou suar e ficar melecada…

Sim, é ESSENCIAL! Imagine o tempo que você vai ficar exposta diretamente aos raios ultravioletas! É como se você ficasse parada diante do Sol dizendo: me frite, me deixe como um maracujá de gaveta! Mesmo em dias nublados, você recebe essa radiação. Ficar melecada é o de menos…

Procure passar o protetor de maneira generosa nas áreas que serão expostas ao sol (rosto, pescoço, braços, pernas, colo e mãos). Evite passar muito próximo dos olhos, para não acontecer do protetor escorrer e você ter de deixar a corrida CORRENDO porque os olhos estão ardendo! Dê preferência aos protetores sem óleo (oil free), pra não deixar a pele grudenta, além de evitar correr em horários com grande incidência de raios UVB (das 10h às 16h). O uso de boné também ajuda nessa proteção.

Mas com tantas opções de protetores no mercado (gel, creme, spray, com tonalizante, etc.) qual a melhor escolha? A dicona é saber qual o seu tipo de pele.

O ideal é que você procure um dermatologista, pois nada substitui a avaliação de um profissional. Mas se deseja ter uma idéia rápida, é só fazer um teste basiquinho: pegue um lenço de papel e passe sobre o rosto seco e limpo (não recém lavado). Se sua pele é normal, vai notar que não há sinal de “óleo” no papel, e observando no espelho, perceberá que a textura de sua pele é suave e fresca. Se o lenço estiver seco, e no rosto sente aspereza e uma esticadinha, provavelmente sua pele é seca. No caso das peles oleosas e mistas, em ambas notará que há “óleo” no lenço, só que na pele mista a concentração dessa oleosidade é na zona T (testa, nariz e queixo), no entanto, as bochechas possuem aparência normal. Já a pessoa que possui pele sensível, nota no dia a dia, que não reage bem a qualquer tipo de produto, além de sofrer com descamações, vermelhidão, inflamação e sentir coceira. Esse tipo de pele exige cuidados especiais!

Alguns exemplos de protetores para cada tipo de pele:

Prot_Peles_Normais_Secas

1.Protetor Solar Cetaphil Defense UVA/UVB FPS 50 – 50ml,  GALDERMA  (R$ 73,09 – preço médio)

2. Golden Plus FPS 50 – 50g,  O Boticário (R$ 29,99)

3. Anthelios XL Creme FPS 60 Sem Perfume – 50 ml,  LA ROCHE-POSAY (R$ 42,90 – preço médio)

4. Protetor Solar Filtrum HT Pele Seca FPS30 – 60ml, LBBS (R$ 50,90 – preço médio)

5. Protetor Solar Sun Fresh FPS 60 –  200ml, Neutrogena (R$ 43,70 – preço médio)

 

1. Minesol Oil Control FPS 30 – 50g, Roc (R$ 68,20 – preço médio)

2.  Ultra-light Hidratante Facial FPS 30 – 55g, Neutrogena (R$ 35,00 – preço médio)

3. Eau Thermale FPS 50 – 50 ml, Avène (R$ 53,70 – preço médio)

4. Normalize Matte FPS 50 – 50 ml, ADA TINA (R$ 91,40 – preço médio)

5. Episol Whitegel FPS45 – 60g,  Mantecorp (R$ 63,50 – preço médio)

Algumas meninas do Corre Mulherada falaram dos protetores que elas usam:

assinaturas_aninha

Eu uso o Neutrogena ultra-light para pele mista e oleosa.
Como sou braquinha, acabo usando no dia-a-dia tanto que o uso já tem um tempo e não tenho o que reclamar! Passo só um pouquinho, porque minha pele é bemmm oleosa e odeio ficar com a sensação de rosto oleoso, sabe? A textura dele é ótima, rende super bem e o FPS é 30…
Ana
assinaturas_brunaEu uso o Avène Solar 50+ para peles sensíveis com água termal. Como sabem eu sou branca igual leite, tenho casos de muitos problemas de pele na família por conta disso, então no rosto uso sempre o fator 50. Esse protetor é super leve e não gorduroso, é como se fosse um hidratante mesmo. Ah, e ele quase não tem cheiro, então nem parece que vc tá usando algo no rosto.
Bruna
assinaturas_mariSempre tive a pele oleosa com acne, até hoje se eu bobeio aparece um monte de espinhas e me sinto com 15 anos, rs. Comecei a usar o Minesol Oil Control da Roc há um ano e não o troco por nada! Ele é ótimo, dura muito, tem absorção rápida, textura boa, cheirinho bom e depois de um minutinho nem parece que passei protetor. Super recomendo!
Mari
A minha pele é mista (como a maioria das orientais) e sensível: muuuito oleosa na zona I (nariz e queixo) e ressecada nas extremidades. Já tentei váááários protetores, até me dava bem com eles por um tempo, mas depois vinham as coceiras e espinhas. Minha dermatologista passou o Normalize Matte FPS 50 da ADA TINA. Pra mim ele é ótimo! Deixa a pele sequinha e não meleca na hora de correr. O preço dele não é muito amigável (91 Dilmas!), mas em compensação nunca mais tive alergia, e rende que é uma beleza. Uso há mais de 2 anos.
Seja qual for o Protetor Solar, não se esqueça de reaplicá-lo a cada 2 horas, e após lavar o rosto depois do treino.
E você, tem alguma dica para nos dar?
Deixe nos comentários! 🙂