Recebemos recentemente um press-kit da Farovitta, e um dos produtos que continha no kit era o sorgo em grão e farinha. Eu que nunca tinha ouvido falar, fiquei super curiosa para saber sobre este grão.

Eu comentei com a minha mãe e ela falou: não é usado para ração de animais? Fato! Em alguns lugares do mundo é utilizado na alimentação humana por suas propriedades nutricionais, mas em outros como a América do Sul, é geralmente conhecido por ser utilizado em rações.

sorgo

A Farovitta trouxe os primeiros alimentos de sorgo para o Brasil. O grão tem inúmeros nutrientes. É fonte de fibras, proteínas, vitaminas e minerais. Também não contém glúten, sendo uma ótima alternativa para intolerantes e celíacos.

Como consumir? 

No tempo em que testei a farinhas e os grãos, eu fiz algumas receitinhas que achei no próprio site da Farovitta.

sorgo-farovitta

Sogro em grãos e farinha

Pipoca de sorgo: Eu amo pipoca e claro fui testar fazer de sorgo hehehe… Não tem segredo e é feito da mesma forma que o milho. O resultado final é bem menor que o milho, o sorgo não expandetanto, é menorzinho.

pipocasorgoSorgo com legumes: como outros grãos, é possível fazer saladinhas. Eu deixei de molho os grãos de um dia para o outro e cozinhei no outro dia. Juntei com legumes (cenoura, pimentão, ervilha e tomate), temperei e pronto. Ficou bem gostoso.

Já a farinha, eu utilizei para comer com frutas, iogurte e vitaminas. O sabor é bem suave. Mas dá para fazer bolos, pães, cookies. É uma farinha bem versátil.

Cada porção de 30g tem 94 calorias e o produtos podem ser comprados na loja virtual da Farovitta.

Você já conhecia o sorgo? Tem outras receitas e formas de consumir? Deixe nos comentários. 🙂

Olá, mulherada!

Nós treinamos durante muito tempo sem suplementar, apenas nos alimentando corretamente, seguindo uma boa dieta. 😀 Mas com os desafios que foram surgindo pelo nosso caminho e a quantidade de provas que participamos… o corpo começou a mostrar sinais de que algo faltava, primeiro com a imunidade baixa, depois com o pouco rendimento em treinos em que antes rendíamos bem. Com isso, fomos atrás de entender o que estava acontecendo e recebemos a indicação de suplementar. 😉

Como esse é um assunto novo pra gente, ficamos cheias de dúvidas, e contamos com a ajuda da Ingrid Marcato, nutricionista da Corpo Ideal Suplemento, que respondeu algumas das perguntas que surgiram entre nós. Imaginamos que vocês também tenham as mesmas dúvidas — e se a sua não estiver aqui, deixe sua sugestão nos comentários que tentaremos responder nos próximos posts do blog! 🙂

 

Quais são os principais nutrientes que podem/devem ser suplementados?

A suplementação vai variar de acordo com o objetivo e a necessidade nutricional de cada indivíduo. Diversas vitaminas e minerais podem ser repostos através da suplementação alimentar, além de aminoácidos, proteínas e carboidratos.

Por que suplementar? Na alimentação diária não conseguimos tudo que o nosso corpo precisa?

A suplementação é necessária quando o indivíduo não consegue fazer suas refeições de forma adequada e, por isso, acaba tendo uma deficiência de vitaminas e minerais. Atletas de alta performance também podem e devem suplementar. Outros nutrientes presentes no suplemento não são produzidos por nosso corpo, mas têm papel importante para os músculos, como é o caso do BCAA, aminoácido que auxilia na recuperação muscular.

Quem precisa suplementar? E quem pode prescrever suplementos?

Todos podem suplementar, porém cada um tem uma necessidade especifica. O ideal é que haja acompanhamento de um nutricionista para criar um plano de suplementação de acordo com as necessidades individuais.

Por que o atleta deve ter uma alimentação diferenciada?

O atleta tem uma maior necessidade energética, por isso deve seguir uma alimentação diferenciada aliada à suplementação alimentar.  Dessa forma,  seu organismo terá tudo o que precisa para uma performance superior.

Quais são os erros mais comuns no uso de suplementos alimentares?

Substituir refeições sólidas por suplementos sem calcular as necessidades diárias de calorias e nutrientes.

Quais nutrientes nosso corpo deixa de produzir com o avançar da idade? A partir de quantos anos é necessária a suplementação?

Conforme o avanço da idade, o intestino também envelhece e, além da perda muscular, há também uma redução da capacidade de absorção de certos nutrientes pelo corpo, pois ocorre uma diminuição das vilosidades e das enzimas do intestino. Além disso, nem sempre temos bons hábitos alimentares, o que pode refletir no dia a dia e até levar à desnutrição nessa fase da vida. A refeição dos idosos deve ser sempre completa e precisa ter principalmente proteínas, pois elas ajudam na formação de massa muscular evitando risco de quedas e fraturas. É aí que entra a suplementação alimentar.

No site da Corpo Ideal Suplementos vocês encontram todos os tipos de suplementos por preços incríveis, e vale ficar de olho, porque tem sempre promoção! 😉

parceiros-corpo-ideal-suplementos