bag

Estava dando uma olhadinha na revista Runner’s World Brasil deste mês e uma das matérias traz um diagrama bem legal chamado “Arsenal de treino”, que nada mais é do um kit básico do corredor (ou corredora!) iniciante, com 10 produtos que você precisa comprar antes de começar os seus treinos.

O mais legal é que já falamos sobre a maioria deles aqui no blog!! Hehehehe… 😉

Então, para faciliar a sua vida, segue a listinha (e alguns comentários com base na nossa experiência):

1. Tênis

Para começar, como não podia deixar de ser, é fundamental você comprar um tênis de corrida. Mas como escolher o modelo certo? Veja nossas dicas! 😉

Na dúvida sobre a pisada, compre um modelo neutro e que seja confortável. Não esqueça que tênis de corrida não “laceia”, pelo contrário, nossos pés costumam inchar durante a atividade física — então invista em um modelo que não fique apertado (muita gente costuma comprar um número maior do que normalmente usa para outros tipos de calçado).

Nós já resenhamos alguns modelos de tênis aqui no blog. Se você quiser ler nossas opiniões, clique aqui.

2. Roupas

Não precisa pirar e montar um guarda-roupa completo de cara (principalmente porque logo, logo você terá uma coleção de camisetas das provas de rua em que participará hahaha…), mas é bom sim ter um ou dois conjuntos de “roupas de academia”. Pode parecer besteira, mas a tecnologia do tecido faz toda a diferença (explicamos aqui o porquê)! E se você tem bastante busto, invista em um top reforçado! Temos dicas de modelos aqui e aqui.

3. Meias

No começo, você pode até vestir a mesma meia que costuma usar com seus tênis no dia a dia, mas, com o tempo, conforme for aumentando as distâncias, vale a pena investir em alguns pares apropriados para corrida por uma razão bastante simples: eles ajudam a evitar bolhas nos pés! E olha… Ninguém quer passar por isso! 😛

Cuidar bem das unhas também ajuda a proteger seus pezinhos de incômodos durante e após o treino.

4. Antiassaduras

Olha, eu sei que não é muito legal falar de bolha e assadura logo de cara, mas acontece e não vamos mentir para você. Claro que isso depende de fatores externos, como o clima, e também da sensibilidade da sua pele, especialmente em contato com o suor, certos tecidos e costuras, mas se você costuma ficar assada com facilidade é importante ter em mãos um antiassaduras. Infelizmente, no Brasil, são poucos os produtos dedicados aos corredores (testamos um aqui), mas você pode usar vaselina tradicional se não encontrar.

5. Boné e/ou viseira

Se você vai correr indoor, pode dispensar o acessório, mas se seu objetivo é treinar ao ar livre, é importante se proteger do sol com bonés ou viseiras. Incluímos ainda óculos de sol e não dispensamos NUNCA, JAMAIS, o filtro solar 😉

Para a mulherada: para não deixar o cabelo fuá, corra sempre com ele preso e o mais longe possível da sua nuca, já que o suor resseca os fios. Veja também algumas sugestões de penteados.

6. Garrafa para água

Seja na rua ou na esteira, hidratar-se é fundamental. Se você pretende correr mais na rua, é legal ter uma garrafinha com uma faixa ou alça para que ela fique bem firme na sua mão. Se preferir ter as mãos livres, vale experimentar uma mochila ou cinto de hidratação (mas aí o investimento também é maior). Indepentemente da sua escolha, higienize sua garrafinha sempre 😉

bag2

O celular pode completar seu “arsenal de treino”

7. Relógio com GPS

Se você pretende seguir uma planilha, é importante monitorar seu treino. Um relógio com GPS ajuda a informar seu pace (veja nosso dicionário!) e a marcar o tempo e a distância com mais precisão. São muitas marcas e opções, e a faixa de preços varia bastante, por isso pesquise com calma (a Mari fala sobre o que ela usa aqui).

Se não quiser fazer o investimento logo de cara, você pode monitorar seu treino com o auxílio de aplicativos gratuitos para o celular. Conheça os nossos favoritos.

8. Meias de compressão

Diferente da meia tradicional (soquete ou de cano curto), as meias de compressão cobrem toda a canela e ajudam a aumentar o fluxo sanguíneo na região — e podem acelerar na recuperação pós-treino. Se elas de fato melhoram a performance é uma questão polêmica, especialmente em curtas distâncias, mas vale a pena experimentar, ainda mais se você tem varizes.

9. Rolinho de espuma

Se depois da corrida seus músculos da perna ficam sensíveis e doloridos, uma massagem pode ajudar. O rolinho de espuma pode ser usado nessa recuperação após um treino mais pesado. Já se você sente dores nos pés, experimente massageá-los com o auxílio de uma bolinha de tênis.

10. Suplementos

Se seu treino vai durar mais de 60 minutos, seu corpo pode precisar de uma energia “extra”.  Mas… Vá com calma! Provavelmente, sendo iniciante, você não vai treinar por tanto tempo assim logo de cara — eu mesma nunca precisei fazer suplementação, só um bom lanche pré e pós-treino é suficiente.

Se você quer experimentar, minha recomendação é: fale com um nutricionista primeiro, principalmente se você está correndo com o objetivo de emagrecer — afinal, exagerar nos suplementos pode atrapalhar seus planos de perder quilinhos com a corrida!

***

E aí, gostaram das dicas? O que você incluiria no seu “arsenal de treino”?

Para se inspirar, veja nosso post com o que levamos nos treinos na rua.

Também recomendo que você leia nosso Guia para começar a correr com muitas outras informações importantes para quem é novato nas pixxxtas 😉

No final de abril, fiz uma viagem para os EUA a trabalho e aproveitei para comprar tênis novos — afinal, os meus já completavam quase dois anos! Fui com o objetivo de comprar um par e voltei com dois (sabem como é, rsrsrs…), por acaso, ambos da Nike: um Free 5.0+ (que a Aline já resenhou pro blog) e o Lunarglide+ 5.

Nike Lunarglide+ 5

Nike Lunarglide+ 5 (Divulgação)

Confesso que fui de olho no Free e só levei o Lunarglide porque o vendedor da loja me convenceu. Conversei com ele sobre meus treinos e minha experiência na corrida, e que também queria um tênis que pudesse usar na musculação, então ele disse que, nesse caso, o Lunarglide seria melhor que o Free, já que tem mais estabilidade no tornozelo. De fato, senti a diferença provando na loja e logo nos primeiros treinos. Como a Aline comentou na resenha dela do Free, ele precisa de um tempo para “ajustar” no pé. Já o Lunarglide vem “pronto”: logo nos primeiros treinos, me senti muito segura com ele e até usei em uma prova de 5k com ele praticamente novo! 😛

Beleza e Design

Como a maioria dos tênis da Nike, o que não falta são opções de cores para esse modelo. E eu acabei escolhendo um pretinho básico, hahaha… Explico: só tenho tênis coloridos e acabei me encantando com esse bem básico. Além disso, ele tem detalhes em turquesa que combinam com as camisetas do blog 😉

No calcanhar, ele tem uma faixa refletiva que é uma graça. Quando bate a luz, parece “glitter” hahahaha…

lunarglide-ju

Pretinho básico 😉

Conforto

O tênis é bastante confortável e fica bem firme no pé. Ele é feito com uma camada única de mesh sem costuras e tecnologia Flywire, que proporcionam um bom encaixe e ventilação. Além disso, a tecnologia Dynamic Support permite estabilidade sem deixar o tênis pesado ou rígido. Também tem um reforço de espuma macia no cano que traz mais firmeza para o calcanhar.

Peso

O peso varia de acordo com a numeração. Como referência, o tamanho 36 pesa 230 gramas.

Amortecimento

O tênis tem uma sensação macia graças ao amortecimento Lunarlon, que apresenta um núcleo macio e elástico revestido com espuma extremamente leve, proporcionando impulso responsivo e absorção de impacto. O apoio do calcanhar é flutuante e se move com o pé para garantir um suporte melhor e amenizar a pronação do antepé.

Pisada

O tênis é indicado para quem tem pisada neutra.

Custo x Benefício

Não é dos tênis mais baratos da Nike, mas se você busca um modelo leve e com boa estabilidade, é uma opção que vale o investimento. Dica: o modelo não é novo, então é fácil achar com desconto na internet.

Opinião Geral

Adorei minha compra! É um tênis muito confortável e que passa uma grande segurança, especialmente para quem tem medo de “virar” o pé entre as passadas. E você pode optar tanto por um modelo básico, como eu, ou por um mais coloridão. 😉

Tecnologias

Como já disse anteriormente, possui as tecnologias Flywire, Dynamic Support e Lunarlon. Pode ser usado com o chip do Nike+ (vendido separadamente). Também tem uma versão desse modelo com Shield (proteção repelente a água) e elementos refletivos que parecem pintinhas de oncinha.

Preço: R$279,90 na Nike | R$269,90 na Kanui | R$249,90 na Netshoes
Fabricante: Nike
Peso: 230g
Pisada: Neutra