Sucos antioxidantes e coloridos

A gente sempre ouve falar muito sobre sucos detox, que promovem a desintoxicação do organismo. Mas você já conhece as opções antiox, que têm efeito antioxidante?

Os antioxidantes são responsáveis por neutralizar os radicais livres, substâncias tóxicas produzidas pelo nosso corpo que, em situações normais, são combatidas pelo próprio organismo, mas que podem se acumular causando doenças ligadas ao envelhecimento, como a osteoporose, doenças cardíacas e de pele, entre outras. Além disso, seus ingredientes são ricos em magnésio e vitaminas A e C, ajudam a acelerar o metabolismo e a melhorar o funcionamento do intestino.

Hoje vou compartilhar com vocês algumas receitinhas de sucos antiox que, além de serem refrescantes, trazem muitos benefícios para a saúde! Cada suco é identificado por sua cor predominante, relacionada aos nutrientes presentes em seus ingredientes. 😉

Sucos vermelhos

Previnem e tratam doenças degenerativas

1 tomate (de preferência, orgânico) + 1 goiaba vermelha + 4 ameixas vermelhas + 4 morangos. Bata no liquidificador com um pouco de água e coe. Em seguida, misture com suco de laranja ou suco de limão diluído em água até completar 2 litros.

3 fatias de romã com casca + 250 ml de água de coco + 1 colher (sopa) de xarope de romã + 3 colheres (sopa) de frutas vermelhas congeladas + 1 colher (sopa) de sementes de linhaça. Hidrate a linhaça na água de coco de um dia para o outro. Para fazer o suco, bata todos os ingredientes no liquidificador, acrescente gelo e beba sem coar.

Suco rosa

Também tem ação desintoxicante

1 colher (sopa) de beterraba crua + 1 colher  (sopa) de goji berry + 3 colheres (sopa) de morangos picados ou outra fruta vermelha (amora, framboesa etc.) + 150 ml de água de coco ou chá de hibisco gelado + 50 ml de suco de laranja + 1 colher de chia + 1 rodela pequena de gengibre. Hidrate a chia na água de coco ou no chá de hibisco de um dia para o outro. Para fazer o suco, é só bater todos os ingredientes no liquidificador e servir em seguida com gelo sem coar.

Suco laranja

Rico em betacaroteno

1 cenoura + 1 manga pequena + 1 fatia grossa de mamão. Bata no liquidificador com um pouco de água e coe. Em seguida, misture com suco de laranja ou suco de limão diluído em água até completar 2 litros.

Suco verde

Com muita vitamina C, estimula o sistuma imunológico

4 kiwis + 1 punhado de couve + 1 punhado de espinafre ou brócolis + 1 punhado de alface + 1 ramo de alecrim + 1 ramo de hortelã. Bata no liquidificador com um pouco de água e coe. Em seguida, misture com suco de laranja ou suco de limão diluído em água até completar 2 litros. (Veja mais receitas de suco verde)

Suco roxo

Rico em ferro e vitamina C

1 beterraba pequena + 1 cacho de uvas roxas + ½ xícara (chá) de mirtilo (blueberry) e/ou polpa de açaí. Bata no liquidificador com um pouco de água e coe. Em seguida, misture com suco de laranja ou suco de limão diluído em água até completar 2 litros.

Suco branco

Revitalizante, é rico em potássio

1 cacho grande de uva-itália + 1 fatia grossa de melão + 1 maçã + 1 píres de brotos de feijão. Bata no liquidificador com um pouco de água e coe. Em seguida, misture com suco de laranja ou suco de limão diluído em água até completar 2 litros. Você pode substituir o broto de feijão por outro broto, como alfafa ou bambu.

Dica importante: todos esses sucos devem ser consumidos logo após o preparo para evitar a perda de vitamina C. Se precisar, você pode deixar a jarra na geladeira para tomar aos poucos, mas tente consumir tudo no mesmo dia. 😉

Se você tem uma receitinha de suco antiox, compartilhe conosco nos comentários!

O ato de correr deveria ser algo natural do ser humano, mas nem sempre é o que acontece.
Desde pequenas nos forçamos a práticas não muito adequadas, como carregar mochilas pesadíssimas nas costas ou ficar muito tempo sentadas ‘carcundas’ estudando ou em frente ao computador, e não para por aí! Me lembro que na faculdade, além da bolsa “normal”, ainda carregava uma pasta enorme de desenhos e uma bolsa cheia de cacarecos de costura e modelagem (quem fez/faz moda sabe do que estou me referindo). E digo que até hoje carrego “a casa” na minha bolsa. rs
Resultado disso tudo: uma coluna levemente torta. 🙁

Se existe algo que a maioria dos corredores amadores não prestam muita atenção é o quanto a postura afeta (positivamente ou negativamente) na nossa amada e velha corrida. Claro que cuidar da postura vai além do quesito performance, é uma questão de saúde. Masssss neste post vamos focar na corrida. ☺

Segundo Ronaldo Martinelli, coordenador do programa Bio Running da Bio Ritmo, para praticar a atividade não existem muitos segredos, mas a maneira com a qual seu corpo se move pode deixar a corrida ainda mais segura evitando lesões, além de diminuir o cansaçoA postura deve se ajustar ao indivíduo e ao ritmo de trabalho imposto pelo atleta. Um posicionamento errado durante a corrida ou caminhada implica em uma menor eficiência mecânica do organismo, o que pode levar a uma fadiga precoce.

A má postura é um vício adquirido ao longo da vida e, de acordo com Martinelli, são necessárias avaliações biomecânicas em cada corredor, além de medição dos vícios de postura, para realizar as adequações necessárias. Ele explica que as avaliações devem ser feitas por um médico ou fisioterapeuta, e caso o corredor tenha indícios de lesões, o indicado é um processo de mudança postural imediata. Se isso não for feito, prefiro corrigir o atleta aos poucos, ao longo dos anos. Os casos precisam ser avaliados individualmente, finaliza o coordenador do programa Bio Running, aula power que tem como objetivo o condicionamento cardiovascular, através do aprimoramento das técnicas de corrida.

Obviamente os tratamentos dependem de cada corredor. Em casos mais leves, exercícios educativos dão conta do recado. ☺

postura-corrida-1

Confira mais algumas dicas do coordenador Ronaldo Martinelli para aperfeiçoar os movimentos da cabeça aos pés:

1 – O tronco deve estar ligeiramente elevado a frente, para que se aproveite a inércia do movimento.

2 – Os joelhos devem estar sempre flexionados ao receber o impacto da passada.

3 – Ao preparar a próxima passada, os joelhos devem flexionar em pelo menos 90° e os tornozelos ou pés devem ser elevados.

4 – O quadril deve sempre ser mantido elevado com flexão leve.

5 – A entrada do pé deve ser feita com a parte média e não o calcanhar.

6 – A posição dos braços deve estar em 90° com as mãos passando na linha da cintura.

7 – Ao executar a passada, o corredor deve adotar um alinhamento dos dois pés em sentido único.

Outra dica fácil para saber se você está correndo corretamente é fazer a atividade em frente ao espelho. 😉

post_parceiros_BR_2015