Quando estamos correndo uma das coisas que podem te atrapalhar é o cabelo. Cabelo caindo na cara, couro cabelo doendo porque você prendeu demais… então fiz uma seleção de penteados que você pode usar na corrida. 😉 Afinal, não é porque a gente está correndo, suando, que não podemos correr bonitas, né?

O rabo de cavalo é o penteado mais comum e mais simples para quem vai correr. Ele segura o cabelo no lugar e você corre sossegada. Mas até o rabo de cavalo pode ter sua variações.

Cabelos Médios e Compridos

Quem tem o cabelo médio ou comprido tem mais opções, afinal, quanto mais cabelo mais loucuras dá pra fazer. 😛 Como disse, o rabo de cavalo é um dos melhores penteados para quem quer correr. As formas mais básicas são o rabo de cavalo alto e o baixo.

Rabo de cavalo alto e baixo

Mas você pode incrementar. Você pode fazer uma trança ou usar vários prendedores.

Viseira com trança e vários prendedores no rabo de cavalo

Ou pode fazer um rabo de cabelo baixo e ao invés de puxar tudo e amarrar, puxar uma parte e prender com uma presilha (tipo tic-tac), o efeito fica lindo e é legal para quem tem franja. Outra opção que é bem fácil de fazer é pegar uma mecha do cabelo e colocar em volta do prendedor para escondê-lo, para isso basta prender a mecha com um grampo na parte de trás do rabo de cavalo.

Franja com visual diferente e cabelo cobrindo o elástico no rabo de cavalo

Você ainda pode usar um boné, uma viseira, uma headband ou fazer uma trancinha lateral. A trancinha lateral também é legal para quem tem cabelo curto e não dá pra prender.

Trança lateral e headband

O rabo de cavalo é um dos penteados mais versáteis, mas se estiver com preguiça, você pode finalizar o rabo de cavalo simples com um prendedor diferente (de laço, com flor, etc)! 😀 É só usar a criatividade!

Outro penteado super fácil e prático é o coque, e na hora da corrida ajuda muito, pois permite que o ventinho passe pelo pescoço, dando uma refrescada. 🙂

Coque alto e baixo

Você pode fazer o coque alto ou baixo e também pode prendê-lo de formas diferentes.

Cabelos Curtos

Os cabelos curtos normalmente não precisam de nada especial para prendê-los, uma headband, um boné ou uma viseira já ajudam a evitar que o cabelo caia nos olhos. Mas para quem quer caprichar, pode fazer trancinhas (uma ou várias).

Headband e trancinha no cabelo curto

Outra opção charmosa é usar uma faixa no cabelo ou um lenço com coque baixo.

Faixa e lenço com coque baixo

Tem opção para todos os gostos! 🙂

Eu confesso que só comecei agora a me preocupar com isso, antes corria com o famoso “rabo de cavalo” e um boné (pra ajudar com o suor), mas de uns tempos pra cá estou querendo inovar e já treinei com trancinhas no cabelo. Mas além do visual, é importante escolher um penteado que te deixe confortável e ajude no seu desempenho.

Como vocês prendem os cabelos para correr?

Cada corredora tem seu jeito de correr, e depois de ler muitos artigos sobre o assunto, o que descobri é que não há jeito certo ou errado, cada pessoa tem uma forma de correr, afinal ninguém é igual. Mas há alguns estudos que apontam que uma boa postura ajuda a evitar lesões e quem ai quer se lesionar? Ninguém, né? Então, bora aprender a correr com a postura certa.

Postura ideal na corrida

A melhor postura no movimento do trote ou da corrida:

  1. As costas permanecem eretas, alinhadas com o pescoço. E se o objetivo for ganhar velocidade você pode inclinar levemente o tronco para frente.
  2. O cotovelo deve formar um ângulo de 90º entre braço e antebraço, e o punho e os ombros devem estar relaxados. O movimento dos braços ajuda no equilíbrio e na coordenação das passadas de forma cadenciada. Pés e braços combinam-se de forma alternada: pé direito acompanha braço esquerdo e vice-versa. Mas tome cuidado para não cruzar os braços na frente do corpo.
  3. Cabeça erguida. O olhar deve se fixar à frente, mantendo o pescoço relaxado. Olhar pra baixo ou pros lados prejudica a coluna.
  4. O abdômen deve estar levemente contraído, para ajudar a endireitar a lombar. Mas não contraia demais, se não o movimento ficará prejudicado.
  5. Os joelhos devem ser dobrados cada vez que a perna é lançada para trás, assim você compensa a sobrecarga que a articulação sofre a cada contato com o chão.
  6. Os pés devem estar alinhados para frente em direção ao destino. Nunca pise com o pé inteiro, pois isto causa sobrecarga para os joelhos, tornozelos e a coluna. Quanto à pisada, o assunto é controverso e vem sendo discutido agora por conta dos tênis minimalistas, alguns dizem que a pisada deve iniciar pelo peito do pé e outros dizem que a pisada deve iniciar no calcanhar. Com essa dúvida, acredito que a melhor forma é você testar os dois tipos e ver qual é mais confortável para você.

Tente correr na postura certa, mas não torne isto um problema para a sua corrida, vá corrigindo aos poucos, sem atrapalhar seu rendimento no treino. É importante respeitar o padrão de movimento individual. 😀

A cadência também é importante, conte as pisadas que você dá ao longo de um minuto, normalmente são 180 passos em qualquer ritmo. Para ficar mais fácil contar, conte os passos de apenas uma das pernas, depois é só multiplicar por dois.

Espero que te ajude nos seus treinos e a evitar as terríveis lesões. 😉