Todo mundo gosta de uma forcinha a mais quando está querendo eliminar alguns quilinhos, né? Além de controlar a alimentação e aprender a comer melhor, é sempre bom saber quais alimentos te ajudam a dar uma acelerada no metabolismo e queimar gordura mais rapidamente. Tem muita coisa gostosa que faz esse papel e, por isso, adoramos a lista da doutora Fúlvia Gomes Hazarabedian, nutricionista da Bio Ritmo, com 11 alimentos amigos da dieta. 😉

alimentos-acelera-metabolismo-01

01 – Água

Já falamos várias vezes sobre a importância de se manter hidratada, mas não custa lembrar o truque: opte sempre por ingerir a água gelada, assim seu corpo tem que trabalhar mais para adequar a temperatura dela à do corpo e isso faz com seu metabolismo se acelere. Não precisa tomar muita água de uma só vez, tome várias vezes aos dias, aos poucos. Você é das que esquece de tomar água? Dá uma olha nessa nossa lista de aplicativos para te ajudar a lembrar. 😉

02 – Pimenta

Quando vi a pimenta na lista já pensei logo que ela acelerasse o organismo por algum motivo muito louco (como o aumento da temperatura corporal ou algo do tipo), mas na verdade ela possui capsaicina, uma substância que traz vários benefícios à saúde e estimula o sistema nervoso simpático a liberar mais catecolaminas, o que diminui o apetite. Com apetite menor você não sente a necessidade de ingerir tantas calorias ao longo do dia. Ha! Dessa eu não sabia. O legal é que dá para usar pimenta em pequenas quantidades em temperos de praticamente qualquer tipo de alimento.

03 – Aveia

Ela é rica em fibras solúveis e insolúveis, que ajudam na perda de peso porque dão maior sensação de saciedade. É meio que a mesma ideia da pimenta: consumindo aveia você sente menos vontade de comer. O bom é que aveia fica boa com praticamente qualquer fruta, então é bem fácil encaixá-la na sua dieta. Você também pode combiná-la com o…

04 – Iogurte

Como todo alimento rico em cálcio, é importante para a saúde óssea. Além disso, tem proteínas, que ajudam na formação de massa muscular. Adeus, massa gorda!

05 – Chá verde

Como contém cafeína e alguns compostos termogênicos, aumenta a velocidade do metabolismo. Simples assim. Além disso, o chá verde tem substâncias antioxidadentes, que combatem o envelhecimento das células. Você pode saber um pouco mais sobre ele aqui.

alimentos-acelera-metabolismo-02

06 – Laranja

Frutas com baixo teor calórico, ricas em água e vitamina C ajudam a regular a insulina no corpo. Isso é bom porque quando temos uma concentração alta desse hormônio em nosso corpo, acumulamos mais gordura. Simbora tomar suco de laranja todo dia!

07 – Gengibre

A raiz, além de deliciosa (eu amo!), é rica em vitaminas B3, B6 e C. Além disso, tem baixo valor calórico e possui ação antioxidante. Dá para colocar alguns pedaços na água (olha aí, aproveita e junta os dois!), usar como tempero nos alimentos ou colocar no chá e em sucos.

08 – Brócolis

O ácido alfa-lipóico colabora para diminuir a porcentagem de gordura corporal e a regular os níveis de insulina no copo. Você pode encontrá-lo em alimentos ricos em vitamina C e cálcio, como o brócolis. Pode ser feito cozido, refogado ou no vapor.

09 – Salmão

Você sabe que ômega-3 é um ácido essencial na prevenção à doenças cardiovasculares, certo? Além disso, ele ajuda o corpo a manter um nível bom de cortizol (diminuindo assim a ansiedade e o estresse) e aumenta o metabolismo basal, que é a forma matemática de calcular a quantidade de calorias que o corpo necessita.

10 e 11 – Nozes e amêndoas

Ambas são ricas em ácidos graxos monoinsaturados que, assim como o ômega-3, aumentam o metabolismo basal. Só não vale exagerar, o ideal é que você consuma pouco, como lanche entre as refeições ou em saladas.

Já falamos também sobre alguns alimentos que ajudam a combater a ansiedade. Eles podem ajudar muito na hora em que estamos doidas para ver logo os resultados, né? Eu, pelo menos, viro a ansiedade em pessoa quando estou fazendo regime. ;p

Quem tem intolerância à lactose ou adota uma dieta vegana “sofre” um pouco para comer. Afinal, quantas receitas você conhece que levam leite (de vaca, especialmente) na composição? Muitas, né? O jeito é se adaptar e substituir por leites vegetais, que são feitos a partir de grãos, sementes, cereais ou castanhas — e zero lactose!

Leites vegetais

O leite vegetal mais famoso é o de soja, que hoje encontramos facilmente nos supermercados. O leite de coco também pode ser usado como substituto em algumas receitas, apesar de ter um sabor mais acentuado. Além desses, existem muitas outras opções! É possível preparar leites vegetais com arroz, aveia, amendoim, nozes, castanhas (do-Pará ou de-caju), amêndoas, gergelim, sementes de girassol ou de abóbora, inhame, linhaça, quinoa… Pois é, muita gente nem imagina, mas a variedade é enorme!

Os leites vegetais são ricos em cálcio, ferro, minerais e vitaminas, são fontes de energia e de fibras. Com eles, você pode preparar molhos, doces, bebidas como achocolatados e vitaminas… Enfim, de tudo um pouco! É só escolher qual se adapta melhor à sua receita. 😀

É possível preparar em casa o seu leite vegetal, batento o grão, cereal ou semente de sua escolha com água no liquidificador (veja algumas receitas aqui). É importante lavar bem os grãos antes de começar o processo e depois coar a mistura em peneira fina ou com um pano macio, se possível mais de uma vez, até ter um leite homogêneo. Você também pode adicionar alguns condimentos (canela, melaço, extrato de baunilha…) para adoçar ou dar um sabor especial à sua bebida.

Coando leite vegetal caseiroLeite vegetal caseiro: a parte que dá mais trabalho é coar

Para quem não tem tempo de preparar a versão caseira, já estão aparecendo algumas variações prontas nos mercados, como leites de amêndoas, de arroz ou de aveia. O preço ainda é salgado (média de 12 a 13 reais por litro) e alguns trazem adoçantes na fórmula, por isso leia o rótulo antes de comprar — nada contra adoçantes, mas nem todo mundo gosta e é importante você saber o que está levando para casa! 😉 Também é bom escolher com atenção se você tiver intolerância a glúten, já que não é qualquer leite de cereais que você poderá consumir.

A Nestlé entrou recentemente no mercado de bebidas vegetais com o Nesfit para Beber, em duas opções: aveia integral (com glúten, 45 kcal/200ml) e arroz integral (sem glúten, 47 kcal/200ml). Aproveitei o café da manhã especial de lançamento que eles fizeram em São Paulo para pegar duas receitas sem lactose, preparadas com o leite vegetal de aveia integral (mas você pode fazer com outro leite vegetal de sua preferência). Anote:

Panqueca de quinoa
Rendimento: 6 porções (aprox. 56 kcal por porção)

PancakeQuinua(Foto: Cozinha Nestlé/Sheila Oliveira)

• 1 xícara (chá) de leite vegetal de aveia
• 1 clara
• 2 colheres (sopa) de quinoa em flocos
• ½ xícara (chá) de farinha de trigo
• 1 colher (chá) de fermento em pó
• 1 pitada de canela em pó
• 1 pitada de sal

Em um liquidificador, bata todos os ingredientes até obter uma massa homogênea. Aqueça em fogo baixo uma frigideira média untada com pouco azeite e coloque uma porção da massa, cobrindo o fundo. Deixe fritar até secar a superfície. Vire a panqueca do outro lado e deixe-a dourar por alguns instantes. Repita o procedimento até acabar a massa. Sirva acompanhada de geleia ou mel.

Suco verde de pera, couve e gengibre
Rendimento: 2 porções (aprox. 158 kcal por porção)

SmoothiePeraGengibreCouve(Foto: Cozinha Nestlé/Sheila Oliveira)

• 1 folha grande de couve-manteiga
• 1 pera grande com casca
• 2 colheres (sopa) de suco de limão-siciliano
• 1 fatia fina de gengibre
• 1 xícara (chá) de leite vegetal de aveia

Em um liquidificador, bata bem todos os ingredientes. Sirva gelado. Se preferir, você pode substituir a folha de couve pela mesma quantidade de folhas de espinafre, beterraba ou nabo.

Testou alguma dessas receitas? Não deixe de compartilhar conosco com a hashtag #comemulherada! 🙂